Di Melo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
McBrinquedo.jpg QUEM É O CANTÔ?

Este artigo é sobre alguém de uma banda mixuruca que quis tentar carreira solo.
Não vandalize este artigo, pois Arnaldo Saccomani pode lhe dar um NÃO.

♫ I love to sing-a... About the moon-a and the June-a and the spring-a... ♫
Dorgas melocoton.png Di Melo dá um tapa na pantera!

Por isso ninguém entende o que ele(a) diz!

Clique aqui se você quiser dar um tapa também.

Cquote1.png Você quis dizer: Imorrível Cquote2.png
Google sobre Di Melo
Cquote1.png Experimente também: cantor de músicas raras Cquote2.png
Sugestão do Google para Di Melo
Cquote1.png A vida em seus métodos diz: calma Cquote2.png
Di Melo sobre filosofias de boteco baratas pra fazer sucesso
Cquote1.png Suingue sangue bom Cquote2.png
Fernanda Abreu sobre músicas do Di Melo
Cquote1.png Esta fera aí, meu!! Às oito e sete, lançando seu novo hit o imorrível Di Melo Cquote2.png
Faustão, apresentando novo hit do Di Melo
Cquote1.png Porra bicho, gostei muito, achei do caralho, muito foda, parabéns aí, muito bom. mas hoje meu voto é não. Cquote2.png
Arnaldo Saccomani sobre músicas do Di Melo
Cquote1.png No peito dos desafinados também bate um coração Cquote2.png
João Gilberto sobre Di Melo

O "imorrível" preparando canções depois de fumar um beck

Roberto Eustáquio Fernando Augusto Corrêa da Silvasauro Ledesma de Melo dos Santos (Recífilis, 22 de abril de 1500) é um cantor e compositor que veio do Pernambuco quando era um simples adolescente para tentar a sorte grande na cidade de São Paulo como todo brasileiro honesto e que conseguiu sobreviver na noite paulistana tocando em bares, inferninhos e puteiros da vida até que nos chapados anos 70 surgiu na frente dele um grande produtor artístico cego chamado H. Romeu Pinto decidiu levá-lo para gravar um disco com o Hermeto Pascoal e outros músicos aí e gravou o cultuado disco lixo de sua carreira, intitulado Di Melado com as músicas "Kueudôriô", "A morte em seus métodos diz: acabou", "Se o mundo acabasse em mel, só teria abelhas", "Patolino" e também "Rejeito tudo" que foi grande sucesso nas paradas da Zona Norte, Zona Sul, Teucuapé, Santa Gaycília, Vila Gaytilde e na Rua Augusta, onde o cantor fazia seus típicos shows para tentar sobreviver no mundo artístico naquela época, o que era impossível. Seu disco também fez muito sucesso também no programa do Flávio Cavalcanti, após este ter quebrado o disco na frente das câmeras, o que ele fazia em vários programas com discos de outros artistas.

Que fim levou?[editar]

Segundo o especialista nesse assunto, o jornalsta Merchan Neves, o cantor teria sofrido um acidente de moto depois de uma briga com uma amante que tinha no bairro de Santa Gaycília e por descuido teria fraturas no braço e no pé direito, mas que não se sabe bem quais foram as sequelas que ele teria sofrido. O que se sabe é que ele vivia pintando e bordando num bairro de São Paulo, casou e teve filhos, e foi preciso que seu disco que tinha vendido apenas em poucos bairros da Terra da Garoa voltasse a ser cultuado por músicos e DJs gringos que levavam o que era nosso e as cópias do disco tivessem se esgotado para que o cantor descobrisse que sua fama não tinha acabado e saiu de Conformópolis para poder lançar materiais novos e atualmente anda com uma turnê mundial que já atravessou a Europa, Japão, México, Estados Unidos, Israel e na Argentina onde a torcida do River Plate saudou com uma de suas piores canções em seu show pra 60 mil pessoas.

A volta do imorrível[editar]

Com a ajuda dos trigêmeos siameses Dante, Ramon e Ledesma - que formaram uma banda junto de Chimbinha na guitarra, Geddy Lee no baixo e o percussionista Naná Vasconcelos mais a amiga e que o incentivou e que estava reverenciando ele em seus shows, a grande Fernanda Abreu que disse ser um dos piores mestres do suingue e deu a ele 50 reais para gravar seu novo CD, intitulado "Imorrível" que já levou ele pro palco do famoso festival Lollapralosers e agora vai fechar o Rock in Rio 2017 com sua "Imorrível Tour" que já tem datas marcadas para uma volta ao mundo em 80 dias ao longo desse período antes do festival. Já está partindo também para os programas de televisão, a começar pelo seu amigo Faustão que anunciou em seu programa que a sua turnê vai ser uma das maiores turnês do ano, planejando lotar o estádio do Maracanã por dez noites apresentando seu disco em uma megaestrutura e que vai ter como abertura a banda Bosta Quest e em São Paulo vai ser o estádio do Morumbi que vai receber o grande e temido Imorrível em apenas quatro noites. Ainda planeja uma turnê em conjunto com Jorge Ben Jor nos moldes dos artistas recentes que planejaram fazer shows juntos, um cantando a música do outro e algumas inéditas, mas nada confirmado ainda.