Diamantina

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
40967074 nikita.jpg Este artigo é relacionado à história.

O criador deste artigo é um pseudocomunista que fuma maconha.

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Diamantina.
Gnome-searchtool blue.png Diamantina é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Tem o mesmo prefeito faz 20 anos.

Sciences de la terre.svg.png

{{

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.
Cquote1.png Você quis dizer: Adamantina Cquote2.png
Google sobre Diamantina

Cquote1.png Você quis dizer: Aldeia da Pedra Cquote2.png
Google sobre Diamantina

Cquote1.png Diamantes? Tinha aqui há 500 anos atrás, hoje só sobrou cascalho. Cquote2.png
cidadão de Diamantina sobre diamantes

Cquote1.png Mais um ?! Cquote2.png
turista em Diamantina sobre morros da cidade

Cquote1.png É necessário que os turistas tragam equipamentos de alpinismo para subir as ruas da cidade. Cquote2.png
Guia turístico sobre Jamantina

Diamantina (Mineirês: Jamantina) é (ou era) uma grande fazenda mineiradora no estados das Minas na região das cavernas brasileiras. Os habitantes da cidade, além de perder tempo com aqueles matinhos na boca, só sabem é comer Vesperata de Amor e ter imensa inveja de Ouro Preto.

História

Isso não pertence mais a Diamantina.

A cidade começou chamada de Arraial do Tijuco como uma pequena aldeia aonde o prefeito de Mariana gostava de ir dançar Festa Junina. No início Diamantina era apenas um palco para essa tradicional festa caipira brasileira.

Diamantina descobriu porém um negócio mais lucrativo que festas juninas; são os carnavais fora-de-época de Diamantina que ocorrem no meio do ano, proporcionando uma festa junina diferente aos mineiros das redondezas. No restante do ano todos turistas desocupados preferem ir a Ouro Preto ver as igrejas e comer pão-de-queijo de qualidade ( o que não é o caso de Diamantina )

Saúde

O SUS-to é uma porcaria e não pense que por ter plano de saúde você será bem atendido! Você dificilmente encontra mais de 3 opções em seu plano de saúde por especialidade. Se você precisar de algum serviço urgente de qualidade vá correndo para Sete Lagoas, M. Claros ou BH.

Entretanto, se o seu problema for odontológico, você poderá contar um vasto número de “especialistas” odontológicos espalhados por toda a cidade em uma proporção de 74 dentistas para cada habitante ou 52 consultórios odontológicos por m², e se o valor do orçamento ficar muito caro, procure outro especialista mais próximo ( basta atravessar a rua) que ele cobrirá qualquer oferta e dividirá o valor da consulta em 37 vezes no cheque pré-datado ( já que a cidade ainda não possui máquina para passar cartão). Diamantina conta com odontólogos altamente qualificados, todos formados pela melhor universidade internacional dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, onde o dentista mais conceituado da cidade foi o melhor aluno de Tiradentes e foi melhor amigo de JK e Leandro Soares.

Quem gosta de Diamantina

Na cidade é possível ver pessoas que adoram morar entre as ladeiras mijadas do município. Normalmente essas pessoas vieram de um lugar com infraestrutura muito pior que diamantina. Exemplo : Senador Mourão, Araçuaí, Caraí, Coronel Murta, Itinga, Padre Paraíso, Araguaína, Turmalina,Itamarandiba, Carbonita, Rio Casca, Minas Novas, Capelinnha, Ponto dos Volantes, Virgem da Lapa, Bandeira, Divisópolis, Felisburgo , Jacinto ou um lugar maior, mas dominada pelo tráfico: Ribeirão da Neves e favelas da região metropolitana de BH. Tirando essas pessoas e os estudantes que vão para a cidade apenas pra beber, fazer putaria e pertubar a ordem pública, ninguem gosta de Diamantina.

Pão de Queijo

Diamantina tem o pior pão de queijo do mundo. Nem os capixabas conseguem fazer um pão de queijo tão ruim assim. Na verdade é um biscoite de polvilho duro chamado de pão de queijo. Normalmente é consumido em larga escala pelos moradores que vieram do baixo e médio jequitinhonha. E ainda vendem esse "pao de queijo" com o preço dos diamantes!

Bacia hidrográfica

Apesar de ser considerado a porta do vale do Jequitinhonha. 90% dos moradores nunca viram esse rio. Podemos dizer que na prática diamantina pertence a Bacia do Rio Grande, que de grande não tem nada e de Rio nada tem. Se por 1 hora ninguém der descarga ou abrir a torneira na cidade o Rio seca. Dizem os antigos que nesse rio (hoje esgoto a céu aberto) já deu muito diamante. (em diamantina os antigos moradores dizem que em todo lugar deu diamante.)

Mercado Velho

É uma feira onde as pessoas vão para beber no sábado. É a coisa mais esquisita do mundo, de 07:00 às 10:30 as pessoas fazem feira. (compram verdura, frutas, legumes) produzidos nas cidades vizinhas. (você acha que o povo preguiçoso de Diamantina vai plantar alguma coisa) e depois disso chegam os funcionários públicos da cidade para beber até ficar vermelho e cair.

Economia

Indústria: Possui apenas uma indústria textil que está no fecha – não fecha a anos.

Comércio: Via de regra a classe média-média alta e alta da cidade só compram ali o que não é possível comprar em BH. O atendimento com poucas exceções é péssimo. O maior empregador da cidade é o supermercado Cordeiro, que acaba servindo de shopping da cidade.

Serviços: Tudo de ruim e caro. Internet: Citel e Jknet. Possuim o kbt mais caro do mundo. O que você paga em Diamantina por 200 kbt é mais que você pagaria em BH por 4 megas. Velox acabou a cota e não tem previsão de chegar mais.

Lazer: Ir no biribiri, gruta do salitre e subir morro para a casa do JK.

Aluguel: uma parcela preguiçosa da população de Diamantina tenta viver de aluguel. Constrói uma casa toda doida e aluga no valor de uma cobertura de BH. Os porões mofados do centro são a principal fonte de renda dos velhos donos de casas velhas da cidade.

Carnaval: No carnaval colocam os carnavalescos de ônibus lotado em uma única casa velha. Os foliões revoltados com a exploração cagam na geladeira, mijam na caixa dágua, vomitam na sala, quebram os vidros, riscam as paredes etc.. Depois centenas de pessoas são contratadas para lavar a sujeirada da casa e move a economia da cidade nas duas semanas seguintes.

Influência sobre a História do País

Além dos diamantes que ajudaram os portugueses a enriquecer a Inglaterra, no século passado a cidade influenciou o presidente JK a construir Brasília. Depois de muito subir e descer o morro da casa dele que tem um ângulo de 86º, Juscelino toma posse da presidência, olha para os morros do Rio, lembra de quando sua mãe mandava ele comprar pão na rua Macau de baixo e tinha que descer e subir aquela pirambeira e decide construir a nova capital federal em um lugar plano. Nascia assim Brasília. A capital federal também teve seu projeto influenciado por Jamantina. O arquiteto do Presidente faz uma visita a cidade e ouve as orientações de JK após subir com ele a pé todas as ladeiras da cidade. “Agora que você conhece Diamantina quero que faça o oposto dessa cidade! Sem ladeiras, sem ruas apertadas, sem calçamento esburacado de pedra etc... ” Com base nessas orientações o maior arquiteto brasileiro de todos os tempos projeta a nova capital federal e o Brasil multiplica sua dívida externa...

Educação

Alguns moradores ilustres de Diamantina.

Ou melhor, falta dela, na questão de educação, Diamantina está no índice do IBGE dentre as 10 piores educações do país. Tem as piores escolas das redondezas, nais quais estão localizadas as maiores quadrilhas de contrabandistas de bosta de boi embalada, drogas ilícitas e pão-de-queijo. Os professores que entram apenas se fodem e não duram muito tempo, fazendo assim uma grande roleta russa de professores nas escolas, devido os alunos que dão total atenção aos professores e não deixando-os loucos e psicopatas, a ponto da troca ter que ser feita frequentemente. No mais a educação é legal.

Faculdade de Ciências Jurídicas (FCJ)

Uma faculdade de direito horrível assim como o nome. É um campus isolado da falida UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais), que apesar de ser pública e gratuita, em Diamantina é paga (e cara pra caramba!). Seus alunos só sabem falar que são a melhor faculdade privada de direito de Minas (realmente os banheiros de lá depois que a prefeitura passou a funcionar no prédio ficaram bons) e falar mau da Puc Minas do Serro (nessa "grande cidade" tem uma universidade) que abriu um curso de direito 1 ano depois da FCJ e quebrou ela. Acredite 80% dos estudantes de direito de Diamantina viajam 80 km todos os dias para a "Grande" Serro ao invés de fazer direito nessa maravilhosa faculdade.


Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Diamantina possui uma isolada Universidade Pública Federal, a UFVJM (também conhecida como Ufv o que? ou prima pobre da UFV), Universidade Federal dos Vales dos Jequitinhonha e Mucuri (respira), onde lá você encontra alunos que não conseguiram entrar na UFMG, discente que querem usar drogas, mas não ter fama de lariqueiro como na UFOP, e não serem rotulados de burros e incompetentes como os alunos da PUCMinas. Ninguém conhece a universidade pelo grande nome, todos só falam: "federal de Diamantina", principalmente os alunos, que ficam envergonhados em dizer e as pessoas perguntarem onde fica essa universidade que nunca ouviram falar.

  • Campus I: Parece uma Escola Estadual. Rústico e com cheiro de casa velha. JK não mediu forças para implantar um curso superior na sua querida terra natal, e chamou Oscar Niemayer para projetar o edifício.. (Como se ele não tivesse projetado tudo que estava sendo construído no Brasil na época). Lá só se vê uma cor: o branco arrogante dos alunos de odontologia.
  • Campus II - Quando as obras forem concluídas no ano de 2333, ficara bonitinho. Já possui alguns prédios em funcionamento, o campus possui água encanada (poluída), e energia elétrica.
  • Futuro Novo Campus Como o povo elege pessoas sem instrução como a Dilma e o reitor, que apesar de ser geógrafo não conhece a área do Jequitinhonha e Mucuri, os novos campus serão em Unaí e Janaúba (que não são dos vales). Com o REUNI 2 provavelmente colocará campus em cidades maravilhosas como Araçuaí, Capelinha, Nanuque e Almenara...
Cursos oferecidos:

* FCA e odontologia

  • Agronomia - Basicamente, o curso se resume em: no primeiro ano, "ocê" capina, no segundo "ocê" mistura o "isterco", no terceiro "carca" a semente, no quarto rega e no quinto arranca a "pranta". Não sabem o que querem da vida, mas sabem que gostam de sertanejo, modão, rodeio, fumar "paieiro", chupar laranja no pé e cagar e dar no mato.
  • Engenharia Florestal - Lá as pessoas não só aprendem como enrolar um baseado em menos de 3 segundos, como dançar Reggae, e como reclamar de política, mesmo que não façam nem ideia do isso quer dizer. Estudam 5 anos pra se formarem lenhadores.
  • Zootecnia - Curso das menininhas mais feias que não conseguiram passar em Veterinária e provalmente nenhum outro curso.Na verdade Zootecnia é a ciência relacionada ao estudo das vacas. E só.
  • Ciências Biológicas - Esses formados em federal geralmente serão professores universitários em faculdade particular. Gostam da Cannabis.
  • Educação Física - As avaliações geralmente são feitas através de Prova dos 100 metros rasos. Ao concluir o curso, ao invés do diploma, os formandos recebem uma medalha de Honra ao Mérito.
  • Enfermagem – Os seus estudantes sempre se arrependem e mudam de curso no 3° período.
  • Farmácia - Irão abrir uma farmácia na sua cidade interiorana, por ironia do destino, esses não gostam de drogas ilícitas. Os alunos devem cursar Química Orgânica I e II, sendo que o prazo destas são de 1 semestre letivo para cada uma. Mas devido ao professor ele poderá cursá-las durante 5 anos. Ou seja, por todo tempo previsto de sua conclusão de curso.
  • Fisioterapia - Abrirão uma clínica de Fisioterapia e se canditara a vereador, geralmente são filhos de funcionários públicos e são orgulho da familía.
  • Nutrição - Todas vão se casar com médico, e não exercerá profissão. A maioria também muda de curso antes do 3º período.
  • Odontologia - São conhecidos como pau no ...(isso mesmo que vc pensou)e se acham o melhores da universidade, devido a isso são odiados por todos. No trotão são conhecidos pelo seu grito de guerra besta: "Vem ser bonito vem"! Passarão o resto da vida trabalhando em uma prefeitura de uma cidadezinha interiorana de qualquer lugar do Brasil pra cuidar da banguela dos moradores rurais das tais cidades. Alguns poucos sortudos conseguirão um dia montar sua clínica e viverão confortalmente na sua cidade natal, ou a maior cidade próxima de lá.
  • Química - O curso de Química tem como objetivo formar profissionais em 8 semestres, proeza jamais alcançada por alunos normais.Alguns alunos queriam mesmo era farmácia, engenharia química, bacharelado, direito, mas como a nota corte é bem baixa, acabam parando por aqui mesmo, e não saem mais daqui.
  • Sistemas de Informação - São lesados. Possuem Orkut, Facebook, Twitter, mas nada atualizado. 90% dos professores desse curso são formados em Eng. Elétrica na UFMG e ainda, por cima, o coordenador é forma em alguma coisa relacionada com Sistemas de Informação (que não é sistemas de informação) e mestrado em alguma coisa profissional.
  • Instituto de Ciência e Tecnologia: Bacharelado em Ciência e Tecnologia - Ou seja, Engenharia de porra nenhuma. Esses não sabem nem que curso fazer, e se inscrevem no SISu pelo nome bonito que possui o curso. Ainda por cima se acham os melhores da faculdade, graças à labia do diretor do Instituto, vulgarmente conhecido como PC. Na verdade, o Instituto foi criado pra ele ter o que "dirigir". Deve ser por isto que na unidade temos a incrivel coincidencia do pensamento geral ser o pensamento do DR. PC. Também morrem de inveja dos alunos de odontologia e sem muita criatividade parodiaram seu grito besta do trotão: "Vem ser rico vem"
  • Instituto de Humanidades: Bacharelado em Humanidades - Que porra de nome de curso é esse? Esse é o curso que o aluno entra e não sabe se vai formado em geografia, letras, pedagogia, história ou turismo. Já pensou o cara que entrar para fazer turismo e sair formado em pedagogia!!! Nesse curso isso é possível...
  • Bacharelado em saúde: mais um bacharelado besta que não leva ninguém a nada. Tomara que o MEC não aprove!

Futuramente

  • Medicina - Dizem que vão colocar um curso de Medicina a uns 38,475 anos, mas é só projeto mesmo, quando a promessa iria se concretizar, T.Otoni resolve fazer birra e pede para o curso ir pra lá, então eles desistiram de uma vez, porem continuam alimentando os sonhos de alguns loucos que querem porque querem fazer Medicina (incluindo metade dos alunos de Enfermagem). O genial reitor dessa universidade apresentou ao MEC uma proposta de colocar o curso de medicina metade em JA-mantina e metade em TO HELL CITY. Como a proposta é ridícula, o MEC barrou, claro, pelo menos eles tem bom senso.

Cidadãos Ilustres

Cidadão de Diamantina subindo uma das ruas da cidade.
  • Juscelino Kubitschek - Amargurado e traumatizado com Diamantina, resolveu virar presidente para construir uma nova cidade bem longe de lá, aonde pudesse morar sossegado. E quando se chega a Diamantina, logo se vê o porque de JK ter criado Brasília em um lugar tão plano...
  • Xica da Silva - Era uma bela negra virgem (rs), tinha um fogo sobrenatural, Senhorita Silva tinha um caso com um português que a fez Queen X do tijuco. Embora tenha nascido no Serro (que tem um distrito de duas casas e uma igreja chamado Milho Doido, digo, Verde), os historiadores de Diamantina, que estudaram na FAFIDIA (uma faculdade tão boa que acabou fechando) insistem em falar que ela e Lobo de Mesquita são diamantinenses. Apesar de terem a capacidade de mudar seu lugar de nascimento não tiveram o de decidir se seu nome é com x ou ch e acabam culpando a reforma ortográfica.
  • Vinícios do Armazém - É uma mistura de Nando Reis com Raul Seixas e como o corpinho de Cazuza depois da ADIS. É considerado como o sujeito mais honesto de Diamantina, ele não tenta tirar benefício em nada muito menos boicota as festas nas repúblicas.
  • Cowboy - vulgo creolina. É o aluno mais popular da faculdade, investigado pelas polícias militares, civis e federais, ficou ainda mais famoso depois da sua aparição no Jornal Nacional.
  • Jacques - É o aluno que está há mais tempo na faculdade, em 2013 completará 9 anos de curso em Zootecnia sendo que até hoje não conseguiu passar em GAAL muito menos em Caculo 1. A UNESCO já o decretou como patrimônio histórico da universidade, e promete criar uma estátua do ilustríssimo aluno ao lado da estátua de JK e mudar o nome da universidade para UFVJacquesM.
  • Marcone da Bat Caverna - vulgo Batman (sim, é ele mesmo, aquela ilustre figura que desce de tirolesa para o palco do carnaval no Mercado Velho. É uma espécie de Luan Santana (um olho no peixe e outro no gato) fantasiado de morcego. Ninguém sabe a sua verdadeira idade, estima-se 47 mas apresenta comportamentos de uma pessoa de 18 anos.
  • Fincão - É o Marcio Tomaz Bastos dos Vales do Jequitinhonha. Advogado renomado, e isso se torna uma pessoa difícil de encontra-lo, ao menos que você o procure em qualquer porta de cadeia ou no bar mais próximo.
  • Rogério presidente da Bat Caverna - (Realiza lavagem de dinheiro para disfarçar os lucros recebidos com a Bat Caverna sem comprometer os envolvidos). Dependente químico de Deca-Durateston, Winstrol e Deca-Durabolin passa horas na academia e no centro Marçon. Sua opção sexual é algo altamente duvidoso. Ninguém sabe a sua verdadeira idade, estima-se 48, mas ele insiste em falar que é 32 há 7 anos.

Turismo

Carnaval

A cidade é reconhecida internacionalmente em toda a Minas Gerais por ter o melhor carnaval do interior de Minas. Todo ano a folia momesca atrai multidões de turistas (cariocas e paulistas e belo-horizontinos) para curtir a enorme variedade de atrações musicais, que se resume em duas bandas de samba que se revezam em um único palco. Entre as 18:00 e 23:59 a banda Bat Caverna, e entre as 00:00 e até lá pra perto da hora do almoço, a Bartucada de Diamantina, que apesar do nome é de Belo Horizonte. E se você viu uma, não precisa ver a outra pois todas as duas tocam as mesmas músicas. (replay uma da outra).

O carnaval de Diamantina ('Jamantina' em minerês) é conhecido também como o carnaval mais fétido de todo o sistema solar e de toda Via Láctea, inúmeros Rio Amazonas de urina descem caudalosamente das incontáveis ladeiras da cidade, matando afogados (ou de doenças de pele) os bebuns que corajosamente ousam beber até cair.

Segundo estatísticas confiáveis do INCRA e da FUNAI, este é o carnaval que tem o menor número de banheiros por habitantes por quilômetro quadrado "índice MNBHKM".

Outra curiosidade do carnaval Jamantinense é que a quantidade de frequentadores dos diversos gêneros sexuais se revezam ano a ano. Se neste ano tinha a maior mulherada, no ano que vem a notícia se espalhará entre os homens e haverá a maior homaiada, segundo o filosofo grego Platão "isso é um circulo vicioso que se repetirá por toda a eternidade".

OS. Os viados sempre estão lá em quantidades incontáveis!

Outro fato curioso é que quem vai no carnaval de Jamantina sempre volta para descobrir que essa merda é igualzinha todo ano, e nunca mais volta!