Dietrich (Claymore)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Stughet.jpg
OMG!!!

Este artigo fala de uma raríssima Loira Inteligente!
Não ouse vandalizar, pois esta moça provavelmente tem um QI muito superior ao seu e pode te detonar!
MWAHAHAHAHAHA!


Dietrich
Cquote1.pngCão de caça DietrichCquote2.png
Dietrich 2.jpg
Que cabelinho lindo
Informações inúteis
Classificação Claymore fofinha
Ranking Claymore
Técnicas Fofura no jutsu
Parceiros Algumas inúteis
Status Atual Viva
Símbolo Dietrichrank.png

Cquote1.png Você quis dizer: Friedrich Cquote2.png
Google sobre Dietrich (Claymore)
Cquote1.png Experimente também: Flora Cquote2.png
Sugestão do Google para Dietrich (Claymore)
Cquote1.png Uma alemã? Cquote2.png
Você sobre Dietrich.
Cquote1.png Minha herdeira. Cquote2.png
Flora sobre Dietrich.
Cquote1.png Ela é mais fofuxa que eu... Cquote2.png
Cynthia sobre ter perdido o posto de Claymore mais kawaii.

Dietrich é mais uma loirinha que integra o elenco já repleto de loiras saradas do anime guro Claymore, sendo ela uma Claymore da nova geração, tão nova que chega a parecer uma anã perto das outras, dividindo o título de Claymore caçula com a Miata.

Crescendo[editar]

Papai da Dietrich. Hail!

Na verdade, Dietrich nunca cresceu mesmo, mas ela é nativa da ilha Claymore assim como todas as outras claymores que fazem companhia para ela na história, a garota deve ter nascido em dos quatro cantos da ilha, tudo o que pode-se deduzir é que a Dietrich, pelo nome nasceu na colônia alemã da ilha, onde foi amamentada com leite sabor chucrute e sua primeira papinha tinha salsichão bem amassadinho entre outras coisas da Alemanha.

Ali na colônia, Dietrich foi criada com sotaque e tudo comendo aquelas comidas estranhas e os doces apetitosos, como a floresta negra, coisa que não tem muito haver com claymore, já que são loiras, semi-albinas, logo não há uma floresta negra e não sabemos sobre os hábitos estéticos das loirinhas. Dietrich era uma pirralhinha feliz, apesar de nunca ter sido dos que mais se desenvolveram, tanto que tinha o carinhoso apelido de tampinha.

Olha ela aí, bonitinha, não?

Na colônia alemã, em plena ilha fictícia de Claymore, num belo dia do verão, o pior ocorreu, eles decidiram iniciar um processo expansionista na região norte da ilha, a parte mais gélida, mais "alemã" do local, ajeitaram os bigodes, pegaram as armas e marcharam rumo a uma nova guerra, especialidade dos alemães, no entanto, a região ainda era regida a mãos-de-ferro pelo Isley que, simplesmente, mandou o Rei Leão acabar com geral.

O Rigardo nem encontrou dificuldades, a barriga de chope deles não foi páreo para o kakuseisha, foram retalhados, o plano inicial do Isley era poupar apenas mulheres e crianças, mas o Rigardo era um fãzinho de guro e aproveitou para praticar com as alemãzinhas, ele, também, nunca gostou de crianças, mandou-as para o saco, só deixou as garotinhas que poderiam ter um certo futuro, Dietrich fugiu e para sua sorte, ou talvez um puta azar, ela encontrou um grupo de loiras altas e munidas de espadas.

Dietrich na hora do fight.

Treinamento[editar]

Dietrich sempre foi uma garota "mirradinha", ela desde que nascera nunca foi uma garota alta e forte, estava mais para um gravetinho made in Germany, mas mesmo assim foi recrutada para a organização que sofria pela falta de pessoal após ter mandado todo mundo para a morte lá na difamada campanha do Norte, o divisor de águas da história.

A guria acabou indo parar nas imundas celas que servem de alojamento para as claymores durante o processo de "frankensteinização" das garotas onde passava o tempo em que ela ia virando um monstrinho e perdendo as cores da cabeleira, tudo bem que ela já era germânica, nunca houve nenhuma surpresa para a Dietrich em se ver loira. Aos poucos a garota ia crscendo em idade, já em estatura ela continuava baixinha.

Ela foi aprendendo a manipular espadas e outras armas igualmente vorazes, a garota foi se sobressaindo das outras, mesmo sendo aquela coisinha pequenininha e bonitinha, ainda mais quando passou a usar o cabelo que nem o da Ayame e o da Sailor Moon, num estilinho super bonitinho e que fazia toda claymore adotá-la como alguma espécie de mascotinha, afinal ela era a mais kawaii

Após uns seis anos de árduo treinamento, comendo o pão que o diabo amassou, acredite a comida das claymores cozinheiras é tão ruim quanto a que você come lá na casa da sua tia-avó que inclui cabelo, colorizado com tintura acaju, em todas as apetitosas receitas dela e a qual você come e diz estar delicioso meramente por educação, que você estranhamente só apresenta nessas horas.

Dietrich em um outro trabalho.

Claymore formada[editar]

Dietrich recebeu o diploma de claymore após tirar ótimas notas nos exames finais, ela deu uma vaciladinha em cálculo IV, mas foi uma mera confusão no uso do Laplace naquela matriz de 8ª ordem, isso por que não era permitido o uso de calculadoras ou ábacos mesmo. Mas o que importa é que ela em sua casa ostenta o diploma em assassinsto de youmas e química quântica, referente o processo de transformação de gêmeas em claymores.

Nessa nova vida de Dietrich, ela passou a receber ordens da organização e pô-las em prática, se mandavam ela matar X youmas em determinada aldeia ela matava X youmas, se a mandavam-na achar uma desertora ela a achava se o pessoal da organização a mandasse mudar de canal ou espancar o juiz filho da p*%& ela o faria, logo Dietrich caiu nas graças dos chefes e recebeu das companheiras o apelido de puxa-saco.

Dietrich enfrentando um pokémon.

Durante as missões Dietrich sempre prezava pela estratégia, pois ela pequena do seu jeito e pela baixa idade, não aparenta mais que 13 aninhos, idade ótima para estrelar um lolicon yuri com a Miata, mas se a Miata está no meio o final é sempre sangue, então seria um loli guro, há fãs para toda parafernalha hentai que sua mente possa conceber, sim, se você lançar um hentai de um pterodáctilo sodomizando o Zaraki Kenpachi haverá mercado, algum problemático o comprará.

Hi Helen e Deneve![editar]

Dietrich pagando de fodona.

Dietrich aparece efetivamente no mangá e quem sabe ela não aparecerá na 2ª temporada do anime que se mokona ajudar ainda sairá, afinal o finalzinho do anime só não ficou mais escroto que os dubladores da versão dublada do Naruto. Dietrich após as Claymores da panelinha da Miria se dividirem por motivos até então desconhecidos, foi encontrada pela Helen e pela Deneve que pretendiam fazer uma lua-de-mel na zona sul da ilha, mas que acabaram achando um despertado que mais parecia um Garchomp e a Dietrich e seu time estava lá lutando, time entre aspas, a única que lutava lá era a número 8.

Após a Helen e a Deneve entrarem no fight o bicho acabou sendo esquartejado, estripado, rasgado, detonado e, por fim, morto, ao menos não fora sodomizado, já que as três loiras não dispunham de material para tal fim, mesmo havendo uma imensa suspeita de que a Helen seja um futanari, para alegria noturna da Deneve.

Cquote1.png Gostoso Cquote2.png
Devoradoras de abissais, o maior medo da Dietrich.

Dietrich, então, logo após ser salva quis saber quem eram as duas, pois eram claymores que, no entanto, não usavam uniforme e sim uma roupinha preta super-justa que faz todos que leem o mangá torcer para a saia da Miria dê só uma levantadinha, de leve, já basta para os pervertidos interesses. Dietrich fez perguntas as duas falaram que não eram claymores da organização e tentaram convencer a outra loira a manter segredo, mas o sentido de dever da Dietrich era grande demais ela jamais trairia ou omitiria dados da organização, mas ela era grata as duas, o que deu um certo curto-circuito em seu cérebro loiro.

Além desse sentimento que fazia o cérebro da loirinha dar voltas as três, agora inseparáveis amigas de infância, se meteram numa situação nada divertida, acharam as comedoras de abissal umas mulheres seminuas, cegas e que usavam o faro para achar e eliminar despertados, armas perfeitas, visto que as claymores são experimentos para a guerra que rola no continente, elas toparam com esses bichos e, em sequência, para se fuderem ainda mais elas dão de cara com quem essas devoradoras estavam atrás, nada mais nada menos que o Isley, ou seja, encrenca em dobro.

As claymores entraram de gaiato na feroz luta, uma das melhores, Isley na forma centaurão contra as devoradoras que simplesmente não morrem, tem a cabeça arrancada e continuam de pé atacando e até mordendo mesmo sem cabeça, sim elas são capazes de cada feito. A Helen até perdeu um olho, podendo assim integrar o elenco de One Piece, virando pirata e assumindo que é irmã do Sanji.

O momento mais purpurina da carreira da Dietrich.

Elas fugiram da batalha e nem viram o Isley em um momento emo dando seu último suspiro, ou no caso uma verdadeira baforada. Após tudo estar num mínimo de segurança Dietrich deixa as claymores sobreviverem e vazarem como forma de grtidão e, assim, não capturar as desertoras, como se ela fosse páreo, as duas se separam da guria e cada uma segue seu caminho, ninguém sabe o que aconteceu a Dietrich depois disso, ela sumiu pelos últimos capítulos, talvez esteja na barriga de algum despertado.

Dados[editar]

  • Dietrich pode ser novinha, mas já dá um bom caldo, os youmas falam dela com uma colher de pau na mão.
  • Ela é uma antepassada da Misa Amane, só que com cérebro.
  • Helen tem ciúmes da Dietrich, Deneve gosta de pessoas inteligentes.
  • A Flora ficaria orgulhosa de uma sucessora que é igualzinha a ela.
  • Nenhum japonês consegue falar satisfatoriamente o nome dela, se enroscam no "tri".

Ver também[editar]