Diora Baird

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ESTE ARTIGO É SOBRE UMA GOSTOSA!!

Ela provavelmente não sabe atuar, dançar, cantar, desfilar, praticar esportes, fazer cálculos matemáticos ou qualquer coisa de útil para a humanidade. Mas quem liga? Todo mundo a conhece apenas porque ela é uma baita duma

GOSTOSA

Ruiva na piscina.jpg


Diora Baird
Diora Baird.jpg
Eu nunca ouvi falar, mas é uma atriz boa!
Nascimento 6 de abril de 1983
Miami, Flórida, Estados Unidos
Ocupação pseudoatriz
Cabelo ruiva

Diora Baird é uma atriz e modelo desconhecida dos Estados Unidos, como ela é gostosinha, todo mundo finge que ela é essas coisas aí. É dessas que é mais famosa por ter sido capa de Playboy do que por algum papel destacado, e tem uma baita carinha de atriz coadjuvante de novela brasileira.

Juventude[editar]

Nasceu em Miami, a capital mundial do biquíni. A sua mãe era modelo e portanto forçou a filha a se tornar atriz e entrar para o mundo da futilidade. Ao invés de pagar escolas, a mãe de Diora ganhava dinheiro explorando sua filha a fazer comerciais de xampu de neném.

Carreira[editar]

Diora Baird em mais um papel de "gostosa que foge de um psicopata maníaco assassino".

Assinou contrato de 100 anos como modelo da Guess?, e por isso é presença garantida em propagandas de calças jeans justíssimas nas revistas femininas (prato cheio para pré-adolescentes que estão iniciando na arte da masturbação, que roubam essas revistas das mães que mal imaginam as fantasias que aquelas mulheres vestindo jeans justíssimos podem causar).

Em 2005 ganha destaque no cinema[carece de fontes] após fazer cenas de strip-tease no filme Penetras Bom de Bico, naquele mesmo ano foi capa da Revista Playboy onde provou ser ruiva legítima ao mostrar a coloração de seus pelos pubianos para quem quiser ver, o Google está aí pra isso.

Depois de protagonizar a gostosa que é perseguida no filme caça-níqueis que ninguém assistiu O Massacre da Serra Elétrica - O Início, Diora Baird se especializou em fazer personagens coadjuvantes e figurantes mesmo.

Em decadência, entrou para o cinema pornográfico com os filmes My Best Friend's Girl, Pornstar, Young People Fucking e Brasileirinhas.

Recentemente deveria fazer uma personagem de escrava sexual em Star Trek de pele esverdeada, mas ela se perdeu nos sets de filmagem e acabou indo parar em Avatar, onde fez figuração, e as cenas de Star Trek foram excluídas.