Disque M para Matar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
L70692-51-logo-51763.png

Este artigo discute coisas intrínsecas dos Anos 50's!
Se você teve infância naquela época, provavelmente já tomou seu Toddy hoje.

Cquote1.png Você deixou a porta dos fundos aberta... Kélllllly! Cquote2.png
Maníaco do Pânico Cummins, amante gay de Milland, prestes a matar com um pano de louça Kelly.

Cquote1.png Você quis dizer: Pacto Sinistro Cquote2.png
Google sobre Disque M para Matar
Cquote1.png Takipariu, esses telemarketing não perdi mais tempo! Cquote2.png
Dona Janete sobre não saber que "Disque M Para Matar" se trata de um título de filme
Cquote1.png É de Hitchcock? Novidade... Cquote2.png
Crítico de cinema sobre achar que dizer isso vai fazê-lo parece mais legal
Cquote1.png Mas que amador... Ele quer matar alguém com um lenço? UM LENÇO? Cquote2.png
Serial Killer sobre notar erros de lógica no filme
Cquote1.png Ia ficar muito parecido com Psicose Cquote2.png
Alfred Hitchcock sobre ...É mesmo!

Disque M Para Matar é um filme antigo pra cacete que, de tão antigo, todos os exemplares já estão mofados. A solução foi gravar uma vez que estavam assistindo "Disque M Para Matar" nos anos 70, última vez que alguém se lembrou desse filme, isso explica porque o áudio e a imagem é tão ruim. Foi o terceiro filme de Hitchcock e o primeiro com uma atriz que, com certeza, não está tão gostosa como era na época.

Sinopse[editar]

Observação: Para quem não assistiu o filme, ou seja, todo mundo!

Cquote1.png Okay-meme.jpg Cquote2.png
Alfred Hitchcock

O mais fácil de dizer na introdução da sinopse é adiantar algumas coisas: não estamos falando de um filme tal como 1408, um livro de Stephen King ou uma lenda da internet onde se você discar "M" no telefone você vai acabar morto. Se bem que não existe a tecla "M" mesmo... Enfim, foi necessário esse parágrafo já que a história é tão curta e clichê que esse parágrafo só serve para engrossar a história.

Tal como os 90 minutos de filme em que Milland e seu amigo, Cummings, planejam formas de matar a esposa, e Hitchcock mostrou todas as "Possibilidades" com intenção de enrolar o filme. Vamos logo para a história.

Conta a história de Milland (nome de ator velho pra caralho) um marido que se casou por interesse com uma gostosa (o que não faz sentido nenhum, provavelmente ele era Gay, Hitchcock deixou isso implícito), não podendo sair do armário, ele planeja com seu amigo de nome sugestivo e também amante, Cummins (ator velho pra cacete que ninguém conhece), a morte de sua esposa gostosa e rica, Kelly (outro nome grande e desconhecido).

É basicamente isso a história. Hitchcock fica mostrando por 90 minutos de filme a face do marido que fica pensando ansioso o momento em que Kelly morrerá e poderá fugir para o Bahamas com Cummins. Os outros 30 minutos são de história mesmo em que Cummins finalmente larga de ser cagão e vai matar Kelly.

Onde entra o telefone nessa história?[editar]

Cquote1.png Sinto muito em informar, Srta. Kelly... Mas seu homem... É Gay! Cquote2.png
Cummins
O forte de Hitchcock eram os diálogos e frases de efeito!

Kelly falava muito no telefone já que seu marido, Milland, estava com problema de ouvido. Um dia ele saiu de casa e combinou para que Cummins entrasse e matasse Kelly, Cummins planejou ir atrás dela e matá-la com um pano de secar louça (???). Mal sabia CUmmins que Kelly sempre andava com uma tesoura sem ponta.

Essa tesouro foi sua ruína, ela picotou Cummins enquanto falava no telefone com uma amiga de Londres.

No final, Cummins está morto, abre o bico e conta que Milland planejou a morte. Milland é preso e sentenciado a Pena capital, Kelly acha outro cara que quer matá-la e finalmente morre em "Disque M Para Matar 2: retornando a ligação". Como se pode ver, é uma história clichê e só porque o filme é de Hitchcock não quer dizer que ele não será uma merda em temos cinematográficos.

Provavelmente era algo inovador para a época histórias parecidas com Psicose, por isso mesmo, sempre que podia, Hitchcock pensava em uma história semelhante que dava uma porrada de dinheiro para ele, nada anormal e nos dias de hoje a mesma coisa acontece só que com Steven Spielberg e James Cameron.

Curiosidades[editar]

  • Teve algum idiota que se deu ao trabalho de fazer um telefone com um disque a mais com "M", ordens de Hitchcock que queria fazer easter eggs em seu filme.
  • Outro easter egg, Hitchcock aparece em uma foto no canto superior esquerdo aos 13 minutos de filme e recebe um comentário de Kelly: "Que homem bonito, viril e sexy esse do canto da foto!"
  • Family Guy satirizou o título do filme em um dos seus episódios, o episódio não tinha nada a ver com o filme, como era de se esperar.
  • Fizeram certa vez uma sátira de "Disque M Para Matar", óbvio que não deu certo.

Prêmios[editar]

"Disque M Para Matar" conseguiu vários prêmios de melhor atriz pelos gritos de Kelly e pelo talento que ela tinha com a mão para conseguir esfaquear um troglodita com uma tesoura sem ponta. Ela ganhou um BAFTA, um New York Awards e até um prêmio canadense que nem está na lista mas o Oscar nem conseguiu ser indicada e ficou com esses prêmios de consolação, o pior que nem um Globo de Ouro conseguiu.

PhotoMichaelJacksonThriller1Sm.jpg That this is thriller!

Este artigo é sobre um filme de suspense! Lê-lo sem uma lanterna e uma carabina do lado pode ser fatal pra você. Aliás, que barulho é esse?