Dom Pedrito

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
Dom Pedrito São Pedrito
[[Arquivo:|150px]]
Bandeira
Capital da paz. (Nem que seja garantida na bala)
Hino Hino republicano da Caixa D'Água!
Local Interior de Torquato Severo
Idioma Gauchês arcaico, graças a Deus!
Geografia
Clima GEADEIRO DE RENGUEAR CUSCO
Locais de referência Bageenses e santanenses
Economia São bem econômicos!
Produtos exportados Camisas térmicas, charque, arroz
Política
Governo
Nuvola apps core.png
PP
Atual prefeito
Nuvola apps core.png
Lídio Bastos
Vice-prefeito
Nuvola apps core.png
Adriana Lara
Mídia
Cidadãos ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Pico
Esporte símbolo Jogo do Osso e par-ou-ímpar
Santo local São Longuinho

Cquote1.png Quantos quilômetros faltam para Livramento?? Cquote2.png
Bageense sobre estadia em Dom Pedrito
Cquote1.png Você quis dizer: São Pedrito Cquote2.png
Google sobre Dom Pedrito
Cquote1.png ... Cquote2.png
Doutor Roberto sobre importância de Dom Pedrito
Cquote1.png Na União Soviética, Dom Pedrito não sabe que existe VOCÊ!!! Cquote2.png
Reversal Russia sobre Dom Pedrito
Cquote1.png DE CAPA! Cquote2.png
Pedritrense demonstrando agrado sobre algum tema
Cquote1.png BOTA GRAU! Cquote2.png
Expressão de intensidade pedritense

Dom Pedrito, ou São Pedrito é uma cidade localizada na Campanha gaúcha, mundialmente conhecida por..., bem..., deixa pra lá.

Seus habitantes, os pedritenses, são conhecidos por pensarem que a Paz do Ponche Verde, rendição dos gaúchos na Revolução Farroupilha assinada na cidade, foi uma vitória de certa forma foi sim, porque as reivindicações foram atendidas e os líderes voltaram para seus postos originais Outra característica importante de Dom Pedrito é o fato de ter sido escolhido como símbolo turístico da cidade nada mais, nada menos, do que uma Caixa D'Água, assim como Paris tem a Torre Eiffel.

História[editar]

Olha que coisa mais lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Dom Pedrito foi fundada em 1800 e alguma coisa, tendo como base uma fazenda de charque, a Estância do Ponche Verde, porque seu proprietário adorava beber um ponche. Após alguns anos, começa a Guerra dos Farrapos, na qual nenhum pedritense participa, visto que tinha muito trabalho para fazer na estância. Revoltados com isso, tanto o Império como os Farrapos resolveram invadir a então vila de Ponche Verde. Chegando lá, os invasores ficaram extasiados e sem conseguir parar de rir, e ao se darem conta de que há coisas muito melhores pra se fazer do que guerrear, como, por exemplo, comer arroz de carreteiro, e, empanturrados, decidiram assinar, ali mesmo, a chamada "Paz de Ponche Verde", para poder comer em paz. pois era meio perigoso se engasgar ao mastigar e dar tiros ao mesmo tempo.

Procurando novas alternativas econômicas, visto que era muito arriscado depender da carne para manter a cidade, já que o vegetarianismo crescia vertiginosamente, os dirigentes da cidade resolveram investir no mercado de pedras para paralelepípedo, e, em homenagem aos vizinhos castelhanos, criaram a "Pedreira Dom Pedrito", fornecendo pedra para calçamento para todo o estado.

Dom Pedrito Fashion Week

Economia[editar]

Baseia-se na venda de água mineral para os viajantes que vão para Santana do Livramento/Rivera e, obviamente, no plantio de arroz e na pecuária. É característica da cidade consumir carne em praticamente todas as refeições, seja em forma de churrasco, frita, cozida, acebolada, mousse, caipirinha, vitamina, sorvere, à vinagrete...

Cotidiano e cultura[editar]

A mais nova sensação da cidade são as sinaleiras. Além disso, não podemos nos esquecer de falar sobre aquele pessoal muito esperto que estaciona as motos na Barão, e simplesmente não desce. Tais indivíduos ficam lá, parados em cima da moto, vendo o "movimento" (cuidando da vida alheia). Como na maioria das cidades do mundo, falar da vida dos outros é muito comum.

Em 1935, a cidade construiu o seu patrimônio arquitetônico mais notório: a caixa d'água. Ela é muito conhecida especialmente porque fica em um local central da cidade, mas também porque é muito legal, e, ainda por cima, tem água lá dentro. O ponto de maior destaque da cidade, atualmente, é a Boulevard Baron d'Upacaray, onde se localiza o comércio, e onde os rapazes pedritenses vão, gentilmente, conversar com as belas moças da cidade.

Atualmente, depois da instalação da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), uma nova era cultural iniciou-se na cidade. Seu maior símbolo é o Bar do Tiaca-Tiaca (dispensa-se maiores referências). Alí, todos os forasteiros (universitários que vieram para foder com tudo, encher o saco, escandalizar os véio com suas roupas escrotas e estimular o trafico local ao comprarem maconha com a bolsa estudantil mudar o panorama cultural e econômico da cidade) se reúnem num relativo clima de paz e segurança. Caso se aventurem para outras bandas, as várias turmas municipais (São Gregório, Mutirão, Cohab, Meu Norte, Vila da Lata, Vila Tripa, Beco da Punhalada, Promorar, Vila Mariana, 7 Casas entre outras), fazem estes "filinhos de papai" voltarem à pau para o seu reduto.

Por incrível que pareça, a presença da Universidade no município e as consequentes mudanças que ela trouxe, parecem não sensibilizar a maioria da população que prefere manter uma distância de segurança destas pessoas. Tal clima de desconfiança forçou até mesmo o então Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva a inaugurar o novo prédio do Campus Dom Pedrito por Videoconferência (Vá que desse alguma zebra!!!!).

No mais, a cultura da cidade vai se mantendo. O túmulo do Seu Aristides é bem visitado, A festa nas Três Vendas aquece a economia do município levando o quilo da linguiça a R$ 18,00, o que não é muito para uma festa beneficente e sem fins lucrativos. O balneário municipal ex Praia do Passo, ex Chiquillin, ex Chiquillim-Beach, e atual "PRAIA DO PASSO REAL", passou recentemente por uma despoluição relâmpago. Em aproximadamente 25 dias ela passou de local não apropriado para banhos para "Local-de-águas-límpidas-cristalinas-quase-mineral". Tecnologia pura a serviço da população. Provavelmente a estaremos passando aos nossos irmãos paulistas para ver se criam vergonha na cara e despoluem o Tietê.