Donkey Kong Junior

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Donkey Kong Junior é mais um joguinho de arcade sobre Donkey Kong, mas não pense que ele é um jogo qualquer, ele é o primeiro e ultimo jogo em que o filho de Donkey Kong apareceu, depois dessa aparição dele no game ele só voltou a aparecer em uma versão muito obscura do Mario Kart para Super Nintendo e logo depois sumiu sem deixar pistas de onde foi parar (lendas dizem que ele foi para o Acre). Além disso esse jogo também foi o 1º e ultimo que teve o Mario como vilão e não como herói (pela primeira vez ele soube como é ser um perdedor)

História[editar]

Você realmente achou que o Mario não ia se vingar do FDP do Donkey Kong por ter sequestrado a Princesa Peach diversas e diversas vezes? Pois é o Jumpman (como ficou conhecido nos jogos que não foi protagonista) resolveu dar o troco, sequestrou e enjaulou Donkey Kong e obrigou seu filho (DK Junior) a ir atrás dele ou sua mãe (mulher de Donkey Kong) não aguentaria mais tanto tempo sem sexo.

Repare nos gráficos, só a nintendo para proporcionar tanta qualidade aos seus jogadores alienados

Delegado[editar]

Este é o segundo de 3 jogos de arcade, época em que o jogo estava em fase de testes até virar Donkey Kong Country.

Donkey Kong Junior é considerado como um dos Top 100 jogos de bichinhas e eminhas que não sabem jogar jogos bons de verdade!!

Outro legado muito bom que o jogo deixou foi a cena de Mario Bros como vilão, agora que moral ele vai ter pra falar de seu maior vilão nos games, o Bowser, se ele já foi um antagonista

Outro legado nem tão bom assim que o jogo deixou foi o Luigi, haviam 2 mários puxando Donkey Kong, algum retardado inventou que aquele era o irmão do Mário, e a nintendo se aproveitou disso e lançou o personagem, conclusão, o que era apenas uma duplicação de códigos rendeu um novo personagem e muito lucro pra Nintendo...

O jogo ainda deixou como legado uma Barrinha de Cereal feito de Banana, o produto não vendeu, o que gerou grande empilhamento do produto, tal problema foi resolvido com muita criatividade, foi fundada uma empresa aérea chamada GOL (Gorila(!) Onde(?) Lá!) onde o grande acumulo dessa barrinha de cereais foi distribuída para os passageiros desta empresa, infelizmente em meados de 2009 as barrinhas de cereal chegaram ao fim, chegou a ser anunciado o fechamento da empresa (já que sua meta já teria sido acabada), mas como o negócio estava dando lucro resolveram manter. Só que tiveram que colocar comida de verdade, e para isso abriram a lanchonete GOL onde o serviço de bordo era cobrado por fora[1]