Dores do Turvo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma cidade qualquer com um nome esquisito em Minas Gerais.

Dores do Turvo é outra cidade de Minas Gerais com um nome bizarro, se pode dizer que isso já é um hiper combo pois os mineiros devem ter uma santa criatividade para dar nome para as cidades. Justamente por isso, quando alguém pergunta de onde o tal mineiro vem ele diz: "De Minas" mas se for para outro mineiro: "De lá debaixo do estado!".

História[editar]

A história de Dores do Turvo parece mais uma música de festa de São João.

Basicamente, conta que Maria Lopes, uma dona muito rica de terras, resolveu doar algumas de suas terras para a construção de um arraial, o que aconteceu é que o arraial nunca ficou pronto, os tropeiros e empregados que estariam construindo acabaram fazendo uma enorme favela ao ar livre, que existe até hoje.

Dona Maria Lopes faleceu sem ver a merda do arraial que nunca e nem hoje ficou pronto. A cidade acabou sendo pega como distrito de uma cidade que pouco importa o nome, se sabe que era mineira e que estava na zona da mata. Idem às outras três que vieram e pegaram Dores do Turvo como distrito enquanto se emancipavam feito loucas.

Uma hora foi a vez de Dores do Turvo de se emancipar e foi o que fizeram, criando mais uma cidade microscópica e com nome bizarro para Minas Gerais.

Cidade[editar]

Adoraria dizer que a cidade era um bairro, até os habitantes sabem disso, sabem que se a cidade fosse considerada uma favela, o que já consideram - mas não é oficial -, ela teria sido de certeza a menor favela do país mas enfim, nada é oficial e a "cidade" tem que se chamar de município.

Ela é toda amontoada, as casas parecem ser grudadas uma atrás da outra e deve ter acontecido algum deslizamento de terras para as casas ficarem do jeito estão quando tiraram a foto. Ao contrário das cidades vizinhas essa teve um avanço que foi duas ruas ao invés de uma só. A cidade tem uma grande concentração de carolas.

Como toda boa cidade com carolas, há muito mato nos arredores onde acabaram matando algum Extraterrestre ou algo assim. Aliás, é bem isso que comem por lá: extraterrestre e churrasquinho de chupa cabra. Esse último bicho matou o prefeito da cidade, aí foi substituído por um tazo do Homem de Ferro.

Há a questão dos playboys que nem ficam mais na cidade, se juntam com outros playboys nas cidades vizinhas, e os caipiras que são os comedores de queijo com cara fechada de Dores do Turvo.

Etimologia[editar]

A cidade recebeu esse nome pois no dia em que o prefeito estava para emancipar a cidade ele estava com dor nas costas. Como ele era formado (ou pensava que era) em biologia ele disse que "tinha Dores do Turvo". O puxa-saco do prefeito disse que era um bom nome, então deu esse nome para a cidade.