Douradoquara

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Douradoquara é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Provavelmente, esta cidade não tem mais do que dez anos.

Sciences de la terre.svg.png

Douradoquara é uma cidade com um nome um tanto cômico. Por ser uma cidade com nome desse tipo, os vizinhos não perdem tempo de ficar caçoando do jeito esquisito dos habitantes e pelo hábito estranho que eles tem de ficar esquecendo as coisas... Na verdade, não culpo eles: é uma cidade tão miserável que ficam batendo na própria cabeça o tempo inteiro só para esquecer que moram em Douradoquara.

História[editar]

O caminho para o inferno Douradoquara.

Desde a fundação a cidade era um local muito próspero... Ok, isso é mentira. Não é e nunca foi um lugar bom para se viver: não tem absolutamente nada para fazer e boa parcela dos habitantes são pessoas velhas, gordas e feias que ficam encarando os estrangeiros com um olhar muito parecido do daquela bruxa do filme "Arraste-me para o Inferno".

A cidade nunca conseguiu fazer bons tratados econômicos e nunca soube bem o que fazer com o que produzia, sendo que os impostos de Douradoquara são astronomicamente gigantes. Mesmo assim, tal como outras cidades de Minas Gerais, Douradoquara se concentra em uma mancha urbana pequena em formato de vibrador (isso mesmo, vai no Google Maps e você vai saber do que estou falando).

O segredo[editar]

O fato de ter no mapa um formato de piroca faz com que a cidade suporte piadas de que os urbanistas dela (se é que caipiras idiotas sabem o que é um) eram homossexuais pertecentes da GLS e de outras facções do mal que querem lavar o cérebro das pessoas.

As pessoas são pagas para viver lá, mas tudo isso porque fazem parte de um experimento científico que ocorre até hoje: quanto um ser humano consegue ficar sem TV e quais são os efeitos sobre a mente dele.

População[editar]

O experimento fez com que o cérebro das pessoas em Douradoquara se degenerassem, fazendo com que ficassem parecendo greys e klingons ao mesmo tempo. Assim, todos que moram em Douradoquara são feios e passam metade do dia ouvindo músicas caipiras e a outra metade forró metalizado.

A cidade só tem como canal o canal do Boi e o SBT. Como ambos os canais que pegam na cidade são letais para a mente de uma pessoa sã, isso teria agravado ainda mais os efeitos das "cobaias" científicas de lá.