Dragonfly King

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Boieng da Trans Brasil indo pro brejo.jpg Olha o(a) Dragonfly King vindo!
Olha o(a) Dragonfly King indo!

Este artigo fala sobre coisas que avuam pro alto.
Clique aqui pra ver quem mais vai pelos ares. Literalmente.
Eis o Dragonfly King, o chefão mais Black Metal do jogo

O Dragonfly King ou Rei Libélula (WTF??) é o chefão mais macho do jogo Chakan: The Forever Man. Mesmo sendo uma libélula e possuindo asinhas coloridas, Dragonfly King é totalmente badass. Um dos chefões mais difíceis de se derrotar. Porém, mesmo o jogador sendo humilhado pelo Dragonfly King, ele não fica com raiva de perder. Ele sabe que o Dragonfly King é desgraçadamente superior a qualquer um e, portanto, derrotá-lo seria algo inesperado mas muito gratificante.

No jogo, Dragonfly King é o único que não corre da responsabilidade, e nem precisa de uma gentalha lhe protegendo, apesar de uns insetos chatos rodearem o local do duelo. Com o Dragonfly King não tem enrolação. Em sua fase, na hora do combate, é ele que aparece para você e não o contrário, como acontece com os outros chefões.

Características[editar]

O poema de entrada do Rei Libélula

Dragonfly King é um tremendo monstro malvado, com cara de diabo, mas sorridente. Grandalhão e horripilante, Dragonfly King carrega com uma mão só uma espada quase do tamanho de Chakan. Além disso, carrega um escudo gigante (em comparação ao tamanho de uma pessoa normal) com um desenho de uma caveira alienígena.

Chakan perto de ser empalado

O Dragonfly King é um monstro bombadão, barrigudão, com uma pinça enorme em sua pata/cauda. Nem mesmo as asinhas de borboletinha deixam Dragonfly King perder sua macheza pois quem foi rei nunca perde a majestade, ainda mais quando você é uma libélula.

Originalidade[editar]

Os criadores do jogo estavam bastante inspirados e com a criatividade no alto, menos na hora de criar o Dragonfly King. Na hora de criar o quarto chefão, inventaram de pegar outro artrópode e colocar um título de nobreza nele. O jogo, que já tinha a Rainha Aranha, passou a ter um Rei Libélula. Além disso, também usaram a cor roxa nesse chefão. Felizmente adicionaram uma espada e um escudo, assim ficou um plágio mais elegante.

História[editar]

O Portal de Entrada com a cara malvada e sorridente do Dragonfly King

O Rei Libélula é um monstro com milhões de anos. Ele tinha convivido com os dinossauros e com o Cid Moreira na pré-história. O Rei Libélula comandava tudo naquela época. Foi ele que ordenou a extinção dos dinossauros que não queriam mais obedecer suas ordens.

O tempo foi passando e o Rei Libélula foi perdendo seu poder. No período atual (atual nos anos de Chakan) o Rei Libélula voltou para tentar reconstruir seu império. Começou criando um pequeno país na América Latina para comandar e hoje (hoje nos tempos do Chakan) quer dominar o mundo. Somente uma pessoa pode combatê-lo: não é o Chakan; é o Batman!

Táticas[editar]

Para combater o Dragonfly King, não há tática de guerra. A única coisa que você pode fazer é suplicar por sua vida, ou morrer como homem. O Dragonfly King irá te atacar por todos os lados então não há poção que faça diferença. Você pode ter sorte e matar o Dragonfly King, mas você nem vai saber como fez isso.

Ver também[editar]