Dublin

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Viking.jpg
97565m.jpg
HA HA! SAVE THE LEPRECHAUNS!!!

Este artigo é irlandês. Ele mora no fim do Arco-Íris, fala Galês misturado com Inglês, bebe cerveja até desmaiar, resistiu aos Vikings e agora aguenta chuva o ano inteiro. Ele sempre usa um chapeuzinho verde com uma fivela ridícula. Ao ir buscar o seu tesouro, procure por um leprechaun que ele realizará um desejo pra você. E ele não é inglês!!

Cquote1.png Du-du-du o quê? Cquote2.png
Você sobre Dublin

Cquote1.png É a capital da irlanda idiota! tem um senso populacional de cerca de 1 milhão de habitantes e que odeiam o povo do reino unido! Cquote2.png
Nerd respondendo o que é
Cquote1.png Tenho Medo Cquote2.png
Regina Duarte sobre Dublin
Cquote1.png Morro de medo daquela cidade! Na última vez arrancaram minha calcinha! Cquote2.png
cidadão escocês sobre Dublin

Um típico jornal de Dublin.

Dublin é a capital capitalista da Irlanda. Pelo simples fato de ter sido colonizada e habitada boa parte de toda a sua história pelos anglo-saxões; a cidade tem um povinho muito loiro. Na cidade, 97% da população é Brasileira(pagodeiros e que não falam inglês por preguiça de praticar e só andam com brasileiros), 2% Irlandeses e 1% Asiaticos.

Conhecida pela sorte que ela exerce sobre seus habitantes a cidade é uma das mais visitadas na Europa; sendo a segunda mais visitada por Americanos pelo fato de boa parte da população da terrinha do Tio Sam ser descendentes de tais. Os irlandeses são um povo feliz por causa de tudo; do clima, do país, da bandeira e até mesmo pela não-violência lá praticada; a violência é tão escassa que os policiais por não trabalharem são geralmente chamados de vagabundos. Pela boa conduta do povo irlandês; geralmente quando alguém assassina alguém ou rouba é chamado de “turista”.

Tabela de conteúdo

[editar] Cotidiano

O fato de a cidade ser alegre; ás vezes atrai milhares de habitantes de Glasgow e Londres (capitais da Escócia e da Inglaterra) que costumam justamente ser a concorrente em turistas de tais. Por conta de confusões em bares serem freqüentes e a policia por experiência própria não trabalhar acaba por haver uma determinada lei na cidade que diz: “Briga de bar é legal. Mas se cometer atitudes de turista (assassinato) será preso.” Por esse motivo os descendentes geralmente ruivos dos Irlandeses nos Estados Unidos são conhecidos como: “Os valentões” e São especializados nisso só pelo fato de ter o sangue alegre irlandês.

A maioria de outras escolas de outros países até tentaram investir em valentões, mas nenhum deles bate como os irlandeses por não ter o sangue laranja nas veias.

Cidadão da cidade.

[editar] História

A cidade de Dublin tem uma história tão empolgante como qualquer outra cidade irlandesa.

Uma folha muito comum na cidade.

A cidade de Dublin foi fundada em 1200 por um grupo de soldados Saxões que voltavam de um saqueamento na Escócia. Eles montaram um barzinho próximo á onde acampavam. Porém não sabiam que tal ilha era completamente desabitada por vida humana. Assim; os saxões logo foram embora com medo dos indios que não existiam em tal local. Assim deixaram suprimentos e tudo. Anos mais tarde os Vikings Noruegueses passeavam pelos Mares após saquear a Dinamarca e viram a cidade- deserta. De inicio decidiram dar o nome de Port-Bhellyn mas pensando melhormente á respeito do nome eles se decidiram: será o nome da cidade o primeiro som que a pessoa fizesse. Todos assim seguraram os gases pois não queriam que a cidade se chamasse FFFIIIUUUUUUZZZZZ assim um viking bêbado deu um soluço em norueguês que dizia mais ou menos assim: Hugink! porém como o chefe bárbaro tinha muita cera no ouvido entendeu como Dublin! e assim se deu o nome da cidade.

Após um tempo os saxões passaram á se misturarcom os vikings formando um povo meio loiro e meio ruivo mas muito fanfarrões. E assim nasceram os dublineses.

[editar] Rivalidade

Os irlandeses guardam uma grande rivalidade com a Escócia pelo fato de considerá-los fresquinhos com suas saias e gaitas de fole. Assim pelo simples fato de o prefeito não conseguir impedir a agressão contra os escoceses ele decidiu logo legalizar isso; decretando a agressão pró-escoceses totalmente legais.

Assim para manter viva a tradição batedeira da Irlanda os pequenos loirinhos da Irlanda eram levados e testados suas forças para aprenderem como melhor levantar saias antes de chutar a bunda dos escoceses.

[editar] Brasileiros em Dublin

Por ser um destino muito barato para os intercambistas pobres paulistanos, é um destino muito comum pra quem quer sair do Brasil e tentar a vida na Europa, além de ser uma boa opção pra quem quer incrementar seu português, espanhol ou até mesmo francês! Isso porque o inglês falado na cidade tem um sotaque tão ruim que nem as pessoas que falam inglês como língua materna conseguem entender o inglês falado lá. Outro fator que contribui o melhoramento do português é a quantidade de paulistanos na cidade, sendo considerada a segunda maior colônia desses brasileiros fora do Brasil, logo depois do Japão. As atividades comuns desses brasileiros são: falar mal dos irish, apanhar dos knackers, roubar copos no Temple Bar, deitar nos parques no verão e ficar debaixo do sol como se nunca tivessem visto tempo ensolarado antes e tirar fotos orkutizadas nos pontos turísticos da cidade.

[editar] Knackers

Esse tipo irlandês são caracterizados pelos moletons cinzas e por se encontrarem sempre bêbados nas ruas. Não tem emprego, sendo mantidos pelo governo da Irlanda com uma pensão vitalícia. Seu principal hobbie é xingar e muitas vezes jogar garrafas e outros objetos nos estrangeiros, principalmente brasileiros.


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas