Dubstep

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Olá amiguinho? Está procurando aquele somzaum zuero que seu iutuber usou no último video dele?
Se a resposta for sim, o artigo desse barulho som é esse.



Dubstep é um estilo musical derivado do Raggae e que tem como principal atrativo, músicas em repetitivos wowowwoowowow..., dando ao ouvinte a sensação de estar numa sala de testes de caixas de som. Soa como um Dub acelerado, ou ainda, um Drum and Bass (bem) mais lento, ficando ali no meio termo.

Um típico DJ do estilo.

Foi um ritmo bem mainstream por volta de 2009, 2010, quando alguns dançarinos do balé de bolshoi criavam vídeos em que faziam performances de dança estilo velho com reumatismo sob o sobre um Dubstep que mais se pareciam com músicas do Swizz Beats. Depois disso, veio o Brostep, que roubou até os artistas do gênero, o que fez com que o Dubstep voltasse ao undergroundismo e obcurantismo de outrora.

História[editar]

Como qualquer gênero de música eletrônica, o Dubstep também surgiu no BBC Radio 1, no fim dos anos 90, quando alguns DJ enviaram a emissora algumas fitas cassetes com algumas tracks com o que eles tinham feito de melhor usando o sample do Zion Train de Bob Marley e algumas batidas adquiridas por meio da assinatura da revista MAD.

Alguns anos depois, um adolescente pós-púbere, sem ter o que fazer em casa, resolveu fazer download de sons de fundo usados nos quadros da "moça do tempo" e também como música de elevadores. Acrescentou uma batida dubesca, enfiou uns wowowowoobs e mandou para a Gravadora Tempa. Por ser uma gravadora underground londrina, então lá eles aceitavam qualquer coisa. O nome artístico escolhido por aquele jovem foi Skream.

A Tempa, que só vendia (e ainda vende) seus discos em bacanais da aristocracia inglesa regadas a muitas doses de LSD, tornou aquele jovem famoso, pois aquele público-alvo da gravadora confundiu o EP com uma cartela do lisérgico. De qualquer forma, eles compraram, o que ajudou a dar uma alavancada na carreira [musical, não de cocaína] do artista e deu visibilidade ao estilo musical.

Atualmente é ouvido por aqueles que querem se sentir especiais comentando na internet:

Cquote1.png LOk guys! this is Dubstep, not <Brostep_artist>!! he's fucking garbage11 Cquote2.png
Fã do gênero, em qualquer música de um artista do gênero

Além de outros olha como sou especial, gentii! da internet, já que seus ouvintes tem vontade de cometer suicídio em razão do estilo ser irritantemente monótono.

Características[editar]

O estilo tem graves como a de uma caixa de som estourada ou distorcida. Apesar de algumas vezes fazerem um kibe explícito do Raggae, o Dubstep apenas varia nos tipos de wowowow, se a música tem mais os (wooowoowoowoow) ou se ela tem mais ws (wwwwoowwwwwwoowwowowwww), se o grave vai ser socado, como se estivesse sendo ouvido num fone de ouvido da Multilaser, ou se vai ser discreto igual aqueles que tem no teste de microfone da Igreja, enfim.

Como pode ver, o Dubstep, por si só já enjoa, a ponto de nenhum ser humano conseguir passar mais que 1h ouvindo isso.

Principais Artistas[editar]

O estilo tem de artistas o Burial, Skream, Rusko, Loefah e alguns que começaram no estilo, mas depois deram cabo partindo para outros estilos como o Excision, Datsik, SKisM's GoT a Big BooMSticK (hoje o SKisM do Brostep).

Subgêneros[editar]

  • Drumstep
  • Riddim, um estilo criado para o
  • Brostep, variante do estilo musical voltado para as crianças de 6 a 12 anos de idade