ETC

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Monalien.jpg ┘¶Æ╦Ù⌂ï◙ Ð˧©Î©£ØÞѮÐÎÅ !!!

Este artigo contém altas doses alienígenas! Não estranhe se encontrar uma sonda no cu dedão do seu pé ao terminar de ler este artigo. Se vandalizar, um Predador enfiará uma sonda em você!

Alienwantyou.jpg
Cquote1.png Ora, se eles querem comida, têm que trabalhar e ganhar dinheiro para comprar. Cquote2.png
ET de Varginha, ícone da cultura pop, sobre o ETC.

"[Do lat. et coetera.] 1. Abrev. de et cetera, ?e as demais coisas?, us. no latim medieval como fórmula em certos atos jurídicos, e modernamente para evitar uma longa enumeração."

~ Aurélio, sobre ETC, minutos antes de ser abduzido.

"TEMOS FOME!"

~ Cartaz de um plutoniano sobre o ETC.

"O planeta de vocês deve ter comida, voltem pra lá!"

~ Profeta louco, sobre o ETC.

"Não dá, Plutão não é planeta."

~ O mesmo plutoniano, respondendo ao profeta.

"Ai meu sanduiche, meu sanduiche. Não vou dividir meu sanduiche."

~ Nhonho, sobre o ETC.

" Seu Sanduíche-iche-iche pode ter um valor nu nu-nu nu tri-tri-tri... adequado!!!"

~ Ruth Lemos, sobre o Sanduiche-iche do Nhonho.

Muitas pessoas pensam que ETC é a forma reduzida para "et cetera", mas estão todas enganadas. ETC, na verdade, se trata da sigla para Extraterrestres Também Comem, protesto contra a recusa do povo terreno a dividir os produtos da indústria alimentícea com nossos vizinhos áliens.

Álien integrante dos manifestos do ETC.

Origem do protesto[editar]

Começou a uns 60 anos atrás, quando toda a produção de tomates foi levada para uma cidade qualquer da Espanha, para que um bando de desocupados jogassem uns nos outros, só para que a cidade ganhasse um título idiota pela maior guerra de comida no mundo. Mas as pessoas se empolgaram e, depois que acabaram todos os tomates, passaram a se digladiar com qualquer tipo de porcaria comestível que encontravam.

Ao final de dois meses de guerra sangrenta, havia uma camada de dois metros de comida pelas ruas da Espanha e dos países vizinho. Comida esta que foi recolhida, triturada e servida ao rebanho suíno da Mongólia como lavagem. Depois disso tudo, o Mundo sofreu um grande racionamento de comida onde qualquer desperdício era severamente punido.

Daí então um profeta louco difundiu a ideia de que a comida da Terra era para o povo da Terra e estimulou a grande massa de nerds de todo o planeta a se recusar a dividir a comida com os extraterrestres. Indignados, os áliens iniciaram o ETC.

Difusão do protesto[editar]

"Alienígenas da terra, uni-vos!" é a frase constantemente repetida pelos líderes do manifesto. Desde que começou, o ETC tem se difundido das mais diversas maneiras e pelos mais diversos meios. O próprio Steven Spielberg fez uma alusão ao protesto no filme ET, pela constante e chata repetição das palavras Et - Telefone - Casa, por parte do chato Et. Também já houve uma passeata em frente à porta do Inferno para que o Demongo carbonizasse todos os seres humanos e estes servissem de alimento. O Demongo negociou com os áliens, mas os resultados dessa negociação não chegaram à midia, embora o número de incêndios com mortes humanas tenha aumentado perceptivelmente de lá para cá.

Os protestos também visam a diminuição do abusivo preço das batatas Pringles.

Objetivos do protesto[editar]

O protesto constante dos alienigenas visa, basicamente, que uma porcentagem de toda a comida produzida seja reservada para eles. No entanto, eles também têm objetivos específicos, como o combate ao cheiramento de gatinhos, visto que churrasco de gato é um dos pratos prediletos dos Ets, e o extermínio dos cães bulímicos, que todo ano regurgitam várias toneladas de nutritiva ração.

Os extraterrestres também são a favor da diminuição do preço das batatas Pringles.

Porque diabos os alienígenas não voltam para seus respectivos planetas?[editar]

Porque a economia deles está sensivelmente ligada ao comércio de OVNIs, no Acre. Abandonar um mercado tão produtivo seria um suicído econômico.