Economista

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Icon tools.png Economista
Ladrão, vidente

Ganancia20.jpg

Lema O que é seu, é meu. O que não é, ainda será.
O que faz Previsões que (nunca) se concretizam
Utilidade Alto Alta - Planejam a economia (que sempre dá errado)
Popularidade Adorados/Odiados (depende do momento)
Salário Alto Alto
Empresa Bancos, multinacionais e bolsas de valores
Sindicato Sindicato da Previsão
Profissionais Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Delfin Netto e Roberto Justus
Ex-Profissionais Karl Marx e Rogério Ceni
Na ficção Tio Patinhas
Animal Mico-Ladrão-Dourado
Planta Árvore de $$
Padrinho da Profissão
Male Icon.png
Silvio Santos
Madrinha da Profissão
Female Icon.png
Mãe Dináh



Discionario em png.PNG
O Descionário possui um verbete sobre Economista
Exemplo da loucura que pode advir da cabeça de um economista.

Cquote1.png Você quis dizer: Astrólogo Cquote2.png
Google sobre Economista
Cquote1.png Depende... Cquote2.png
Economista sobre a melhor aplicação
Cquote1.png Depende... Cquote2.png
Economista sobre a política econômica
Cquote1.png Depende... Cquote2.png
Economista sobre qualquer outra coisa
Cquote1.png Nem um, nem outro... Cquote2.png
Economista sobre mais outra coisa
Cquote1.png Estamos em um nível aceitável de desemprego. Cquote2.png
Economista do governo (ainda empregado)
Cquote1.png Acerto mais previsões! Cquote2.png
Mãe Diná sobre Economista
Cquote1.png Esses carinhas da pesada vão inventar muitas fórmulas e cálculos de outro mundo que vão aprontar altas confusões na sua cabeça Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre Economista
Cquote1.png Caramba, acho que estou precisando de um economista! Cquote2.png
homem moribundo em seu leito de morte
Cquote1.png Os pressupostos da sua teoria nada mais são do que um caso particular da minha Cquote2.png
Economista A sobre Economista B
Cquote1.png Os pressupostos da sua teoria nada mais são do que um caso particular da minha Cquote2.png
Economista B sobre Economista C
Cquote1.png Eu Discordo Cquote2.png
Economista sobre Economista
Cquote1.png Os pressupostos da sua teoria nada mais são do que um caso particular da minha Cquote2.png
Economista C sobre Economista A
Cquote1.png Eu leio obras de grandes economistas, como o Dow Jones... Cquote2.png
Pedrinho sobre Economia
Cquote1.png Vá fazer um curso no Senai. Cquote2.png
Dilma Rousseff sobre economista desempregado

Economista é um profissional pago para adivinhar coisas erradas sobre a economia. Sim, adivinhar. Os economistas passam cinco anos em uma faculdade para aprender a entoar corretamente o mantra da profissão: "Depende..."


Seu tempo de trabalho é dividido da seguinte forma: 50% do tempo eles passam fazendo modelos sobre o futuro, e a outra metade explicando porque suas previsões não aconteceram.

Definição[editar]

Você pode perguntar qualquer coisa a um economista (na União Soviética, um economista pergunta para VOCÊ!). A primeira palavra que sairá de sua boca será "Depende", seguida de uma verborragia de bobagens como elasticidade cruzada da demanda, oferta agregada ou macroeconomia do ponto de vista da produção. Se isto começar a acontecer, cubra os ouvidos e comece a Correr pra Caralho; o economista estará atingindo massa crítica. Também é de bom tom e moral usar abreviações para tudo; não se pode ser um respeitado economista escrevendo-se "o que eu previ ontem não aconteceu hoje porque tudo depende", mas sim "o que E. PREV. HJ. N-Ac., porque as variáveis são infinitas".

Em resumo, economistas são seres que acreditam saber tudo o necessário de Matemática, Administração, Contabilidade e Direito, sem saber direito porra nenhuma sobre nada disso. Elaboram complexas teorias e conclusões dignas da genialidade de Newton e Einstein como "As pessoas respondem a incentivos" (meu cachorro também) e a teoria do "Learning by Doing", a qual preconiza que quanto mais um grupo faz uma coisa mais ele aprende (é mesmo?). São capazes de pagar um ao outro US$ 20.000,00 para comer merda, e, mesmo não ganhando nada, ficarem felizes por terem efetuado um movimento econômico de US$ 40.000,00

Hino de um economista lendo um gráfico sobre as forças de mercado[editar]

Vai descendo, baby Vai subindo, baby Me instigando Que eu quero te provar Eu tenho o que você quer Você tem o que é meu Cê sabe bem o que é Ôoo (3x)

Vai descendo, baby Ai, vai subindo, baby Que eu quero te provar Ai, vai subindo, descendo, subindo, subindo

(Mc Koringa)

Eu gosto quando você desce Gosto quando você desce menina Se faz de santinha, mas desce no chão Sabe quebrar no pique da batida Rebola, me excita, que o clima tá bom Então vem dançar, vem mexer Requebrar, pra valer Vem sem medo

(Mr. Catra)

Me dá água na boca, Ela mexe bem louca Não vou marcar touca Como é bon provin Chega mais, vem cá Pra arte de amar Faz um merecer Te faço delirar Se vira pra causar Faz o bico parar A balada pega fogo é só ela chegar

Desce bem gostosinho Aqui na minha frente Com cara de safada Tonteia a minha mente A festa tá lotada Parece que estamos a sós Carícias coreografadas Tipo nos lençóis

A dança se mistura Com a pegação É mão naquilo e aquilo na mão Muita ousadia e muita sucessagem Meu, mané covardia Que tesão Que viagem

(Naldo)

Vai descendo, baby Ah, vai subindo, baby Me instigando Que eu quero te provar Eu tenho o que você quer Você tem o que é meu Cê sabe bem o que é Ôooooooooo (x2)

Eu gosto quando você desce

Oi Vai descendo, baby Oi, vai subindo, baby Oi vai descendo e subindo e descendo

Oi Vai descendo, baby OI, vai descendo, baby Oi vai descendo e vai descendo, baby

Oi Vai descendo, baby Oi, vai subindo, baby Me instigando Que eu quero te provar

Oi Vai descendo, baby OI, vai subindo, baby Oi vai descendo e vai descendo ôooo

Economista, pronta para atacar seus desafetos

Um experimento sobre aplicabilidade da ciência econômica[editar]

Walras, um dos mais importantes economistas de todos os tempos. Morreu louco, internado em um hospício francês.

Foi feito um experimento com três voluntários, um matemático, um físico e um economista, com o intuito de se analisar como esses três profissionais regiam a certas situações de tensão. O método consistia em trancá-los em três salas separadas por uma semana, fornecendo apenas um quadro negro, uma caixa de giz e uma lata de conservas (sem abridor de latas).

Após uma semana, as salas foram abertas:

  • Na primeira sala, encontraram o matemático quase morto, com o quadro negro cheio de cálculos e a lata de conservas amassada e vazia, aberta com várias pancadas.
  • Na segunda sala, encontraram o físico bastante abatido, com o quadro negro ainda mais cheio de cálculos e a lata de conservas aberta e vazia com um só golpe.
  • Na terceira sala, encontraram o economista morto, a lata de conservas fechada e intacta e o quadro negro repleto de parágrafos, citações, frases, gráficos, matrizes, modelos econométricos, etc.

Curiosos para saberem o que ocorreu, os cientistas foram até o quadro negro, onde lia-se: "...partindo-se do pressuposto teórico da posse de um abridor de latas padrão..."

Tipos de estudantes de economia[editar]

São estes os 3 tipos de estudantes de economia:

  • Achei-que-era-parecido-com-adm: 50% dos estudantes de economia entram na faculdade loucos para aprenderem logo alguma coisa de finanças para poder ganhar mais de 50 mil por mês e aplicar na bolsa de valores. Ficam frustrados quando percebem que precisam gastar horas preciosas com bobajadas como história econômica, história do pensamento econômico, desenvolvimento econômico, macroeconomia, economia monetária, etc. Com o tempo se preparam para trainee e dão graças à Deus por não terem estudado matérias como "Aprendendo a Arte de Liderar" na Administração.
  • Quero-ser-funça-público-e-mamar-na-teta-do-Estado: 45% dos estudantes de economia entram na faculdade pq não passaram em direito ou qualquer outro curso bom para fazer concurso. Economia acaba como um second-best: "Muito melhor que fazer alguma outra ciência social..."
  • Quero-mudar-o-mundo: 5% dos estudantes de economia são sociólogos, ou historiadores, ou geógrafos, ou cientistas políticos, ou filósofos enrustidos, mas que não têm medo de matemática (ou não). Verifica-se nestas espécimes de economistas a mesma tendência de atraso na formatura verificada nos outros cientistas sociais. Também curtem uma birita, um livrinho do Sartre, uma ervinha, uma depressão, uma revolução e uma mesada dos pais.

Uma verdade inconveniente[editar]

Como você faz para ter três opiniões diferentes sobre um assunto? Resposta: Coloque dois economistas para debater.

Algumas mensagens para economistas no dia nos namorados[editar]

  • Você elevou minha taxa de juros sem corresponder uma queda no entusiasmo por consumo!
  • Apesar de uma década de inflação, eu ainda continuo na sua curva de oferta.
  • O que você acha de nos re-medirmos nossa elasticidade cruzada?
  • Um estímulo adicional pode resultar em uma expansão descontrolada.
  • Diga-me quando minhas expectativas são racionais.
  • Vamos assumir a hipótese de um quarto e de uma garrafa de vinho.
  • Você incitou o espírito animal (animal spirit) de meu mercado.
  • Minha demanda por você é inelástica a qualquer variação no preço.
  • Minha preferência por você já foi revelada
  • Seu amor por mim tem retornos crescentes de escala!
  • Você maximiza meu bem-estar
  • Vestido novo? Você ficou ótima de pareto com ele
  • Eu nem preciso da minha reta orçamentária pra saber que você foi minha escolha ótima!
  • Nem uma tesoura marshalliana é capaz de cortar minha ligação a você!
  • Você é meu bem complementar perfeito!
  • E aí amor, tá afim de fazer um swap cambial reverso?
  • Você eleva o ânimo do investidor aqui. Por que você não abre o mercado e me deixa fazer uma aplicação no seu derivativo?
  • Olha, eu posso não ser pregão noturno, mas vou te fazer gritar a noite inteira, se é que você me entende.

As perguntas que mais deixam os economistas putos[editar]

  • Você já aprendeu a economizar dinheiro?
  • Por que ninguém elimina a inflação?
  • Por que você usa esse modelo?
  • Por que ninguém acaba com as crises?
  • Socialmente, pra que serve o mercado de ações?
  • Por que a TV encobre os déficits do governo?
  • Pra que serve um economista?
  • Você é rico mesmo?
  • Pra que diabos o Gustavo Borges fez economia em Michigan?
  • Pra acabar com a pobreza, por que o governo não fabrica dinheiro e dá aos pobres?
  • Você economiza energia?
  • Dinheiro traz felicidade?

Economistas trocando lâmpadas, em um modelo de equilíbrio geral[editar]

  • Quantos economistas da Escola de Chicago são necessários para trocar uma lâmpada?
Nenhum. Se a lâmpada precisa ser trocada o mercado fará isto por si próprio.
  • Quantos economistas neoclássicos são necessários para trocar uma lâmpada?
Depende do nível dos salários.
  • Quantos economistas laissez-faire são necessários para trocar uma lâmpada?
Nenhum. A escuridão fará com que a lâmpada se troque automaticamente.
Nenhum. Se o governo não se intrometer, a lâmpada se trocará por si só.
Impossível. Todos os economistas estarão esperando a mão invisível do mercado corrigir o desequilíbrio na iluminação.
  • Quantos estudantes de doutorado em Economia são necessários para trocar uma lâmpada? (perguntado para um aluno)
Estou escrevendo minha tese neste assunto. Deverei ter uma resposta para esta questão daqui a 5 anos.
  • Quantos economistas keynesianos são necessários para trocar uma lâmpada?
Todos. Assim gerará mais empregos, aumentando o consumo, deslocando a demanda agregada para a direita...
  • Quantos economistas do Banco Central são necessários para girar uma lâmpada?
Apenas um. Ele segura a lâmpada e a terra gira em torno dele.
  • Quantos economistas marxistas são necessários para girar uma lâmpada?
Nenhum. A lâmpada contém as sementes de sua própria revolução.
  • Quantos economistas são necessários para trocar uma lâmpada?
Isto é irrelevante. As preferências da lâmpada são dadas.

Economistas famosos[editar]