Édgar Vivar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Edgar Vivar)
Ir para: navegação, pesquisa
Édgar Nhonho Barriga Vivar
Srbarriga.jpg
Pague o aluguel!
Nascimento 28 de dezembro de 1944
Cidade do México, Distrito Federal
Nacionalidade Mexicana, Bandeira do México México

Cquote1.png O Nhonho e o Seu Barriga eram interpretados por atores diferentes. Cquote2.png
N00b sobre Édgar Vivar

Édgar Vivar é o cara que interpretou o Nhonho e o Senhor Barriga no seriado Chaves, portanto se você era um dos idiotas que acreditava que ambos eram atores diferentes, fique sabendo que NÃO ERAM!!! Claro, a Desciclopédia podia estar mentindo como outras vezes, mas neste caso tem que ser muito anta mesmo para não perceber que é a mesma pessoa!

Descrição detalhada do espécime[editar]

Vivar e seus dentes magníficos!

Por mais incrível que possa parecer, Édgar Vivar também é médico. Levando em conta sua obesidade, não é de se estranhar que ele tenha fracassado na medicina e optado por virar comediante... Em 1964, passou a trabalhar no rádio e no teatro até 1970, quando conheceu Roberto Gómez Bolaños e foi convidado pelo mesmo para fazer parte do programa Chespirito.

Vivar sempre foi o mais sem graça do elenco, pois a única coisa engraçada nele sempre foi sua gordura, motivo pelo qual o humorista via-se obrigado a manter-se obeso o tempo todo. Com o término do Chespirito, Vivar foi um dos poucos membros do programa que conseguiu manter uma carreira sólida de ator, participando de novelas e até filmes de projeção internacional como Bandidas, ao lado das gostosas Penélope Cruz e Salma Hayek. Em alguns desses trabalhos, chegou a reencontrar sua antiga colega Florinda Meza, agora produtora da Televisa.

Como agora havia se convertido em um ator sério e não mais um humorista, Vivar já não tinha mais motivos para permanecer gordo e então decidiu emagrecer antes que tivesse um infarto. Ao contrário da tua mãe, que vive fazendo dietas que não adiantam porra nenhuma, Vivar utilizou suas habilidades médicas e se auto-operou, cortando fora metade do estômago e perdendo cerca de 70 kg. Porém, seu dublador brasileiro foi então amaldiçoado com sua saúde podre e ficou diabético, falecendo no final de 2005.

Apesar de ter feito um relativo sucesso em atrações como A Noviça Rebelde, O Orfanato e Vila Sésamo, Vivar enjoou da mídia por esta interessar-se muito mais em seu peso do que em sua carreira e aposentou-se como ator, abrindo um circo e tentando vaga de cantor como dublê do Plácido Domingo.

Ver também[editar]

Hamburger.png

Édgar Vivar é obeso(a), ou está "acima do peso"

Faz tempo que Édgar Vivar não vê os próprios pés.

Clique aqui para conhecer outros elefantes, se ainda sobrar espaço.