Educação Física

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Night creature.JPG
Educação Física surgiu das trevas!!

Vamos mergulhar o mundo nas trevas!!

Puro osso.gif


Clique e venha fazer parte de nosso projeto!!
Projeto Desconhecimento

Este artigo de Ciências ganhou nota B, sendo considerado de Boa qualidade

Visite a discussão do artigo ou o projeto e Conheça-nos

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Educação Física.
Homer Simpson adepto da Educação Física
Praticante de Educação Física

Cquote1.pngVocê quis dizer: VagabundagemCquote2.png
Google sobre Educação Física

Cquote1.png O mais baixo da escala do trabalho Cquote2.png
Boris Casoy sobre Educação Física

Cquote1.png É uma barbada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre Educação Física

Cquote1.png Hoje é aula de futebol I ou II? Cquote2.png
Aluno de Educação Física

Cquote1.png É aula de peteca III Cquote2.png
Aluno de Educação Física respondendo a pergunta acima

Cquote1.png Vagabundo! vagabundo! vagabundo!!! (+800x) Cquote2.png
Gilberto Kassab sobre educador físico

Cquote1.png Na União Soviética, VOCÊ enrola o Professor de Educação Física! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Educação Física

Cquote1.png Qual a semelhança entre Rubinho e o curso de Educação Física? Resposta: Qualquer um passa! HAUHAU Cquote2.png
Engraçadinho sobre Educação Física

Cquote1.png Medicina é difícil, Engenharia é muito complicado, Fisioterapia é muito complexo, Artes Cênicas é fácil, mas é coisa de viado. Acho que vou fazer Educação Física mesmo... Cquote2.png
Estudante de Educação Física sobre Educação Física


A Educação Física é um subcurso destinado à pessoas que desejam ganhar a vida sem esforço intelectual. Já o esforço e desempenho físico desses profissionais são destinadas em atividades esportivas, da qual não existe a necessidade de qualquer qualificação profissional para isso. Os profissionais dessa área também se destacam nas academias, ao malharem diariamente por horas para possuírem um tônus muscular excessivamente desenvolvido, repercutindo em dificuldades para higienizar o próprio traseiro por conta da espessura dos braços que limitam certos movimentos. Além da sua intensa ocupação com venda e fornecimento de anabolizantes para acéfalos que possuem igual conduta. Este profissional também possui elevado reconhecimento nas escolas, ao dispor de bolas para as crianças se matarem na quadra do colégio, enquanto o profissional desta área paquera as pedagogas que são dotadas de mal gosto admiração pelo seu porte físico.

Didaticamente falando, a Educação Física consiste em um matéria escolar considerada obrigatória pela maioria das instituições de ensino. É possível conseguir uma dispensa alegando motivos como: alergia a agitação muscular, falta de tempo, preguiça cronica aguda, etc.

Tabela de conteúdo

[editar] História da Educação Física

Esta profissão teve origem na Roma Antiga com o exército, da qual César convocava toda a população masculina para se alistar e compor o batalhão do império, da qual estes soldados recebiam treinamento intenso para a desenvolver força e resistência para invadir os impérios vizinhos, e tomar posse de toda a Europa e da Ásia...

Com o passar dos anos e conquista de diversos reinados, tomando posse de meio mundo (melhor, do mundo inteiro), coube ao imperador romano a difícil missão de decidir o que fazer com aquela gigantesca tropa de marmanjos desocupados (vagabundos) que teve um crescimento intensamente elevado com o domínio de novos territórios, que permaneciam sem nenhuma atividade produtiva, tanto por preguiça dessa cambada, quanto por falta de ocupação propriamente dita, uma vez que as mulheres tomaram conta das demais atividades para se manterem enquanto os homens participavam das guerras, na qual elas perceberam que não precisavam dos homens para mais nada, tampouco aceitavam esse peso morto novamente em suas vidas. A partir daí que surgiu a Educação Física, como meio de ocupação e entretenimento para gente preguiçosa, e a partir disso é que surgiram a maioria das modalidades esportivas no Continente europeu, para suprir esta demanda.

Com o tempo, a Educação Física deixou de ser "atividade" dos quartéis e passou a ganhar as escolas por imposição do Ditador Getúlio Vargas, por conta do excesso de crianças obesas paga lanche nos colégios, por conta do surgimento da Televisão no Brasil nesta época, da qual deixavam de brincar nas ruas para se envolverem na telealienação, que num futuro próximo custariam caro ao governo por causa da sua obesidade com tratamentos no SUS, reforçada nos dias de hoje com o pressuposto de atividade para a manutenção da saúde.

[editar] Profissional de Educação Física

Um aluno muito bem orientado por um Professor de Educação Física, com alimentação balanceada e rotina de exercícios contínuos para desenvolver a saúde
Típico Professor de Educação Física, apreciador de anabolizantes e luta livre...

Normalmente, o profissional da Educação Física se caracteriza como um surfista urbano, e assim como um rato permanece correndo ininterruptamente em uma roldana, muitos profissionais desse área permanecem com atividades semelhantes nas academias, puxando ferro todo dia o dia todo, para ficar com o físico de Hércules que combina perfeitamente com a blusinha da irmã mais nova. Assim como as mulheres (isso quando não são obesas) que cuidam do seu aspecto físico até arranjar um trouxa marido, para posteriormente assumirem sua forma de barril, ou um jogador de futebol para pagar suas lipos e próteses.

Outra atividade muito freqüente desses profissionais é o fornecimento e venda de anabilizantes, da qual normalmente são remádios para tonificar os músculos de cavalos, que são intensamente comprados por acéfalos que desejam ter músculos rapidamente sem esforço, se em que de qualquer forma isso não deixa de ser adequado, pois não faz muita diferença dar remédios de cavalo para burros.

Estes profissionais também possuem grande destaque nas escolas. Os professores de Educação Física são muito apreciados pelos alunos uma vez que a sua disciplina consiste em uma pausa entre tarefas realmente importantes para o desenvolvimento social, intelectual e pessoal dos alunos (ou não), ao dispor das suas técnicas altamente elaboradas e desenvolvidas nos quatro anos de formação desta profissão na universidade, como distribuir duas bolas, uma de vôlei para o grupo de meninas e uma de futebol para os meninos se matarem na quadra ou pátio do colégio. Outra técnica muito utilizada por estes profissionais é a utilização de jogos de mesa, como xadrez, ludo, dominó, entre outros, para os dias de chuva, quando a escola não dispõe de quadra coberta, ou senão de cones, cordas e sucatas quando desejam mostrar serviço e de que a profissão possui alguma utilidade para justificar seu salário para a direção da escola, embora qualquer pedagoga ou pirralho poderia assumir as suas atividades sem qualquer formação específica ou preocupação.

[editar] Perfil do educador físico

Alunos de Educação Física praticando Yoga após uma confraternização com a turma na universidade...

A principal característica para ingressar numa faculdade de Educação Física é hipocrisia, pois grande parte dos estudantes desse curso são pessoas que falam e se preocupam intensamente com a saúde, na qual muitas vezes condenam alimentação gordurosa, carnes vermelhas entre outros tipos de alimentos, como doces, chocolates, refrigerantes, entre outros, por conta da elevada concentração de calorias e açúcar, tudo em prol da uma regular massa corporal e esquiva da possibilidade de engordar, mas paradoxalmente, eles não percebem absolutamente nada de errado com anabolizantes, com suplementos alimentares industrializados e quimicamente elaborados, além do excesso de bebidas alcoólicas em festas universitárias e eventos diversos.

Outra característica muito freqüente desses alunos é que trabalham para ter resistência para erguer qualquer coisa, menos livros. Existem relatos de que os profissionais dessa área sequer recebem carteirinha de biblioteca, pois uma boa parcela desses indivíduos sequer são letrados, da qual passam quatro anos na universidade batendo bola todos os dias, diferenciando-os dos demais cursos, onde os alunos tem a oportunidade de jogar um futebolzinho somente nos finais de semana nas quadras da faculdade, uma vez que nesses dias os alunos de Educação Física deixam de jogar na faculdade para dar uma malhada na academia, ou para assistir um filme do Schuasneguer que é um ícone entre esses alunos.

[editar] Matérias da faculdade de Educação Física

[editar] Primeiro ano

  • Confecção de petecas 1;
  • Noções básicas do alfabeto;
  • Anabolizantes e seus efeitos;
  • Noções básicas de gandula;
  • Remendos em bolas;
  • Idolatria a Schwarzenegger.

[editar] Segundo ano

  • Confecção de petecas 2;
  • Desamassamento de bolinhas de ping-pong;
  • Que equipamento utilizar para aumentar cada músculo;
  • Lavando machucado do aluninho sem matá-lo 1;
  • Curso básico para 'garoto da água';
  • Aquecimento antes do esporte.

[editar] Terceiro ano

  • Chicotinho queimado
  • Pique-pega
  • Pinbolim
  • Bolinha de gude
  • Lavando machucado do aluninho sem matá-lo 2.
  • Como mexer nos aparelinhos que apertam na avaliação física (quis dizer um adipometro? burro!)
  • Aplicação de anabolizantes

[editar] Quarto ano

  • Convencendo outros que você é um profissional de verdade;
  • A arte de levantar peso;
  • Bambolê;
  • Inventando jogos chatos para seus aluninhos;
  • Como mandar seu aluninho correr em volta da quadra;
  • Noções básicas de como funciona um livro de chamada.

[editar] Quinto ano

  • Jogar futebol;
  • Jogar basquete;
  • Jogar vôlei;
  • Jogar handboll;
  • Jogar ping pong;
  • Jogar peteca;
  • Jogar futebol de botão;
  • "Estágio" (na academia mais perto de casa)

[editar] Atuação Profissional

A Educação Física oferece um vasto campo de atuação, na qual será apresentada algumas áreas;

[editar] Escolar

É uma das áreas mais tradicionais na atuação desses "profissionais" que se dedicam a enrolar os alunos, paquerar as professorinhas, entre outras ações para disfarçar alguma intervenção profissional, principalmente em escolas públicas, na qual representam bem o papel de funcionário público, que é não fazer absolutamente nada. Ou quando muito, dar uma bronca em aluno indisciplinado que jogou a bola na cabeça de alguém, ou lavar algum machucado de aluno Paga lanche chorão, após cair. Coisa que qualquer tia de cantina pode fazer.

[editar] Organizacional

Muitas empresas contratam estes profissionais para enrolar apoiar seus funcionários com ginástica laboral, para evitar que estes sofram de tendinite entre outras lesões por esforço repetitivo, na qual eles seguem uma seqüência de exercícios orientados por um educador físico, que se assemelham a uma Dinâmica de Grupo, que forçam os funcionários a dedicar o seu tempo de repouso para pularem, rebolares e fazer papel de palhaço entre os colegas de serviço.

Típico Paga-lanche satisfeito com os serviços de um educador físico para melhorar sua aparência.

[editar] Academias

Academia é outro ramo de atuação muito comum para o educador físico, assim como um Médico Veterinário, ele prescreve, fornece e administra doses cavalares de anabolizantes, para acelerar o desenvolvimento físico imediato em acéfalos, mesmo que isso resulte em um tumor ou necrose no idiota que faz uso dessa substâncias, que pode perder o membro em poucas semanas. Da qual o profissional que indica essas porcarias normalmente não conhece às consequências disso, pois também é usuário, e mesmo que soubesse, venderia da mesma forma, pois o que ele quer é dinheiro sem esforço (senão teria optado por uma profissão de verdade).

Outra ação comum desses profissionais é a indicação de exercícios absurdos, que podem aleijar uma pessoa, como desvios na coluna, fratura exposta, rompimento de tendões, entre outros ligamentos, ao fazer com que um magrelo erguer 100 quilos, ou um pit-boy malhar por 15 horas seguidas (se bem que é um mérito ferrar com este último).

[editar] Esportiva

Esta é uma uma área que concentra muitos dos profissionais que fracassaram na carreira como atleta profissional (a maioria como jogador de futebol), na qual assumem diversas funções, como preparador físico (os clubes de futebol contratam por ser mais barato que um fisioterapeuta) da qual possuem a importante função de massagear marmanjos e passar spray de mentol quando este sofre alguma falta.

Outra atividade freqüente é a de Gandula nas modalidades esportivas e limpeza de quadras, cuidado de gramados, manutenção de quadras, uma vez que eles detém conhecimentos e disposição física para atender essas necessidades técnicas para desenvolvimento de atividades esportivas.

Raramente ocupam a função e técnico, que normalmente é desempenhada por ex-atletas, da qual tudo o que sabem fazer é cobrar um desempenho do atleta da qual ele não é capaz de obter (muito comum entre "chefes"), por conta da sua barriga sobressalente, conquistada com muito sedentarismo em prol dos seus berros histéricos.

[editar] Personal Trainer

É uma das áreas mais recentes na Educação Física, na qual concentra os profissionais dedicados aos atendimentos em domicílio. Ou pelo menos serve como um álibi para madames manterem em casa um amante sem que isso cause qualquer suspeita ao marido, na qual oferecem na residência do cliente diversos serviços, como massagem, relaxamento, entre outras atividades.

[editar] Veja Também


Matérias da sua escolinha

Escolinha do Professor Raimundo!
Matérias comuns: ABC - Artes - Biologia - Educação Sexual - English - Física - Geografia - História - Português
Matemática - Literatura - Redação - Religião - Química

Matérias menos comuns: Atualidades - Cultura pela paz - Educação Física - Español - Ética - Filosofia - Français
Geometria - Informática - Música - Sociologia

Matérias extintas: Catequese - EBD - Estudos Sociais - Moral e Cívica - OSPB - Puericultura - Retórica - Roubar
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas