Efeito vampiro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Asclepius.png A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um pra fazer seu check-up.
Cquote1.png Sou a maior vítima de Efeito Vampiro! Cquote2.png
Jatobá sobre Efeito Vampiro

Cquote1.png Quando eu tomo uma caninha, todof of Deputadof e Fenadoref ficam meuf amigof.... eita Efeito Vampiro! Cquote2.png
Lula sobre Efeito Vampiro
Cquote1.png Efeito Vampiro...uuhhh... esse Vampiro é bonitão? Cquote2.png
Clodovil sobre Efeito Vampiro

Sobre[editar]

Efeito Vampiro é o equívoco quanto a beleza de outra pessoa devido a falta de luminosidade ou a elevada quantidade de algum elemento inebriante ou alucinógeno, ou maquiagem pesada e roupas largas e escuras.

Normalmente o Efeito Vampiro é percebido por pessoas que possuem hábitos noturnos, ou que sofram de problemas de visão, ou que tenham amigos escrotos. Não há restrição territorial, qualquer pessoa pode estar sujeita ao Efeito Vampiro.

Sintomas[editar]

Via de regra sua ocorrência é maior em locais onde haja muitas pessoas feias, ou bares, ou festas que varem a noite.

O homem é a maior vitima desse Efeito, não apenas por possuir um hábito maior de consumo de álcool, como por normalmente ser mais guerreiro. Mas existem inúmeros relatos de mulheres que para a sorte de homens feios sofreram com o Efeito Vampiro.

Causas[editar]

Maquiagem pode ser uma arma

O exemplo mais comum é o sujeito beber todas, cair na balada em alguma boate estilo bate-estaca, catar uma mulher achando estar tirando a sorte grande, ficar a noite toda se chupando com a rampeira e quando está saindo do entretenimento noturno, já dia, que bate a luz do sol, toda a beleza desaparece.

Esse é o motivo de ser o Efeito Vampiro. Assim como um ser notívago de história de terror foge do sol, o mesmo se dá com a beleza da mulher.

Quase todos os baladeiros já passaram por isso, é impossível alguém nunca ter ficado com uma mulher achando que era uma gata e no claro perceber o dragão que estava catando.

Muitas vezes os amigos são a melhor tábua de salvação quanto a não ocorrência do Efeito, mas como geralmente eles estão tão bêbados quanto a vítima, não costumam ser isso um diferencial.

Causador[editar]

Maquiagem pesada também é uma cilada. Formaturas, casamento, eventos sociais que façam a mulher ficar muito bem vestida costumam ser os ambientes ideais do Efeito. Várias mulheres que no dia-a-dia passam despercebidas, ficam muito bem apresentáveis com vestidos de gala e uma maquiagem pesada que faz com que o canhão gaste uma nota preta no cabeleireiro.

Impossível contê-lo, até porque é a melhor forma de canhões acharem um trouxa para copular e gerar novos dragõeszinhos, mas a melhor prevenção costuma ser chegar ainda sóbrio nas festas e dar uma olhada nas mulheres enquanto ainda possui um mínimo de capacidade de discernimento, ou ir acompanhado de outra mulher, que salvo se o cara for muito doido, ficará castrado na balada ou festa.

Diagnóstico[editar]

Existe uma técnica imbatível para saber se a mulher é gata ou é apenas a maquiagem, escuridão ou embriaguez que a estão protegendo. É uma antiga técnica Jedi, mas que foi proibida pelo Conselho devido a resultados eficazes, mas com demais consequências explosivas, principalmente em locais frios. É o guerreiro pegar a mulher e arremessá-la na piscina ou no mar. Evidentemente que a mulher precisa ter um tamanho compatível com a força a ser utilizada, até porque um cidadão mandar alguém se debatendo, xingando e dando unhadas para a água é uma tarefa árdua.

O teste do biquíni é uma adaptação moderna dessa técnica, mas o grande problema é conhecer alguém na balada, não ficar por receio do Efeito, e conseguir levá-la a praia no dia seguinte, sem contar que se for um barril, além de estragar sua praia, vai ser uma queimação com o pessoal das mesas ao lado.

História[editar]

Não se sabe quem foi o primeiro herói que experimentou o Efeito Vampiro, mas sabe-se que independente de cor, religião, classe social, nacionalidade, todo mundo é alvo desse risco.

Alguns guerreiros entendem que a mulher tem uma beleza interna e fazem de tudo para conhecê-la por essa perspectiva. E que beleza estética é uma besteira que a sociedade de consumo e vendedores de Herbalife inventaram, e que basta ter uma vulva para ser um delicioso prato. Em circunstâncias assim é extremamente relevante perceber se a feiura é notória ou se o combatente está bêbado para saber se é engano ou se o cara come qualquer bagulho mesmo.

Nessas horas, deve-se perguntar em um local de pouca poluição sonora:

Amigo – Cara, você tá ligado que tá pegando o maior dragão?

Guerreiro – Que nada, já peguei piores e pagando.

Em situações como essa, é pegar uma máquina digital e tirar fotos para mostrar aos amigos em comum no dia seguinte o seu companheiro de guerra domando uma catiça.

Ver Também[editar]