El Cid de Capricórnio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


El matador.jpg
Tio1.jpg
¿¿¿POR QUÉ NO TE CALLAS???

Este artigo tem sangue espanhol! Por isso não se espante se você levar uma chifrada ou ver pingos de uma paella com azeitonas esparramadas. Um Picasso original pode estar por trás de Usted!

Cuidado! Tomás de Torquemada e a Inquisição Espanhola estão de olho nos vândalos!!

Chuqui Nóia aprova essa porra!
Se chegar de viadagem você será proibido de assistir Teletubbies e Ursinhos Carinhosos.
Este artigo é algo que o Undertaker aprova!

Este é um artigo que pode te levar para o Lado Azul da Força.
Se você for gay ou indeciso, leia-o até o fim, que você vai virar homem.

PokeRyu.PNG Este artigo é sobre um(a) lutador(a)!!!
Se você ofender esse fodão estragando este artigo, ele te enche de porrada!
Knux Smash.jpg


DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...El Cid de Capricórnio matou 6 Deuses com o braço direito amputado?
El Cid de Capricórnio

El Cid open.png

Classificação Cavaleiro de Ouro
Cavaleiro
Deus a que serve Athena
Armadura Capricórnio
Golpes Excalibur
Pedras Saltitantes
Espada de Luz
Perfil
Nacionalidade Bandeira da Espanha Espanha
Local de Treinamento Espanha
Nascimento 15 de Janeiro (Capricórnio)
Frase Favorita Ele não gosta de falar


Cquote1.pngVocê quis dizer: Shura de CapricórnioCquote2.png
Google sobre El Cid de Capricórnio
Cquote1.pngVocê quis dizer: Exterminador de DeusesCquote2.png
Google sobre El Cid de Capricórnio
Cquote1.png Algum dia eu chego no nível dele... Cquote2.png
Shura de Capricórnio sobre El Cid de Capricórnio
Cquote1.png Ai, que homem másculo... Eu quero ele pra mim! Cquote2.png
Phantasos sobre El Cid de Capricórnio
Cquote1.png Não... Ainda não é a Excalibur... Cquote2.png
El Cid de Capricórnio sobre a sua espada, que "apenas" cortou toda a cara de Phantasos
Cquote1.png Meu melhor miguxo... Pela que ele não fala muito... Cquote2.png
Sísifo de Sagitário sobre El Cid de Capricórnio
Cquote1.png Se morrermos ao lado do mestre, morreremos felizes! Cquote2.png
Discípulos figurantes de El Cid de Capricórnio sobre o seu mestre
Cquote1.png Nos matou antes que nós pudéssemos matar o protagonista... Cquote2.png
Deuses dos Sonhos sobre El Cid de Capricórnio


Armadura de Capricórnio.jpg

El Cid de Capricórnio é o Cavaleiro de Ouro que protege a Casa de Capricórnio. Ele é era o Cavaleiro de Athena mais calado, sendo que, diferente de uns e outros, que só abrem a boca para falar merda, El Cid de Capricórnio só falava quando tinha algo realmente importante para comunicar. Apesar desse jeito mais ranzinza que o teu avô, El Cid de Capricórnio foi um dos poucos Cavaleiros de Ouro que teve aprendizes apesar de todos serem inúteis. Assim como Shura de Capricórnio, que é o seu sucessor, El Cid de Capricórnio era considerado o Cavaleiro mais fiel à Athena, sendo que, por conta dessa fidelidade, ele treinava dia e noite, para tentar aperfeiçoar a sua Excalibur (e enquanto isso, a sua mulher... Bem, creio que nem é preciso comentar muito sobre isso...). Mesmo sendo extremamente corno (perdendo apenas para Hasgard de Touro nesse quesito), El Cid de Capricórnio é um dos Cavaleiros mais poderosos de Athena, ou não, pois ele conseguiu matar um total de 6 Deuses, e só morreu porque teve que salvar o encosto da geração de Lost Canvas.

Tabela de conteúdo

[editar] Passado de cortar o coração (literalmente)

El Cid, nos tempos de guerreiro libertador. Mal sabia ele que, enquanto estava no campo de batalha, a sua mulher estava aprontando por aí...

Antes de se encontrar com Athena, El Cid era considerado o maior heroi da história da Espanha, pois ele não aceitava o sistema de seu país (na época, dividido em vários reinos: Muçulmanos, cristãos, judeus, hinduístas, protestantes, taoístas, confucionistas, paganistas, budistas, satanistas, e por aí vai). Assim como um bárbaro faria, ele derrotou com as próprias mãos todos os líderes desses movimentos, e finalmente conseguiu unificar a Espanha sob o governo de um único ditador rei. Por conta de toda essa fidelidade ao seu rei, El Cid de Capricórnio chamou a atenção do Mestre do Santuário, que estava procurando por crianças valentes e poderosas. Então, o Mestre do Santuário mandou que Sísifo de Sagitário fosse para a Espanha, buscar El Cid.

Como Sísifo nunca desobedecia o Mestre do Santuário, ele foi para a Espanha. Chegando lá, Sísifo foi logo perguntando para El Cid se ele queria treinar no Santuário de Athena, para se tornar um Cavaleiro honrado que dedicaria a sua vida para combater o mal no mundo. Mesmo tendo muita vontade de treinar no Santuário, El Cid não aceitou a proposta de Sísifo, e disse que ele deveria permanecer na Espanha, pois ele queria ficar junto de sua namorada. Como Sísifo sabia que seria inútil tentar convencer El Cid a abandonar a sua namorada, ele decidiu que não iria mais ficar insistindo, mas que iria ficar na Espanha, pois, por conta do tamanho dos chifres de El Cid, era certo que ele era corno, e logo, ele iria descobrir que a sua namorada era uma biscate, e iria querer sumir dali. E assim realmente foi: Pouco tempo se passou, e El Cid pegou a sua namorada com o Ricardão. Obviamente, El Cid usou a Excalibur (ou algo com quase o mesmo poder), e mandou tanto o Ricardão quanto a sua namorada para o quinto dos infernos. Depois desse fato, El Cid resolveu aceitar a proposta de Sísifo, e foi treinar no Santuário de Athena, sendo que o seu objetivo era se tornar o Cavaleiro mais poderoso de todos, pois assim, as suas namoradas nunca mais se atreveriam a lhe colocar chifres.

El Cid esbanjando felicidade, quando os seus pupilos conseguiram se tornar Cavaleiros de Bronze.

Ao chegar no Santuário de Athena, El Cid começou a treinar dia e noite, incessantemente, pois ele queria ganhar respeito rapidamente. Como ficou treinando muito, El Cid logo conseguiu aumentar o seu poder, e já era capaz de utilizar com perfeição a Espada de Luz, que tem o mesmo poder que a Excalibur do Shura de Capricórnio. Como tinha conseguido esse feito, El Cid recebeu a benção de Athena, sendo que agora ele tinha o direito de vestir a Armadura de Capricórnio e defender a Décima Casa Zodiacal. Como prova de agradecimento por tudo, El Cid começou a treinar mais duro do que antes, sendo que ele tinha como objetivo desenvolver completamente a Excalibur, coisa que nem o Shura e muito menos o Shiryu conseguiram. Por conta desses árduos treinamentos, El Cid logo ganhou fama dentro do Santuário, e conseguiu os seus próprios aprendizes. Agora, assim como Regulus de Leão, que tem o seu paga-pau particular, El Cid tinha os seus, que dariam a vida pelo seu mestre. Os aprendizes de El Cid eram três, e se chamavam... Ah, sei lá! A única coisa que importa é que eles estavam dispostos a se tornarem Cavaleiros de Capricórnio algum dia.

Como El Cid não tinha nada melhor para fazer (ele não queria arrumar namoradas, pelos velhos motivos), ele começou a acompanhar o treinamento dos três aspirantes à Cavaleiro. Ele sempre treinava os três jovens, lhes passando um treinamento que até Deus duvida, de tão difíceis que eram, até que um dia, um deles finalmente se tornou forte o suficiente para se tornar um Cavaleiro propriamente dito. Ninguém sabe o que El Cid achou disso, até porque ele é mais frio do que uma geladeira, porém, acredita-se que ele tenha ficado feliz, ou não. Porém, quando foi de noite, esse mesmo aprendiz de El Cid, que tinha ganhado o direito de ser Cavaleiro, resolveu fugir do Santuário de Athena (cara burro, ele tinha passado a vida toda treinando para ser um Cavaleiro, e, quando finalmente conseguiu, resolveu fugir). Mas, quando esse carinha estava no meio do caminho, apareceu El Cid, que não estava muito satisfeito por ter um discípulo cagão. Como a pena por abandonar o Santuário é a morte, El Cid estava pronto para mandar o seu aprendiz para o colo do Capeta Hades. Porém, Sísifo de Sagitário apareceu do nada, e salvou a vida do jovem cagão. Como Sísifo estava preocupado com a vida do carinha fujão, El Cid resolveu poupar a vida de seu aprendiz, e voltou para a Casa de Capricórnio com o rabo entre as patas. Após esse dia, por algum motivo, ao invés dos discípulos de El Cid ficarem com medo de seu mestre, eles começaram a louvá-lo mais ainda, e começaram a treinar forte. Por conta disso, eles conseguiram se tornar Cavaleiros de Lata Bronze.

[editar] O melhor amiguxo, Sísifo

El Cid de Capricórnio e Sísifo de Sagitário, os melhores amiguxos. Ignore Manigold de Câncer, que só apareceu nessa foto de penetra.

Mesmo sendo calado e ranzinza, assim como todos os Cavaleiros de Ouro, El Cid de Capricórnio tem um grande amiguxo, que é Sísifo de Sagitário (sim, eu sei que você está pensando que o melhor miguxo de El Cid de Capricórnio deveria ser Hasgard de Touro, por conta do tamanho dos chifres, porém, essa não é a realidade, ou sim). El Cid e Sísifo são conhecidos por serem os Cavaleiros mais fiéis à Athena, e, por conta disso, eles são enviados para as missões mais suicidas importantes e perigosas do Santuário, pois o Mestre do Santuário tem certeza que eles irão fazer de tudo para cumprir o seu objetivo, até mesmo morrer.

Na missão mais perigosa e importante em que El Cid de Capricórnio e Sísifo de Sagitário foram enviados (e também a única que é mostrada no mangá/anime), os dois tinham que fazer investigações sobre os Deuses dos Sonhos, que eram os irmãos/filhos de Hypnos. Essa missão era considerada fundamental pelo Mestre do Santuário, pois, se as suas suspeitas estivessem certas, e os Deuses dos Sonhos fossem tão terríveis quanto Hypnos, Athena e todos os seus Cavaleiros estariam fudidos, e a Guerra Santa estava perdida.

Para cumprir essa importante missão, El Cid e Sísifo tiveram que percorrer o mundo inteiro a pé, sendo que eles tinham que investigar todas as cavernas, becos e bocas-de-fumo, para tentar encontrar pelo menos vestígios da aparição dos Deuses na era mitológica. Ninguém sabe ao certo quanto tempo durou essa missão, mas acredita-se que tenha durado mais de 8000 dias, visto a dificuldade da missão (apesar de terem passado todo esse tempo juntos, não aconteceu nada entre eles, ou sim).

Após terem feito muitas investigações, El Cid de Capricórnio e Sísifo de Sagitário não conseguiram descobrir muita coisa, porém, eles agora sabiam que os nomes horríveis dos Deuses dos Sonhos eram Phantasos, Morfeus, Icelus e Oneiros. Além disso, eles também descobriram que os Deuses dos Sonhos realmente eram terríveis, pois eles podiam mandar qualquer um para a dimensão dos sonhos, fazendo como que os seus inimigos dormissem mais do que a Bela Adormecida.

[editar] A primeira aparição na história

Sísifo de Sagitário, pouco antes de tentar acertar uma flechada em Hades, ter a flecha refletida para o seu próprio coração, entrar em coma profundo e fuder geral com a vida de El Cid de Capricórnio.

Quando Hades apareceu no Santuário de Athena (ninguém sabe como, afinal, pelo menos teoricamente, ninguém poderia chegar ao topo do Santuário sem ter passado pelas 12 casas do Zodíaco), ele queria acabar com a Guerra Santa de uma vez por todas, matando Athena. Para defender a sua Deusa, Sísifo de Sagitário tentou dar uma flechada no coração de Hades. Porém, para a surpresa de Sísifo (ou nem tanta surpresa, afinal, Hades é um Deus), a flecha que ele tinha lançado voltou para o seu próprio coração, que fez com que ele entrasse em sono profundo, e não acordassse de jeito nenhum.

Após muito ter pensado, El Cid de Capricórnio percebeu que o responsável por Sísifo ter entrado em sono profundo era Hypnos (Nossa, nem tinha imaginado que o Deus do Sono era o responsável por fazer Sísifo dormir profundamente). Como Sísifo estava em sono profundo, El Cid de Capricórnio ficou do lado de seu amiguxo o tempo todo, sempre fazendo companhia, o que revela que entre os dois realmente tem alguma coisa meio estranha. Enquanto El Cid continuava fazendo companhia a Sísifo, ele disse para Athena que ele tinha que ele iria arrumar uma maneira de despertar Sísifo, custe o que custar. Porém, enquanto falava isso, Icelus apareceu na câmara de Athena (WTF? Outro que conseguiu chegar à sala de Athena sem passar pelas 12 Casas?). O objetivo de Icelus era levar a alma de Sísifo para o Mundo dos Sonhos, para ele nunca mais acordar. Obviamente, El Cid não iria deixar que isso acontecesse, e, quando Icelus estava quase tirando a alma de Sísifo, El Cid soltou uma Excalibur bem na cara do Deus. Porém, de alguma forma, Icelus conseguiu distorcer o espaço e tempo, e enviou o golpe de El Cid lá para a dimensão do Acre. Como Icelus tinha esse poder, El Cid não conseguiu fazer absolutamente nada, e teve que ficar apenas observando, enquanto Icelus chupava a alma de Sísifo e levava embora.

El Cid de Capricórnio, agradecendo os espectros de Hades pela bela recepção que eles haviam preparado.

Após ter acontecido isso, El Cid pediu para Athena deixá-lo ir até a Dimensão dos Sonhos, para matar todos os Deuses dos Sonhos e trazer a alma de Sísifo de Sagitário de volta. Como Athena sabia que El Cid era o único doido Cavaleiro que não morreria antes de matar todos os Deuses, ela permitiu que ele fosse. Assim, El Cid se dirigiu até onde ele conseguia sentir os cosmos dos Deuses. Antes de partir do Santuário de Athena, os seus aprendizes pediram para acompanhá-lo. Porém, como todos os três são apenas Cavaleiros de Bronze inúteis, El Cid disse para eles ficarem cuidando de Athena. Bem, isso até que faz sentido, afinal, mais da metade dos Cavaleiros de Ouro já tinha peidado para a muzenga. Apesar de quererem muito ir para a missão, os pupilos de El Cid aceitaram as ordens de seu mestre, e permaneceram no Santuário, ou não.

Após ter saído do Santuário, El Cid foi para uma floresta, que era o ponto onde ele ainda conseguia sentir os cosmos dos Deuses dos Sonhos. Quando El Cid chegou, ele teve uma recepção bastante afável por parte dos espectros de Hades, sendo que estes espectros cumprimentaram El Cid com um belíssima risada diabólica. Porém, El Cid usou a sua Espada de Luz, e matou todos os espectros com tanta facilidade que nem merece comentário. Após ter vencido esses espectros fracotes, El Cid foi desafiado para um duelo por Gregory de Gembu. Gregory disse que nem mesmo El Cid poderia cortá-lo, afinal, a sua Sappuris era mais dura do que diamante. Porém, quando Gregory atacou, El Cid simplesmente fatiou Gregory, sendo que toda a Sappuris virou picadinho. Ou seja, Gregory se mostrou ser um espectro mais inútil do que o Iwan de Troll. A única diferença é que Gregory, pelo menos, conseguiu se apresentar sem interrupções.

[editar] O primeiro encontro com os Deuses dos Sonhos

Mesmo tendo perdido um braço, e prestes a ser morto pelos Deuses dos Sonhos, El Cid de Capricórnio não tira o sorriso do rosto.

Após ter transformado os espectros rasos de Hades e Gregory de Gembu em sushi, El Cid de Capricórnio começou a sentir de 4 cosmos extremamente foderosos. Quando El Cid olhou ao seu redor, ele percebeu que esses cosmos eram dos Deuses dos Sonhos, que tinham vindo pessoalmente para mandar El Cid para o inferno de Cocytes, que era o local perfeito para aqueles que iam contra os ideais dos Deuses. Só que, antes de todo mundo cair no pau (ui!), Phantasos, que é o Deus da Terra da Fantasia, ficou se agarrando com El Cid, querendo algo mais. Porém, El Cid não estava com muita vontade de fazer brincadeiras sexuais. A única coisa que ele queria era encontrar o seu velho miguxo Sísifo de Sagitário. Com esse objetivo em mente, El Cid começou a soltar diversas Espadas de Luz, porém, Icelus, assim como tinha feito no Santuário de Athena, distorceu o espeço e tempo, e mandou os golpes de El Cid para a dimensão de Tangamandápio.

Como El Cid tinha apenas aquele golpe, ele não teve muitas escolhas, e continuou soltando as suas Espadas de Luz. Mas Icelus, que já estava cansado de ter que ficar lutando contra um humano verme insolente, resolveu que era hora de terminar a luta, e, distorcendo o tempo, enviou o golpe de El Cid de volta para ele mesmo. Ao receber a própria Espada de Luz, El Cid teve o braço direito cortado, e teve que continuar a luta usando apenas o braço esquerdo. O mais estranho dessa história é que Phantasos, o travesti, achou que o braço arrancado de El Cid era muito sexy (???), e guardou para si. Para terminar a luta, e acabar logo com El Cid, Icelus mandou o seu melhor (e único) golpe ofensivo, que enviou El Cid lá para a Casa da Mãe Joana. Seria esse o fim do Cavaleiro de Capricórnio? A resposta é... Se quer saber, leia o resto do artigo, seu vagabundo!

[editar] Phantasos - Round 1... Fight!

Phantasos, o Deus da Terra da Fantasia. Acredite ou não, ele era homem (pelo menos biologicamente falando).

Após terem derrotado El Cid, ou não, os Deuses dos Sonhos voltaram para a Dimensão dos Sonhos, sendo que Phantasos ficou com a função de controlar os sonhos de Tenma de Pégasus e de Yato de Unicórnio, que tinham caído em uma cilada na Floresta da Morte. Porém, do nada, a Dimensão dos Sonhos se abriu, que nem as pernas da sua mulher quando vê o Ricardão. Para a surpresa de Phantasos, quem tinha aberto a dimensão era... El Cid de Capricórnio, que tinha sobrevivido ao golpe de Icelus, e, mesmo sem um dos braços, estava firme e forte, e estava queimando o próprio sangue para formar a Espada de Luz. Em outras palavras, os braços de El Cid serviam apenas como uma banha bainha, pois a verdadeira espada era o cosmo de El Cid.

Obviamente, Phantasos não sabia como El Cid, que era apenas um verme insolente, tinha conseguido chegar naquela dimensão longínqua, em que nunca antes na história mundial um ser humano tinha chegado. Então, El Cid mostrou que ele tinha apenas usado os seus sentidos de GPS, e rastreado o seu braço direito, que gerava uma ressonância, pois estava com uma parte da Armadura de Capricórnio. Ao ouvir isso, Phantasos percebeu que havia sido feito de idiota, e ficou com muita raiva do Cavaleiro de Capricórnio. Agora, ao invés de ficar chamando de "gostosão", Phantasos queria mandar El Cid para a Terra do Pé Junto o mais rápido possível. Assim, iniciou-se a batalha, sendo que Phantasos usou o seu Gran Fantasia, para descobrir os sonhos mais ocultos de El Cid.

Mas a vida é uma caixinha de surpresas, e, para a surpresa geral da nação, o único sonho de El Cid era o de desenvolver a sua Excalibur por completo. Na verdade, o sonho de El Cid era tão grande que o próprio sonho atacou Phantasos, e o jogou longe. Após isso, El Cid despertou de seu coma induzido, e, com apenas uma Espada de Luz, ele conseguiu derrubar a máscara de botox de Phantasos, que revelou ser mais feio do que o teu pai. Agora sim Phantasos estava furioso, afinal, ele tinha perdido toda a beleza, e teria que queimar todo o seu cosmo para construir uma nova máscara. Mas El Cid, não estava nem aí sobre o que estava acontecendo com Phantasos, e, com apenas mais uma Espada de Luz, ele conseguiu matar Phantasos de uma vez por todas, ou não. Menos um.

[editar] Icelus - V de Vingança

Icelus, o Deus das Ilusões, que, apesar da cara de viadinho, mostrou que é bastante forte, pois conseguiu amputar o braço direito de El Cid... Se bem que, no fim, El Cid conseguiu se vingar, e decapitou Icelus com a maior facilidade do mundo.

Após ter matado Phantasos, El Cid cortou mais uma dimensão, e chegou no local que era a morada de Icelus, o seu velho amigo. Ao perceber que o Cavaleiro de Capricórnio tinha chegado em sua dimensão, Icelus, que estava fazendo troca-troca com Morpheus, resolveu que iria matar El Cid de uma vez por todas. Então, Icelus voltou para a sua morada, e, depois de tirar um sarro da cara de El Cid por ele estar sem o braço direito, distorceu o espaço e tempo mais uma vez (até porque isso é a única coisa que ele sabe fazer), e começou a atacar sorrateiramente El Cid, sempre tentando enfiar um golpe pelas costas. Porém, o Cavaleiro de Capricórnio conseguia sentir o cosmo de Icelus, e, sempre que o Deus dos Sonhos chegava perto, El Cid pulava para o lado, deixando Icelus no vácuo. Mas Icelus era brasileiro e não desistia nunca, e continuava insistindo no mesmo golpe, acreditando que alguma hora ele conseguiria acertar.

Isso continuou por muito tempo, até que, em um momento de profunda inspiração, El Cid finalmente encontrou uma maneira de pegar Icelus: Ele aproveitou que o seu braço estava cortado e sangrando pra porra muito, e espalhou o próprio sangue naquela dimensão. No princípio, eu, você, e todos os leitores/espectadores de Lost Canvas achamos que ele estava ficando mais louco. Porém, quando Icelus tentou atacar El Cid pelas costas mais uma vez, o objetivo de El Cid ficou bastante claro: O sangue espalhado servia para El Cid localizar o Deus. E essa estratégia deu certo, pois, quando Icelus chegou perto, El Cid conseguiu sentir a sua presença, e mandou uma Espada de Luz bem no meio da cara dele, decapitando Icelus, e acabando de uma vez por todas. Agora, faltavam apenas dois Deuses dos Sonhos, ou não.

[editar] Resgatando, ou não, a alma de Sísifo

Sísifo de Sagitário, sonhando com o dia em que ele estava aceitando a sua Deusa.

Enquanto El Cid estava matando Icelus, Tenma de Pégasus, que também tinha sido levado para a Dimensão dos Sonhos, conseguiu tirar poder do cu coração, e, despertando a sua armadura divina por alguns milésimos segundos, conseguiu derrotar Morfeus, que era quem mantia aquela favela dimensão de pé. Ou seja, com a morte de Morfeus, toda a Dimensão dos Sonhos começou a desabar. Obviamente, todo mundo que estava na Dimensão dos Sonhos iria acabar tendo que jogar truco com São Pedro, afinal, apenas os Deuses dos Sonhos sabiam onde ficava a saída daquela bodega. Quando Tenma de Pégasus achou que iria morrer, ele viu El Cid, que tinha aberto mais uma dimensão com a sua Espada de Luz. Quando El Cid chegou, Tenma foi logo tentando puxar conversa, pois queria saber se El Cid conhecia a saída daquele lugar. Mas El Cid simplesmente ignorou Tenma, e, mesmo com toda a Dimensão desabando, ele estava concentrado em seu objetivo, que consistia em levar com ele a alma de Sísifo.

El Cid de Capricórnio e Tenma de Pégasus, observando o grandioso e fálico báculo de Athena.

Após ter dado alguns passos, El Cid finalmente encontrou o local onde a alma de Sísifo estava selada. Era uma espécie de Porta da Esperança, que brilhava mais do que o Sol. Quando viu isso, El Cid tentou resgatar a alma de Sísifo, porém, o Cavaleiro de Sagitário não queria despertar, pois ele estava sonhando com o dia em que ele tinha praticado o seu primeiro ato pedófilo com a Sasha Deusa Athena. Mesmo sabendo que Sísifo não iria querer despertar, El Cid continuou insistindo, afinal, a sua missão era despertar Sísifo a qualquer custo até porque Sísifo estava lhe devendo 10 pratas. El Cid continuou insistindo por muito tempo, até que, como que por bruxaria, Oneiros, que era o último Deus dos Sonhos, apareceu, e não estava muito feliz com a derrota dos seus irmãos para apenas dois vermes insolentes. Então, Oneiros disse que, na verdade, os seus irmãos não tinham morrido apenas tinham sido enterrados pela última vez, e, utilizando o seu gritinho histérico, ele conseguiu trazer a alma de todos eles de volta, e as fundiu em seu próprio corpo, formando... Bem, alguma coisa parecida com um cavalo.

Vendo que era inevitável uma batalha mortal com o... Bem, acho que podemos chamar de Deus, El Cid resolveu levar o inimigo para fora da Dimensão dos Sonhos, afinal, nesse lugar, o seu inimigo teria toda a vantagem. Mas antes de fazer isso, El Cid, que sabia que não poderia despertar Sísifo sozinho, resolveu usar a sua Espada de Luz na dimensão, para assim chamar Athena, pois ela era a única que poderia despertar Sísifo, oferecendo o seu próprio corpo, agora muito melhor do que quando ela era apenas uma criancinha. Após ter avisado Athena, El Cid finalmente usou a técnica capricorniana que ninguém nunca tinha visto: a Pedras Saltitantes. Utilizando essa técnica, El Cid deu um chutão bem no meio da cara do Deus dos Sonhos. Porém, como o Deus dos Sonhos era mais pesado do que o Seu Barriga, o Pedras Saltitantes não tinha força suficiente. Então, Tenma de Pégasus foi ajudar, e usou o seu Cometa de Pégasus. Com essa ajuda, El Cid conseguiu mandar o Deus dos Sonhos lá para a Casa da Mãe Joana, sendo que, fora de seus demônios domínios, ele perdeu uma parte de seus poderes, ou não.

[editar] Deus dos Sonhos

Uma raríssima foto de... Bem, digamos apenas que é o Deus dos Sonhos.

Após ter conseguido enviar o Deus dos Sonhos para fora de sua dimensão, as forças de El Cid simplesmente terminaram, afinal, para usar a sua Espada de Luz, ele precisava queimar o próprio sangue. Ou seja, ele estava quase desmaiado por falta de sangue. Mesmo assim, El Cid manteve a arrogância pose, e desmaiou de pé. Agora, a função de matar o Deus dos Sonhos tinha ficado para o encosto Tenma de Pégasus, o figurante de um golpe só Yato de Unicórnio e a hentai girl Yuzuriha de Grou. Mesmo com os três atacando juntos, eles sequer conseguiram arranhar o Deus, que, querendo matar os três de uma vez, usou a sua técnica máxima, chamada Oráculo do Guardião, que era conhecida por ser apenas uma marolinha, visto que ela tinha poder para "apenas" destruir uma cidade inteira.

Essa foi a última coisa que os Deuses dos Sonhos viram... Quem mandou eles mencionarem a ex-namorada do El Cid?

Após terem recebido a técnica, Tenma, Yato e Yuzuriha quase morreram, mas ainda estavam vivos por conta da influência do autor. Mas o Deus dos Sonhos não queria mais brincar, e estava pronto para matar todo mundo. Porém, a vida é uma caixinha de surpresas, e os discípulos de El Cid apareceram do nada, querendo ajudar o seu mestre. Como eles eram apenas simples Cavaleiros de Bronze inúteis, El Cid disse para eles fugirem para as colinas. Mas os discípulos de El Cid disseram que, se morressem ao lado do seu mestre, eles estariam felizes. Então, eles usaram em conjunto uma técnica que ninguém sabe o nome, mas acredita-se que seja poderosa, ou não. Mesmo utilizando essa técnica poderosíssima, o Deus dos Sonhos não sofreu sequer um arranhão, e, para cumprimentar os jovenzinhos que já sabiam fazer purpurina, ele utilizou mais uma vez o seu Oráculo dos Guardiões, que matou todos os discípulos de El Cid com um unico hit.

Após ter visto os seus discípulos caírem, El Cid finalmente demonstrou alguma expressão, e ficou realmente nervoso, dizendo que iria para o inferno, mas que também puxaria a perna do Deus dos Sonhos. Porém, El Cid era praticamente um zumbi ambulante, afinal, além de estar sem o braço direito, ele estava quase sem sangue. Mas como Cavaleiros do Zodíaco é um anime que sofre grande influência do Kurumada no Jutsu, Sísifo de Sagitário, que já tinha aceitado o corpo de Athena, resolveu que era hora de retribuir toda a ajuda que ele tinha recebido de El Cid, e, com a ajuda do cu cosmo de Athena, ele enviou uma flecha para onde estava El Cid, para o Cavaleiro de Capricórnio finalmente conseguir derrotar o Deus dos Sonhos.

Quando a flecha finalmente chegou em El Cid, o Cavaleiro de Capricórnio mostrou que é realmente louco, e pegou a flecha com as mãos. Após ter feito isso, ele partiu a flecha de em 4, colocou todo o seu cosmo nos pedaços e jogou no Deus dos Sonhos. Com isso, El Cid conseguiu acertar todas as 4 almas do Deus dos Sonhos de uma única vez, destruindo-as de uma vez por todas, sendo que eles nunca mais reencarnariam. Porém, como não poderia deixar de ser, Oneiros, que era o mais poderoso dos Deuses, ainda tinha ficado vivo, e, usando as suas últimas forças, ele disse que, mesmo que ele voltasse para o inferno, ele iria levar com ele Tenma de Pégasus, para assim completar a sua missão. Porém, quando Oneiros estava chegando perto de Tenma, El Cid foi salvar o encosto, e, queimando todo o seu cosmo, ele usou uma espécie de Último Dragão, e se explodiu junto da alma de Oneiros. Com isso, El Cid e os Deuses dos Sonhos morreram definitivamente, ou não.

[editar] Golpes

  • Espada de Luz: Para usar essa técnica, El Cid de Capricórnio queima todo o seu cu cosmo e sangue, formando uma espécie de espada, que corta para os dois lados. Durante toda a sua aparição no anime Lost Canvas, essa foi praticamente a única técnica que El Cid de Capricórnio usou, mas que foi suficiente, visto que ela corta qualquer coisa. Gregory de Gembu que o diga.
  • Excalibur: O grande sonho de vida de El Cid de Capricórnio era conseguir utilizar a Excalibur com perfeição. Para conseguir isso, ele treinava dia e noite enquanto a sua mulher estava pulando a cerca. Mesmo com todos esses treinamentos, El Cid de Capricórnio só conseguiu despertar essa técnica poucos segundos antes de morrer, usando a Excalibur para mandar Oneiros para os quintos dos infernos.
  • Pedras Saltitantes: O nome sugere que El Cid de Capricórnio ficaria saltitando que nem um carneirinho e jogando pedras nos inimigos, mas a realidade é bem diferente, ou não. Na verdade, essa técnica consiste em dar um chutão bem no meio da fuça do inimigo, enviando-o lá para a Casa da Mãe Joana. Além disso, a Pedras Saltitantes serve como contra-ataque, sendo que se utliza da própria força física do inimigo para atacá-lo. Porém, infelizmente, essa técnica é tremendamente inútil, afinal, nenhum Cavaleiro/Espectro/Qualquer coisa utiliza a força física, pois eles preferem ficar usando apenas macumbas magias.

[editar] Ver também



Donamorte1.jpg

El Cid de Capricórnio já morreu!!!

Cortaram o fio de prata dele(a) pra vender no camelô!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno.


Cavaleirospredef2.jpg


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas