Emplastro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um ishtränho vinho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Se vəndalizarish, um bäenfiquista vai atrás də tua mãe

Aff amaury.jpg Este artigo é sobre uma subcelebridade

PewDiePie pode ser citado nesse artigo.

Cuidado: Emplastro pode cobrar cachê por ler este artigo.
Emplastro e sua técnica de aparecer em lugares mais promíscuos da virtuosidade humana.

Cquote1.png Você quis dizer: Emplastro Brás Cubas? Cquote2.png
Google sobre Emplastro
Cquote1.png Que nada é um batente, não? Cquote2.png
Brasileiro mostrando o quanto emplastro é popular por lá.
Cquote1.png P'a...p'aqui é isto? P'a quié? Cquote2.png
Emplastro sobre este artigo
Cquote1.png O Nuno Gomes é paneleiro!O Nuno Gomes é paneleiro! Cquote2.png
Emplastro sobre a sexualidade de Nuno Gomes
Cquote1.png O Benfica é merda! Cquote2.png
Emplastro sobre o clube Sport Lisboa e Benfica
Cquote1.png O Supóte é merda! Cquote2.png
Emplastro sobre o Sporting Clube de Portugal
Cquote1.png 2 euros! Cquote2.png
Emplastro sobre o valor que cobra de quem quer tirar uma foto com ele
Cquote1.png O meu pai é o Pinto da Costa e a minha mãe é o Vítor Baía!! Cquote2.png
Emplastro sobre revelando os nomes dos seus progenitores.

Emplastro é um típico baderneirozinho que se tornou muito famoso na rede portuguesa de televisão. Originado no SIC Emplastro sempre teve uma vida difícil vagabundando por aí e claro aparecendo. Seu pai, Pinto da Costa, prefere não comentar nada sobre a vida do filho.

Infância[editar]

Emplastro nasceu em 1900 e guaraná com rolha, na cidade do Porto, filho e herdeiro natural do trono do proprietário do Futebol Clube do Porto, o Pinto da Costa. Sempre foi o aluno mais destacado da escola de delinquentes juvenis portuguesa onde teoricamente estudava. Desde menino, ele era o que mais aparecia nas fotos, e já chegou a se tornar o ícone principal de uma das escolas onde estudou, quando apareceu no Outdoor que fica na entrada da cidade. Com uma vida desmoronada de tanto aparecer, Emplastro tentou a vida de guru, que acabou não dando certo. Com favores promíscuos, conseguiu uma vaga na Universidade do Porto. Especializado na área de vagabundismo, Emplastro acabou por (obviamente) ser o mais destacado da turma, tendo graduação e mestrado na área.

Fama[editar]

Emplastro é um trabalhador, e o reconhecimento não tardaria.

Mal sabia Emplastro o futuro que o destino lhe reservara. O nome de sua profissão já denuncia qual a atividade desempenhada, (vulgo: vagabundar), o tornando, assim, um perito na área. Porém, sua falta do que fazer nas vésperas do jogo contra o Sporting o fez milagrosamente levantar-se e ir ao estádio. Coincidentemente, a primeira visão que ele tem, ao chegar no local supracitado, é a de um repórter carequinha e inocente gravando uma reportagem para o SIC, um canal supostamente televisivo de Portugal. Com a vítima localizada, Emplastro parte para o ataque. Ao saber que era ao vivo que se passava o programa, ele utilizou seu método fio-arame-incomodador. Ele simplesmente hipnotizou todos os telespectadores que viam tal reportagem com seu olhar maléfico e sua risada demoníaca, chegando a abraçar o pobre coitado que estava sendo entrevistado, unicamente para aparecer. Seu insistente apelo para aparecer no canal acabou por provocar a ira do repórter, que chegou até a fazer um jogo-de-cintura para tentar escapar daquela situação ridícula. Entretanto, a persistência e a cara Boba, chata feia e cara de mamona do Emplastro acabou cativando incondicionalmente a torcida portuguesa, que persistia em apoiar grandemente tal criatura.

Prova do crime[editar]