Enduro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Enduro é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Alguém metralha um ônibus escolar.

Cvania-nes phantombat fly.gif
Enduro é da época da Velha Guarda dos Games

certamente tem gráficos horríveis e uma dificuldade alta pra cacete


Um enduro encarado por horas.

Cquote1.png Experimente também: Autorama Cquote2.png
Sugestão do Google para Enduro
Cquote1.png É dureza, esse jogo! Cquote2.png
Jogador de Enduro fera dos trocadilhos sobre Enduro
Cquote1.png Made by Paint Cquote2.png
Frase retirada dos créditos da embalagem de Enduro
Cquote1.png Ah, que nostalgia! Cquote2.png
Teu pai sobre Enduro
Cquote1.png Ah, sai da frente! O motorista deve ser mulher ou nordestino! Cquote2.png
Teu pai de novo, após ter batido 361 vezes jogando Enduro
Cquote1.png Cadê a embreagem? Cquote2.png
Teu avô, tentando jogar Enduro
Cquote1.png O trânsito de São Paulo é igual ao jogo de Enduro, só que mais lento Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Enduro
Cquote1.png Nosso simulador de corridas para os pilotos Cquote2.png
Chefe da equipe McLaren de F1 sobre Enduro
Cquote1.png Eu devia ter jogado mais isso aí quando criança... Aí não faria as mesmas bobagens de hoje Cquote2.png
Nordestino sobre transtornos no trânsito causados por ele em São Paulo

Kuduro Enduro é um item raro pré-histórico clássico game de Atari, lançado em mil novecentos e alguma coisa com dois algarismos que não vem ao caso, pois ninguém se importa, mesmo. Trata-se de um jogo de corrida. O objetivo básico é acelerar e ultrapassar os outros carros. O RLY?

Descrição[editar]

Em Enduro, você controla algo que parece um carro de corrida, numa pista com percurso aleatório. Cada corrida corresponde a um dia inteiro. Seu objetivo é trombar em todo mundo e destruir os outros carros. YEAH! ultrapassar determinado número de carros (ou seriam protótipos de carros?) antes que o dia acabe, para que assim, você possa continuar correndo no dia seguinte, e assim sucessivamente. Ou seja, o game não termina nunca. O maior desafio é aumentar a sua pontuação, e depois sair contando vantagem pra seus amigos nerds. Óbvio que correr durante dias seguidos exige muita paciência, técnica, habilidade, CNH, diploma da autoescola, pequeno histórico de multas, e um mol de latas de energético.

Sua pontuação corresponde à distância que você conseguiu percorrer antes do game over. Se o jogador conseguisse correr durante cinco dias seguidos (cinco dias no jogo, não dias reais, seu burro), um troféu aparecia na tela. Então, o jogador poderia tirar uma foto da tela da TV e mandá-la para a desenvolvedora do game, o que lhe garantiria o insignificante maravilhoso prêmio de um patch declarando-o como um "Activision Roadbuster".

Porém, jamais um jogador conseguiu tal prêmio! Também, né? Tirar foto de TV anos 80 com máquina fotográfica meia-boca não vai apresentar uma screenshot de qualidade. Geralmente, quando alguém tonto o suficiente como você tentava, saía um foto borrada, parecida com a tarefa de artes daquele seu sobrinho pentelho. Ryu poderia ter sido o único ganhador desse prêmio, mas ele preferia destruir os carros, ao invés de ultrapassá-los.

História[editar]

Preocupada com os constantes problemas no trânsito, como batidas, acidentes, gente estressada, e afins, a Activision decidiu desenvolver um programa de simulação de carros em alta velocidade, para servir de treino aos baderneiros. A ideia era implementar tal software nas autoescolas de todo o mundo, para que eles fossem usados na avaliação para motorista.

A ideia foi um fracasso completo, pois muitas pessoas foram reprovadas no teste, em especial as mulheres, nordestinos e idosos, o que explica o tanto de merda que eles fazem os constantes transtornos que eles provocam no trânsito das grandes cidades.

Com o fracasso, a Activision decidiu transformar o software de simulação em um game. Foi lançado para a plataforma Atari 2600, mais conhecido como máquina de escrever.

Detalhes técnicos[editar]

A jogabilidade de Enduro se consiste basicamente na de todos os games do tempo da Hebe Camargo dos dinossauros. Um botãozinho pra acelerar, e uma alavanca para guiar a ximbica o carro. Você pode bater quantas vezes quiser, que nunca se esparramará pelos ares! O carro, claro!

Enduro possui gráficos feitos no estilo Paint. Ou seja, desenhar um frame, desenhar outro, e mais outro, e mais outro, e por fim, juntar tudo isso numa sequencia animada. Pronto! Seu sobrinho pentelho fez uma tarefa assim no ensino fundamental, né? Essa é a prova da horribilidade simplicidade dos gráficos.

Um detalhe interessante é que o cenário vai mudando de aspecto conforme a hora do dia do jogo. De dia, céu azul, de noite, tudo escuro, e etc. Tudo elaborado com a sofisticadíssima ferramenta de tinta do Paint.

O áudio de Enduro foi gravado da seguinte maneira: pegava-se um gravador; Um funcionário medíocre ia para uma corrida de Fórmula 1, gravava o som ambiente numa fita cacete cassete, mandava pra desenvolvedora, e eles colocavam o som em cima das imagens do jogo. Simples.

Usos frequentes[editar]

Representação artística do que realmente acontece no jogo Enduro!

Além de ser fonte de diversão de muitos nostálgicos, este game também é usado de uma outra maneira: no automobilismo, em treinamento de jovens pilotos inexperientes, para evitar colisões durante as corridas. Só serão promovidos a profissionais pilotos que conseguirem pontuação de mais de 8000 e que correrem durante 5 dias seguidos sem dar uma batidinha sequer. Reza a lenda que Michael Schumacher conseguiu bater o recorde em Enduro em 1986, correndo durante 11 dias e com pontuação 22314.


Apesar disso, ainda acontecem muitas batidas em corridas, principalmente na Fórmula 1. E a punição dada por certas escuderias a cada batida grave é trancar o piloto numa sala pequena com a sogra e alguns sobrinhos, e obrigá-lo a jogar Enduro 5 horas seguidas. Tal técnica foi possivelmente usada como forma de tortura durante a ditadura militar brasileira. Mas foi rapidamente abandonada, por causa de sua tamanha crueldade.

Quem joga[editar]

Enduro é jogado atualmente por:

  • Pessoas com 40, 50 anos de idade, que jogam para matar as saudades, e também para se aliviar da dor causada pelo exame de próstata.
  • Nerds Gamers que não tem o que fazer, e passam o dia batendo punheta, comendo batatas fritas e jogando tudo quanto é game!
  • Gamers saudosistas que acham Need for Speed um coliforme fecal.
  • Pessoas que não têm dinheiro suficiente pra comprar consoles de verdade!
  • Mulheres, na tentativa de aprender a dirigir sem fazer merda.
  • Crianças aspirantes a pilotos de automobilismo.