Ensiferum

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Viking dinamarca.jpg Ek est årtikkel Vikingen!

Este artigo veio das frias terras dinamarquesas! Ele gosta de remar, louva Odin e o Deus Metal, não tem nenhum senso de privacidade ou de educação e seu autor chegou ao Valhalla. Não vandalize ou envolva a Finlândia neste artigo!

Finland-Flag.jpg

SUOMEN SIVU! Estte ärttigö é suomolainen!

Ele joga hökkei, frekkuentta saunas, chuppa salmiakki, usa o mesmo jino dos esttönjanos, louva Heävy Mettal e dettestta huusos! Näo vandaliize, ou te faremos se suycidäär!


Ensiferum
ENSKA 058.jpg
A banda num momento descontraído.
Origem Finlândia
Gênero Musical Forró, Metal, Heroic Folk Metal (autodeclarado)
Álbum mais Vendido Ferro
Maior Sucesso Guerreiro sem guerra
Integrantes Petri Lindroos
Markus Toivonen
Sami Hinkka
Janne Parviainen
Netta Skog
Influências Música medieval, lamentos de dor dos inimigos
Vícios Cerveja e espadas
Cafetão/Produtor Metal Blade Records

Cquote1.png ilare-ilare-ê, ÔÔÔ Cquote2.png
Xuxa sobre sobre Ensiferum
Cquote1.png É Lai Lai Hei, sua burra maldita! Cquote2.png
Petri Lindroos sobre o comentário acima
Cquote1.png Pop e comercial. Cquote2.png
Slayer sobre Ensiferum
Cquote1.png Música boa pra ficar bêbado no rolê! Cquote2.png
Rockeiro retardado sobre Ensiferum
Cquote1.png Seus fãs acham que são vikings das gélidas terras finlandesas, mas todo mundo sabe que nasceram no interior do Pernambuco. Cquote2.png
Oscar Wilde sobre fãs de Ensiferum
Cquote1.png Ai, olha esses cabeludos gritando, que horror... nossa, como ele faz para deixar assim? Cquote2.png
Guria retardada invejosa sobre Ensiferum


Ensiferum (do latim ensĭfĕrum, manejamento de espada) é uma banda de folk metal finlandesa com temática viking. A própria banda se rotula como Heroic Folk Metal, já que suas letras falam sobre heróis mortos em batalha, sangue, batalhas, morte, mais sangue e mais batalhas. Os vocais rasgados de Petri Lindroos com suas melodias chiclete na guitarra puseram o Ensiferum entre as piores melhores bandas do estilo. Uma de suas características é o duelo entre guitarras e teclado, junto com sanfonas, dando uma pitada de forró ao metal, o que deixa alguns headbangers mais retardados frescurentos de raíz em polvorosa. Assim como o nerd metal do Blind Guardian e do Rhapsody of Flower, é notável as referências aos heróis de RPG e as criaturas fantásticas, como dragões, fadas, duendes e o comunismo.

História[editar]

A banda nasceu em uma mesa de taberna, onde todos estavam claramente bêbados, com o bucho cheio de carne de javali, em algum lugar montanhoso da Europa. Markus Toivoinen, guitarrista gordo e vagabundo, juntamente com Sauli Savolainen no baixo e Kimmo Miettinen nas latas de goiaba, fundaram o Ensiferum. Queriam nomear a banda como Empunhando a Espada, porém, ficaria muito na cara que eles eram viados, então, para agradar o público nerd, colocaram uma palavra em latim. Afinal, não importa, qualquer coisa em latim soa legal. Ninguém sabe o que significa aquilo, mas soa legal, e como metaleiro se contenta com qualquer merda que tenha guitarras no meio, sem problemas. Fizeram suas orações para Odin e para o Deus Metal, e então foram para o estúdio ensaiar as primeiras demos.

Markus tocando guitarra enquanto pensa nos Big Macs que ainda não comeu.

Após um entra e sai de membros e gravações de músicas louvando Thor e berrando a vitória sobre os fracos cristãos da Inglaterra, assinaram, finalmente, um pacto contrato com uma gravadora, e começaram a trabalhar em seu primeiro álbum: E assim, Ferro, com Heroína Sim, Dança dos Duendes e Toco do Tempo como sucessos absolutos. A primeira faixa bombou na rádio dos principais hospícios finlandeses. Nesse álbum, também, nota-se a presença de uma tecladista mulher, para a alegria dos pseudo-vikings punheteiros. Só que ela saiu algum tempo depois, para a tristeza dos mesmos. Então, a banda começou a sofrer assédio de vários fãs virgens pedindo para que procurassem outra gostosa branquela de cabelo preto.

Para o segundo álbum, Ferro, foi chamado o guitarrista (também vagabundo) e vocalista com voz de cabrito montanhês Petri Lindroos, ou, como é chamado pelos íntimos, Pedrinho, que era vocalista de uma outra banda finlandesa que ninguém conhece: Norther.

Os outros seguiram, então, com Pedrinho sendo o único membro permanente, além do comedor de Big Macs Markus. Além disso, a banda não conta com nenhum integrante original. De 3 em 3 meses, trocam pelo menos dois. Dave Mustaine até brincou, em uma entrevista, falando que sabia quão ruim era a sensação de ser demitido de uma banda.


Discografia[editar]

  • E assim, Ferro (2000)
  • Ferro (2004)
  • Victoria's Secret (2007)
  • Alfafa (2009)
  • Heróis sem Sangue (2012)
  • Prazer Solitário (2015)

Ver Também[editar]


Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!