Enxaimel

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Enxaimel é um estilo de casas que teve a inspiração em legos contornados com palitinhos de sorvete: oras, não necessariamente isso é uma casinha de bonecas mais barato, mas quem achava que não podia funcionar e durar alguns meses muitas décadas, sem desabar, se fodeu, pois elas são sim muito resistentes, desde que se use algo para vencer os cupins, já a parte do lego, pode esquecer ainda, não se sabe de paredes de plástico que tenham dado certo, em todo caso elas apenas se parecem com lego, mas não são.

Como se faz[editar]

Enxaimel do ano passado mostrando o quanto é sólida e duradoura.

Não sou arquiteto, mas a estrutura dessas casas é muito simples de se compreender: a madeira que normalmente serviria apenas para caixilhos, forros, etc... passa a ser usada também como uma espécie de contorno e também ajuda como alicerce. Bem por isso alguns acham que basta passar aquele irritante e libelular(palavra inventada, nem procure), enxame(sabe de quem enxaimel tentou copiar), de cupins malditos e em pouco tempo o contorno estranho juntamente com as paredes de tijolos desabará na testa de quem passar por ali em um momento de azar.

Se você gostar desse estilo e não quiser ter o trabalho ou se arriscar, pode simular uma casa enxaimel apenas e tão somente fazendo uma casa em alvenaria normalmente e, depois sapecando uma tinta de preferência cinza chumbo, como se fosse faixas, lembre-se de quando estava na pré-escola e fazia contornos apenas ao invés de desenhar algo, diferente de agora que você fica a aula toda desenhando manga ou o nariz do profe ou o sorriso gozado da profe ou... ah, desenhe coisas mais interessantes, com todo respeito aos seus profes que tentam fazer o milagre de te transformar em gente. Enxaimel pode ser simulado como você percebeu e qualquer mestre de obras pode perceber, fica até mais crível que pare muito tempo em pé do que as mescladas com madeira. De longe ninguém perceberá a diferença, nem mesmo um alemão.

Até porque...[editar]

Seja bem vindo à casa estilo enxaimel... ou de lego, mas é quase a mesma coisa.

Esse estilo surgiu quando queriam economizar com tijolos e cimento, nada mais do que isso, mas como houveram muitas pessoas que, com a cara vermelha de admiração, gostaram da obra com aqueles esquadros, quadrados, triângulos, retângulos... contornando as casas, outros não gostaram achando que parecia casa esqueleto, mas os primeiros prevaleceram sobre os que não gostaram e as casas acabaram se popularizando. Alguns também acharam uma vantagem pois ao menos eram menos enfeitadas do que as que estavam mais em moda devido à influência de bichas francesas arquitetos estilosos que haviam ido dar seu ar da graça no panorama alemão.

Oras, todos nós sabemos que não se tem muito o que inventar quando se fala em moradia: paredes, teto que não passe chuva nem cagadas de pombos, portas, janelas, lugar pra dormir, lavar a carcaça e cagar redirecionando a uma rede de esgoto por direito. Casa certo, de preferência deveria ser tudo em mármore,

Alicerce enxaimel inaugurado pelos cupins.

como não é sempre possível, então nos contentamos com concreto, porque a madeira o cupim acaba por, cedo ou tarde transformando em farinha de rosca que só os cupins mesmo apreciam. Se quiser falar de arquitetura no planeta Terra, só temos duas opções reais: arquitetura chinesa da qual deriva a japonesa e afins ou a arquitetura arabesca, se ressaltando alguma coisa lá pela Índia - fora isso, qualquer coisa que se invente é ou uma cópia malfeita dos orientais ou uma invenção meio estranha... da futurista nem digamos nada, o Oscar Niemeyer tentou algumas cagadas, mas tenhamos respeito para com ele, ao menos tentou e ficou rico, o que eu e você vamos morrer tentando. Enxaimel permanece sem desabar com aquelas riscos que parecem a pichação de um portador de TOC.

Ver também, se quiser[editar]