Erik, o Fantasma

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Cuidado! A qualquer momento um alemão pode invadi-lo!

Ruth Romcy1.JPG Este artigo é ASSOMBRADO!

Alguma assombração que atravessa paredes e adora pregar peças em cagões
está vigiando este artigo, então cuidado com os objetos flutuantes e não vandalize,
ou ele virá puxar seu pé enquanto dorme.

Night creature.JPG Erik, o Fantasma surgiu das trevas!!

Always lurking... Always in the darkness...

Puro osso.gif


PROCURADO

Fantasma Máscara.jpg

Erik, o Fantasma é procurado por crimes contra
a sociedade e é extremamente perigoso.

Procurado vivo ou morto (de preferência morto).
Recompensa: R$1.000.000,00 e um baguete francês
Revoltado com seu estilista
Comendo Dando prazer a mocinha em filme, um trabalho pornô artistico muito reconhecido pelos fãs.

Cquote1.png Você quis dizer: V Cquote2.png
Google sobre Erik, o Fantasma

O "Fantasma" é um cara doidão que cheirava maconha e um dia, quando foi ascender um basiadão, queimou metade da cara (sim, apesar dele não ser brasileiro, já fumava quando criança). Então virou o Duas Caras, foi lutar contra o Batman, morreu e fim da história! Não, não foi isso que aconteceu...ah, é: Quando era pequeno, vivia sendo escravizado num circo cigano de putaria onde era chamado o "Filho do Diabo" (por ter a cara queimada). Um dia, uma ninfetinha asmática garota chamada Giry foi ao circote e teve pena do fdp garotinho e escondeu-o nos subterrâneos da Ópera onde era, ainda, bailarina. Nesse processo de masturbação de esconder o fantasma (Erik), o garoto comete seu 1º assassinato matando o chefe do circo que tentou impedi-los de fugir.

Desde então, Erik viveu nos subterrâneos dessa Ópera, tendo que comer ratos e pedras para sobreviver. Apesar da garota ter salvo-o, ela não queria ficar muito perto do garoto porque tinha um pouco de medo dele (eu sinceramente acho que ela simplesmente era lésbica e por isso não quis ficar perto dele).

Vivendo sozinho, o Fantasma descobriu a Terra do Nunca um mundo cruel e insensível por parte das poucas pessoas que o viam (na maioria das vezes sem querer apenas porque ele saia para ir ao banheiro). Eles achavam que era algum tipo de assombração e tentavam afugentá-lo. Foi a partir daí que Erik desenvolveu uma psicologia chamada: Cquote1.png Me viu? Tá morto! Cquote2.png. Sim (sim o que?), todos que viam o rosto do pobre coitado eram mortos por este próprio. O garoto também começou a usar uma máscara porque nem ele mesmo se aguentava olhar no espelho.

Descobriu também o maravilhoso mundo da punheta música, e passou a dedicar sua vida a essa, compondo várias músicas satânicas. Um belo dia (80 anos depois rsrsrs), ouviu uma gorda chamada Carlotta cantando, e sentiu tanta raiva da gorda que queria matá-la, isso porque ela cantava mal pra cacete. Começou a assombrá-la, e foi então que, em um belo dia (ou nem tão belo) ela desistiu de cantar e ele ouviu a maravilhosa vadia Christine Daaé cantar, e se apaixonou pela sua linda voz.

Carlotta, que é apenas uma puta gorda e histérica que vive de TPM e se acha uma grande cantora de Ópera com um inglês macarrônico irritante, vê seu papel substituído pela bailarina ninfetinha chamada Christimas Dei Christine Daaé.

Christine Daaé é uma mocinha bonitinha (mas sem seios), filha órfã do famoso violinista Gustav Daaé (não conhece? eu também não!) que antes de virar presunto disse à moça que lhe enviaria um "Anjo da Música" pra guiá-la ao Kama Sutra. Isso de fato aconteceu, mas quem cantava para Christine era na realidade o "Fantasma". Esse, por estar perdidamente apaixonado pela vagaba, começou a cantar suas músicas (até então secretas) para ela e a ensiná-la a cantar.

No dia em que Christine é escolhida como Prima Donna (é a pessoa que dorme com todos do palco depois da ópera), a ópera é um sucesso e toda a plateia aplaude o "talento" da moça de 16 anos. Nesse dia surgem dois novos donos da ópera (casal gay) que apenas servem para ocupar espaço no cenário e ver as pernas dos bailarinos. Do meio do nada, surge na arquibancada o cara que se aproveitava da ingenuidade de Christine na época para eles irem até o mato pelados namorado de infância de Christine, Raoul, o Vixi, esconde! Visconde de Sabugoza Changy. O "Fantasma" não gosta da aparição de Raoul e decide aparecer à Christine e levá-la para as catacumbas que é sua casa, nos subterrâneos da ópera, onde se vê a fabulosa e fantástica tecnologia do século XVII (lá é um Lixão Gaúcho). O "Fantasma" canta uma sedutora música à Christine, aonde mostra as suas intenções sexuais, mas a virgem moça é demasiado Xuxaburra inocente para perceber (mas mesmo sem saber o porquê, ela se sente "tocada" pela música).

No dia seguinte (após a noite dura) o "Fantasma" (Erik) ordena que Christine substitua novamente Carlotta na peça "Il Mutto" (eca!), mas isso não acontece e o nosso fantasminha se vinga. No final, Christine e Raoul vão para o telhado da ópera, e cantam uma música totalmente pornô (tocada naquele filme famoso feito pela Xuxa) e a mocinha se sente outra vez tocada pela música. Entretanto, Erik ouve tudo atrás de uma estatueta (que tradicional) e jura vingança (ele dá até um MUAHAHAHAHAHA no final).

No Baile de Máscaras (imitação barata do Carnaval), Erik aparece pela 1ª vez em público e dá-lhes mais uma ópera completa (nessa ópera eu lembro que dormi no filme...e daí?). Nessa ópera, Christine iria ser usada como brinquedinho sexual do Fantasminha Camarada, mas eles (o pessoal todo lá do teatro) a obrida à ser usada como isca para apanhar o "Fantasma" e metem-na como personagem principal. Mas Erik não é burro nem estúpido e mata o ator que tem o papel de D. Juan e o substitui no palco. Na hora, os hormônios da mocinha (que afinal não é assim tão inocente) começam a ferver e eles começam a flertar no palco, fazendo o Raoul ficar na merda.

No final, o "Fantasma" rapta Christine e a leva para os subterrâneos da ópera. Entre cantorias e mais umas merdas muito gays, o "Fantasma" faz chantagem com Christine: se ela o negar, ele mata Raoul. Em ordem de salvar o amado e toda a ópera, Christine escarra na boca de Erik. Em vez de aproveitar o clima e tirar a roupa da vagaba, o "Fantasma" liberta Raoul e ordena que eles os dois desapareçam.

Finais Alternativos[editar]

Há mais uns 256.569.852.369 finais diferentes, mas não me pergunte, eu também não sei! Só sei que em um deles o pai da criatura o mata com um tiro, mas não vou explicar toda a história aqui porque uma já está de bom tamanho!
Portanto, se contente com um dos dois finais ae de cima!