Ervália

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cquote1.png Er o que? Cquote2.png
qualquer pessoa sobre ervália

Cquote1.png liguei pra perguntar se aí ta chovendo Cquote2.png
qualquer cidadão ervalense quando chegou celular na cidade
Cquote1.png vamo pro jão hoje? Cquote2.png
qualquer conhecido seu sobre ir pro joão maconha
Cquote1.png Menina o prefeito foi preso!! Cquote2.png
Dona de casa fofoqueira
Cquote1.png Deixa de ser boba cumadi, ele foi é passar uns dias em um hotel de luxo Cquote2.png
Dona de casa nº2 que também diz ter visto o coelinho da páscoa
Cquote1.png Vamo pro hillux, Vai ter show do Davidson!! Cquote2.png
Típico ervalense animado com o show da sua maior estrela
Cquote1.png Tá passando na caxoeira da usina? Cquote2.png
Típico ervalense residente no jãozim alves, animado com o show da sua maior estrela


Ervália, cidade marcada pela concorrência de dois partidos políticos PTRC (Partido de quem Ta com a Rosca Seca...) e PQFB (Partido Que Furou o Bucho). Nessa disputa, marcada por belos dircursos e mortes ,o povo idiota venera ladrões como santos.

Referências[editar]

Atual prefeito de Ervália fazendo o que faz de melhor.
  1. Viçosa: A las vegas dos vestibulandos ervalenses que costumam fazer agronomia, história, dança, só pra ir chapar os melão estudar na Ufv. Após conclusão do curso retornão a cidade pátria como mão de obra especializada em promoção de eventos.
  2. Muriaé: Os alunos que não passaram na ufv vão pra muriaé estudar na Faminas, e se tomar pau no vestibular da Faminas vão pra santa marcelina.
  3. Ubá: onde os ervalenses tiram carteira e pra onde são levados os enfermos ervalenses em estado grave.
  4. Belo Horizonte: Tem que ter morrido pra ir. Embora a feira hippie passe no casarão todo ano!
  5. Guarapari/Piúma: É o lugar mais longe onde os nativos vão, uma vez por ano fazem uma mudança suas malas e partem rumo ao "oasis" capixaba
  6. Michelle: E um restaurante na cidade de coimbra muito apreciados pelos cabaços machos ervalences, onde comem de tudo menos comida.
  7. Visconde do Rio Branco: Onde vão fazer exame de raio X.
  8. Coimbra: Onde Vao todo Final de semana por ser o lugar mais perto pra ir so pra nao gasta gasolina

Luar do Horizonte do RUI DO BRAIZINHO: Primeira Zona criada na cidade, agora os homens não precisam sair da cidade para ter prazer

Pontos turísticos[editar]

  1. Café Hilux: Um lugar onde você encontra de tudo. Puta, traveco, bêbado, Atleticano, Panhador de Cafe, analfabeto, gente que não toma banho, Pinga Salinas (Na verdade é pinga do bolivar), Macaco Prego. Mais nunca tem Café.
  2. Forró do Zé Rosa: Um lugar chato e cheio de velhos agradável pra pessoas da terceira idade, embora venha a deixar a maioria dos moradores do Bairo Progresso putos da vida irritados por não conseguirem dormir com som auto e de péssima qualidade até 4:00 da madrugada.
  3. Phocus Dance: Onde os pseudoplayboys da roça gastam todo o dinheiro que ganharam na enxada pagando cerveja para as pseudopatricinhas que trabalham como domésticas
  4. Cachoeira da Usina: Onde banhistas se banham na bosta gerada nos povoados de santa terezinha, godinhos e ventania.
  5. Bar do rogério Dasmoça: lá tem de tudo menos moça!
  6. João Maconha: Ponto de encontro de todo bêbado desolado, Putas Lindas Meninas e traficantes do sapucaia Gente honesta e trabalhadora, sua mãe, minha mãe, se encontram para tomar cerveja.
  7. Praça: Aqui é onde tudo acontece, facada, tiro, morte, barraco e show da banda prisma... a praça também é o centro financeiro da cidade, já que é onde fica o água na boca.
  8. Água na boca: Equivalente ervalense ao McDonald, cheio de viados funcionários delicados para melhor atender.
  9. Ventania: Depressão Vale ao lado direito da rodovia em direção a Muriaé. Trata se do único distrito do município. O cemitério fica no ponto mais alto e visível do distrito, inspirando religiosidade e necrofilia exibicionista respeito, o local faroeste que deu fama a Ervália de matar até por uma bala.
  10. Lanchonete do Batista: Melhor lugar para se contaminar com salmonelas.
  11. Igreja do Rosário: Igreja católica pouco utilizada. A pouco tempo o Pastor da Igreja do evangelho triangular propôs comprar ela do Padre Joaquim. Mais o negocio não foi fechado por conta da documentação da igreja que estava irregular.
  12. Represa da Usina: Esperança ervalense em eliminar a praga chamada Guiricema.
  13. Teixeira Shop: Lugar entediante com poucas lojas onde não vai quase ninguém.
  1. Tanque do Braizinho: Balneario onde crianças pegam doenças se divertem. Famoso pelo assassinato de uma égua anos atrás por seu dono alcoolizado.
  2. Belezão: Um exemplo da mania de grandeza da cidade, onde outros lugares tem nomes como Taticão, Timbucão Esquinão e Rio Turvão.

O Povo[editar]

Ervália é lugar de gente mais ignorante que uma porta gentil e feia pra caralho provida de uma beleza única. As pessoas sempre batem esfaqueiam receptivas a todos que venham aproveitar as festas no município, comemorando a colheita do café ou num showmicídio showmício. Uma população distinta pela lucidez e cultura, donde dos 15% dos moradores que chegam ao segundo grau, 9,6% obtiveram o diploma em apenas 4 anos no CESU, sem contar os meses que param para descansar a cabeça entre um módulo e outro. Também na área da educação, podemos destacar a UNI COCK, instituição que oferece cursos de informática básica, higiene pessoal, panha de café, auxiliar de campanha, forró monotônico, bailinho da terceira idade(no momento sem espaço para estágios práticos)e ainda pós-graduação (verbo to be para secretáriado bilingue, gestão pública para auxiliares de campanha, manuseio de colheitadeira, coleta de resíduos urbanos e stand up comedy, krav mága). É uma população onde a loucura e o alcoolismo foram praticamente banidos, se comparada com décadas anteriores. Hoje ao andar uma quarteirão não se vê mais que 4 loucos falando sozinhos e 5 bêbados caídos. Talvez porque a antiga concentração de 1 bar para cada 16,4 metros quadrados fora substituida pela nova concentração de lan houses e igrejas evangélicas. Ainda sobre os doidos do município, deve se lembrar da consciência econômica que possuem, visto que muitos não são pedinte e quando são pedem apenas entre 20 centavos a 1 real, respeitando o limite financeiro da população. 78% dos habitantes se encontram na zona rural, 13% na zona urbana e os outros 9% no michelle ali do lado em coimbra. Também nessa cidade ninguém sabe porque há meia dúzia de true headbangers mais fora dágua que Juiz de Fora em Minas Gerais, sempre tantando reproduzir algum petardo do metal com tonantes, incomodam os que passam pela praça da prefeitura com seus gritos embriagados e sem sentido, e a poluição visual capilar de mau gosto. Um fenômeno moderno é a migração da mão de obra do campo para as empresas escravistas modernas da região, em ubá e visconde do rio branco. nessas evoluídas cidades após um mês para se adaptarem a nova cultura eles importam cada vez mais os valores desses lugares consigo, aumentando o número de manus e pessoas sexualmente flexíveis trazidos destes locais. Também há um bairro ervalhense em campinas, porque também têm de exportar desgraça cultura e tradição. Um destaque é uma Miss que representa Ervália nacionalmente, embora nem eu nem ninguém na cidade possamos recordar o nome dela porque ela nunca vem aqui mesmo. Um dos destaques para o povo de Ervália é a forma como eles conduzem seus veículos, na maioria carroças. A noção de via principal, preferência e faixa de pedestres é totalmente distorcida. Inicialmente não há sinais de trânsito ou, até, faixas de pedestres. Os motoqueiros com carteira comprada em Colatina/ES costumam caçar pobres transeuntes. Uma das principais regras de trânsito da cidade é: motorista de chapéu sempre tem a preferência. Um fenômeno moderno do município é evolução durante o chacinas carnaval. Ao invés do povo atrasado e homicída, na segunda dezena do séc. XXI, a população passou a se organizar de modo a não envolver desavisados em mortes banais. Desse modo, na comemoração anual de jogos mortais carnaval, os valentões trajam abadás de blocos específicos, distinguindo potenciais alvos ou algozes (trajados com abadás diferentes), companheiros de linchamento/adversários de fuga (com o mesmo abadá), e público (quais usam roupas civis). Assim garantindo uma festa melhor para todos. O município também adentra ao mundo das sadomasoquismo filosofia oriental e artes marciais, desmonstrados no MMA Belezão, onde se praticam ao longo do ano golpes para o carnaval e a política.

A política[editar]

Ano eleitoral em ervália é um pouco diferente dos outros lugares, salvo o carater dos candidatos, em ervália não se tem uma eleição, tem-se uma guerra, monopolizada por dois partidos que disputam pra ver quem mata mais, é simples: o partido que matar mais eleitores adversários ganha a eleição. também temos os famosos showmícios onde os candidatos trazem artistas pra comprar votos alegrar seus eleitores, como Nx Zero, Ivete Sangalo, Britney spears, Rolling stones, e há até uma possibilidade de em 2012 trazer Cazuza e sua Predefinição:Mãe. Esta cidade é realmente interessada pelas bocas livres de campanha política, tanto que comparando o número de habitantes, 126% dos moradores são eleitores. Frequentemente a tropa de choque vem para descer o purrete sem dó e espalhar gás de pimenta manter o bom andamento dos direitos eleitorais, fazendo desta cidade e sua população alvos móveis para treinamento com bala de borracha a própria comunidade destes educados homens da lei.

Esportes[editar]

Os esportes da cidade são baseados em várias modalidades.

A primeira é uma luta oriental surgida no estado de Santa Catarina onde a cada dez crianças da cidade de Ervália uma é campeã mundial. hapikdo: onde os jovens se inscrevem só pra viajar de graça vão todo ano pra Bahia ganhar uma porra de uma medalha mixuruca

A segunda é o futebol marcada por boleiros de fim de semana que se juntam em uma roça com o principal motivo e se empanturrar de ceveja e torresmo após o jogo.

A terceira e o vôlei, onde um monte de perna de pau que não deu certo como goleiro prática a modalidade, nunca passou da primeira faze no campeonato estudantil regional.

Ainda tem os levantadores de copo que tem a ardua tarefa de beber a Pinga do Bolivar (iguaria ervalense)