Espíritos do World Trade Center

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
USB logo.png Powered by Chevrolet

Este artigo é gringo! Ele come Big Mac com Coca Cola no café-da-manhã e pensa que Seinfeld é a melhor série de todas.

Dercy gonçalves.JPG I M A G E N S|||F O R T E S

Neste artigo são exibidas imagens fortes. Caso você possua doenças cardíacas ou seja menor de 18 anos, idoso, gestante, fresco, patricinha ou emo, não leia este artigo.


Cquote1.png ISSO NON ECXISTE!! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre os espíritos do WTC
Cquote1.png É coisa de Alá contra os porcos estadounidenses Cquote2.png
Osama Bin Laden sobre Espíritos do World Trade Center
Cquote1.png Peguei um monte deles Cquote2.png
Morte sobre Espíritos do World Trade Center

Teletubbie do mal observando o espetáculo mais de perto.

Os Espíritos do World Trade Center são fantasmas que apareceram quando a Al Qaeda treinava arremessos de aviões, uma nova modalidade nas Olimpíadas. Eles são fumaças, fogos ou paredes em formato de cabeças. Ou melhor, cabeças de fantasmas em formato de fogos, fumaças e paredes.

Começo[editar]

O início foi quando os Estados Unidos, comandados por Bushi e outros líderes que apreciavam jogos de War estavam numa missão: Conquistar 25 plataformas de extração de petróleo e refinarias à sua escolha. No Oriente Médio, como os caras de lá se autodestroem, seria muito mais fácil. Então, o exército norte-americano fez uma excursão lá. Sabe como é, aproveitar as férias. Mas no meio daquelas bandas havia um Milk Sheik chamado Osaminha, um sujeito com a barba muito bem cuidada, e uns amigos da organização Al Caída.

Eles estavam numa missão religiosa, que era espalhar o Islamismo pelo mundo afora. Mas o Cristianismo fazia muita concorrência. Se fazer filhos muçulmanos não bastava, então eles precisavam de diminuir a população cristã. Aproveitando isso, assim eles se vingavam também dos E.U.A. por fazerem merda nos desertos. O resto toda a Torcida do Flamengo sabe. Mas a imprensa, querendo esconder a verdade principal do incidente, não mostrou a parte decisiva, a que registra a verdade.

A verdade sobre os espíritos[editar]

Enquanto Osama e seus comparsas se preparavam para o show, os espíritos maléficos (a besta, Satã, Lúcifer e companhia) arquitetavam seu plano de dominação mundial. Para começar com estilo, eles fariam uma grande explosão. Quando descobriram o plano da Al Qaeda, melhor ainda. Bastava os espíritos maléficos observarem Bin Laden fazer o trabalho pesado para eles, sem que o barbudo soubesse.

Nos dias anteriores ao atentado, Satã, o Motoqueiro Fantasma, os comissários da morte e companhia foram beber no inferno, acompanhados de Jeremias. Eles não faziam trabalho algum, já que os terroristas muculmanos o fariam. Além de beberem, eles se divertiam em festas. No dia especial, os elementos do mal alugaram camarotes em Nova Nova Nova Nova Iorque para observarem o espetáculo maravilhoso.

Na destruição, alguns não se seguraram e forma em direção aos prédios atacados para presenciarem o HORROR mais de perto. Aí, algumas câmeras flagraram os seres no cenário colorido da destruição. O que eles faziam ali, até hoje a mídia não sabe, pois nenhum repórter teve coragem de pedir uma entrevista. Os jornais e revistas, mesmo depois do ocorrido, não mostraram os filmes para a população, porque Satã os pagou uma bela quantia para que ficassem calados.