Espanha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Inquisicaoespanhola.jpg

¿¿¿Porque no te callas???
No robe los picassos de Espanha o la Santissíma Inquisición lo mandará para el colo del capeta!!!

Ueurss.jpg
Este artigo é sobre humor europeu

Desculpem, o humor deste artigo é ininteligível para brasileiros e sul-estado-unidenses.
Então, nada de Chuck Norris, Jeremias ou humor privado aqui, certo?
Livrobase.jpg
A Desciclopédia possui um livro sobre esse assunto em sua biblioteca: O que é espanhol
●Reino Basco de España
●Reino ¿Por qué No te Callas? de España
●Espanha

Bandeira da Espanha.png Brasão da Espanha.png
Bandeira Brasão
Lema: Somos mucho mejores que Portugal, count?
Hino: Te amo Espanhola
Peninsula iberica mapa.jpg
Capital Madri, a maior cidade de Portugal
Maior cidade Lisboa, Buenos Aires
Língua Castelhano, Portunhol, Árabe, Catalão, Galego, Basco, Occitano
Tipo de Governo Reino Magnético
El Rey Rei Juan Carlos da Espanha
Heróis nacionais Fernando Alonso, Salazar
Independência Somos dependentes de um monte de estrangeiros
Moeda Cheque sem fundos
Religião Pastafarismo
População 40 milhões de espanhóis
Área O que Portugal não quis ser. (100% de água)
Analfabetismo 40% "0"%
PIB per Capita 555.425.554 USD/hab.
IDH 0.999
Fuso Horário Eles que digam na TV
Clima Mediterrâneo selvagem
Site do Governo inciclopedia.wikia.com
Cquote1.png Experimente também: Outra porta de entrada de imigrantes ilegais para a Europa Cquote2.png
Sugestão do Google para Espanha

Cquote1.png É aqui a latrina? Cquote2.png
Habitante do Bairro da Madragoa sobre Espanha
Cquote1.png ¿¿¿POR QUÉ NO TE CALLAS??? Cquote2.png
Rei da Espanha sobre Hugo Chavez
Cquote1.png Espanha... Que belo país da Ásia. O que mais gostei não foi o espaguete nem a pizza, e sim o Coliseu e seus gladiadores Cquote2.png
Carla Perez sobre Espanha

A Espanha é uma porção de terras em torno do Estádio Santiago Bernabeu, que pertence a Portugal, que guarda isso em segredo em troca de putas e cerveja e garantindo aos espanhóis todo o lucro do país. O país é um caso raríssimo dos mais loucos e únicos, é a única república das bananas no meio da Europa, sendo inclusive a única de toda a história deste continente[1]. A Espanha é conhecida principalmente pela espanhola, saudação típica e acolhedora oferecida pelas mulheres aos homens, especialmente aos estrangeiros.

História

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: História da Espanha

Espanha pré-romana

Quando você vai para a Espanha, as pessoas vêm e dizer-lhe "¿que carajo haces aqui?, ¡lárgate cabrón!" ("o que caralho faz aqui?, ¡lárgate babaca!".

Os primeiros doidos que habitaram aquelas terras foram os Celtas em 1000 a.C., obviamente eles se tocaram da péssima ideia que foi colonizar aquelas terras e foram embora para sempre. Outros que fundaram cidades por lá foram os fenícios por volta de 700 a.C. (estudos acreditam que os custos de manter as colônias inúteis na Espanha que foram o fator determinante para a falência da Fenícia).

Antigos registros gregos feitos por Homero narram as mais antigas descrições dos povos iberos e celtíberos, que eram fanáticos em comer banana assada na brasa.

A Espanha foi ocupada pelos cartaginenses em 300 a.C. e fundaram Cartagena para servir como estância de Aníbal para quando quisesse tirar umas férias na Europa. Todavia, quando abriram Ibiza Cartagena não foi páreo para a concorrência e faliu.

Hispânia

Após Cártago ter perdido a Segunda Guerra Púnica em 201 a.C., a Espanha acabou virando território romano por acidente.

A contragosto os romanos tiveram que construir estradas, levarem o vinho, instalarem a tecnologia de irrigação por aquedutos, tudo para agradar os hispânicos.

Visigodos

Hispânia sucumbiu aos bárbaros que vieram do Norte (os visigodos), é verdade que Roma nem se importou, até agradeceu e pediu que eles não devolvessem nunca mais.

Foram esses projetos de bárbaro (os visigodos) que instauraram a Idade Média na Espanha e construíram por lá os primeiros castelos.

Invasões muçulmanas

Por ser uma terra extremamente desunida, a Espanha caiu na humilhação de ser invadida e ocupada por Marrocos e seu exército pífio que usava apenas varetas, estrume de camelo, areia, e cimitarras feitas de cactos. Foi por causa dessa época que Avicena e Averróis são conhecidos na cota muçulmana de filósofos.

A ocupação árabe na Espanha não durou muito, e aquelas terras foram reconquistadas pelo bravo e valente povo espanhol (exceto a Galícia do Sul), graças ao fato dos árabes terem ido todos à Meca no Ramadã e deixado a Espanha sem ninguém para ser recuperada.

Inquisição Espanhola

Um esporte sádio dizem os inquisidores.

Traumatizados por muçulmanos, a Espanha tornou-se uma nação cristã, e todo ano é realizada o esporte nacional de queimar hereges na Inquisição Espanhola. Se os franceses tem a "Tour de France", a Itália tem o "Giro d'Italia" e a Alemanha tem a "Töhdstjudnawehetörpatönkühlße" (algo como "Caça aos judeus" que, apesar da popularidade, está oficialmente proibida desde 1945), a Espanha tem a Inquisição Espanhola.

Reino da Espanha

Nascida do ajuntamento da união de dois reinos, o de Renato Aragão e Castela (uma espécie de castelo emo), o Reino da Espanha tem uma história bem dinâmica, sendo formadas por celtíberos, visigodos, mouros e latino-americanas, bascos, e galegos que vão trabalhar colhendo morango e acabam trabalhando dando o "morango".

Colonização das América

Diversão na Espanha é desperdiçar comida.

No século XIV a Espanha, que sofria na época de uma grave crise de identidade, começaram a imitar Portugal na cara dura, mandando os seu galeões (naus portuguesas falsificadas) pelo mar procurar ilhas para plantar banana e cana-de-açúcar. Como o rei português ficou chateado e mandou uma reclamação à OMC Marinha Real Britânica que respondeu prontamente os portugueses com nada fazendo. Os corajosos espanhóis responderam à altura e decidiram ir fazer queixinhas ao Papa, que disse aos portugueses para brincar de outra maneira com os espanhóis.

De qualquer modo, sabe-se que os espanhóis já praticavam o extermínio de índios muito antes do nascimento do General Custer, embora também neguem o fato e digam que graças a eles a América Latrina possui supermercados, bancos e telefone e que se não fosse por eles, os latrinos-americanos estariam andando com tampa-rabos e penas na cabeça até os dias de hoje.

Durante essa gloriosa época, apesar de saquearem com todo ouro asteca, eles nada possuem deste nos dias de hoje, usaram o ouro todo para pagarem dívidas com o Reino Unido.

Com a chegada da modernidade norte-americana, os espanhóis ficaram retidos como país que não é compatível com ela, e escolheram com base para sobreviver improvisar com coisas tipo vender seu país para o exterior como se fosse a oitava maravilha do mundo.

Segunda República Espanhola

A Primeira República Espanhola nem existiu (ou se existiu foi extremamente isignificante). Mas a Segunda República Espanhola foi mais gloriosa, durou 4 anos, uma eternidade para os padrões hispânicos e suas terras habitadas por mais de 8000 dinastias que se odeiam e não falam a mesma língua.

Franquismo

A Espanha orgulha-se de suas fontes de energia renováveis e limpas.

Enquanto o mundo todo estava em Primeira Guerra Mundial, a Espanha estava em seu mundinho praticando a Guerra Civil Espanhola (que envolvia mais diferentes povos que o mundo inteiro na guerra mundial), onde o resultado acabou instituído o sistema socialista soviético no país.

A Espanha teve participação pífia nos eventos da Segunda Guerra Mundial, humilhados, aquele povo foi ludibriado pelas ideias teoricamente magníficas de Darth Franco que instituiu em 1936 o governo fascista Sith

Fatos recentes

Quando Darth Franco morreu nas mãos de Luke Skywalker, foi instituída uma democracia e hegemonia artificial no formato do "Reino da Espanha", tudo apenas para poderem entrar na UEFA.

Geografia

A Espanha constitui-se como uma imensa planície, ótima para se construir campos de futebol. Os Pirineus são excessão, marcando a fronteira espanhola com a França ou, segundo as más línguas, com a Europa. Quanto à hidrografia, são encontrados vários rios consideráveis e de nome style, como o Guadalquivir, e o Duero (ou Douro), que é um importante caminho para se invadir Portugal.

Subdivisões


Política

Espanha vista do lado português da fronteira.

Muitas regiões reivindicam autonomia, sendo que o exemplo mais notável é o do povo Basco (Euscarai), um povo muito estranho que não se parece com ninguém da Europa (provavelmente vieram de Alfa-Centauro). Os bascos costumam provocar atentados com bombas de chocolates, e doces diversos. Uma família de bascos muito famosa que veio do Curdistão são os Mascarenas (mais conhecidos como Mascarenhas). Os Mascarenhas são famosos por sua puta grana, seu gosto por uniformes, e por exportar mão-de-obra para a Polícia no Brasil.

Atualmente a Espanha sofre da "Síndrome do Novo Rico". Por ganhar esmolas do restante da União Europeia, o desenvolvimento econômico acabou aparecendo, e por conta disso gerou uma forte necessidade de autor-afirmação para com o restante da Europa, enquanto há pouco tempo os espanhóis ainda morriam de fome em seu pobre país em seus barracos de papelão e madeira.

População

Uma "espanhola".

Pelas sucessivas levas de árabes, os espanhóis são considerados os menos europeus da Europa, e por isso, sofrem de preconceito, embora neguem esse fato terminantemente e encham a boca com todo orgulho cabível, nela, na boca, para falarem que são (modo reticente e arrogante on) europeus (modo reticente e arrogante off).

Portugal acha Espanha uma merda, apenas gosta das putas espanholas. O Brasil nem das vadias espanholas gosta, pois o nível é baixíssimo.

Imigrantes brasileiros

Até pouco tempo atrás, os imigrantes brasileiros entravam pelo Estreito de Gibraltar. Mas foram tantos os brasileiros que penetraram por este famoso acidente geográfico ibérico que o pobre Estreito acabou todo escalavrado e teve que mudar de nome para Largo de Gibraltar. Hoje, assim que nossos patrícios desembarcam no Aeroporto de Barajas, são imediatamente levados para a Extremadura. Extrema dura da polícia. Nossos travestis de exportação são obrigados a dar o cú, então, coitados, mesmo em viagem de negócios, estão sendo vítimas de grande discriminação. Estão proibidos terminantemente de entrar pelos espanhóis. Quer dizer, só um pedaço. Para retaliar ferozmente essas atitudes irracionais e racistas das autoridades galegas, sugiro que o Brasil seja macho e obrigue os turistas espanhóis que vierem ao nosso país a serem submetidos a um rigoroso enema logo na entrada. E na saída também.

Divergências entre Portugal e Espanha

Sabia que...

  • ... a Espanha importa de Portugal e da França camisinhas usadas para produzir chicletes?
  • ... a maior qualidade de Espanha é a capacidade de produzir putas espanholas?
  • ... o maior produto de exportação espanhola para Escandinávia, Suíça, Alemanha, Israel, Japão são putas?
  • ... a espanhola foi inventada por portugueses (com espanholas, obviamente)?
  • ... os espanhóis pensam, mas, como todo o resto que fazem, fazem-no mal?
  • ... os espanhóis tomam banho uma vez por mês? E com uma toalha molhada?
  • ... a Espanha não existe? O que realmente existe é um conjunto de povos oprimidos por Madrid.

Futebol

Trio de arbitragem se preparando antes de entrar no jogo.
"De Gea é o melhor do United" e sua imprensa defende essa comica posição. No desporto espanhol, as influências desempenham um papel fundamental.

A Espanha é uma das principais potências do futebol europeu. Sua seleção, apelidada de Fúria, não faz parte desta distinção no entanto mostra a irritação de seu povo em ter menos títulos que a Argentina (ex-colônia). Espanhóis podem tirar proveito de todos os títulos que deram uma de suas times de um certo Alfredo di Stefano da Argentina para vender seus jogadores como se fossem boas.

Principais clubes:

Referências

  1. Manipuladores de mídia, favelas, governo corrupto e inepto, etc.
Flag map Espanha.png
Espanha
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografiaEconomiaCulturaTurismo
Eu!naz1.gif
Europa
v d e h

Países: Albânia | Alemanha | Andorra | Armênia | Áustria | Azerbaijão | Bélgica | Bielorrússia | Bósnia e Herzegovina | Bulgária | Cazaquistão | Chipre | Croácia | Dinamarca | Eslováquia | Eslovênia | Espanha | Estônia | Finlândia | França | Geórgia | Grécia | Hungria | Irlanda | Islândia | Itália | Letônia | Liechtenstein | Lituânia | Luxemburgo | Macedônia | Malta | Moldávia | Mônaco | Montenegro | Noruega | Países Baixos | Polônia | Portugal | Reino Unido (Escócia - Inglaterra - Irlanda do Norte - País de Gales) | República Tcheca | Romênia | Rússia | San Marino | Sérvia | Suécia | Suíça | Turquia | Ucrânia | Vaticano

Territórios: Abecásia | Açores | Akrotiri e Dhekelia | Åland | Chipre do Norte | Crimeia | Ilha da Madeira | Ilha de Man | Ilhas Canárias | Ilhas do Canal | Ilhas Faroé | Jan Mayen | Kosovo | Nagorno-Karabakh | Ossétia do Sul | País Basco | Svalbard | Transnístria

Flag of OCDE.jpg
Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico
v d e h

Países membros: Alemanha | Austrália | Áustria | Bélgica | Canadá | Chile | Coreia do Sul | Dinamarca | Eslováquia | Espanha | Estados Unidos | Finlândia | França | Grécia | Hungria | Irlanda | Islândia | Itália | Japão | Luxemburgo | México | Noruega | Nova Zelândia | Países Baixos | Polônia | Portugal | Reino Unido | República Tcheca | Suécia | Suíça | Turquia