VIVA LA REVOLUCIÓN!!!☭♥☭♥☭♥

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Esquerda)
Ir para: navegação, pesquisa
Aviso importante: Politicagem aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa com sua opinião sobre a CPMF, o imposto de renda ou a PQP. Seja engraçado e não apenas idiota.
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Esquerda política.
Simpatizante ideológico da esquerda política revoltado com o capitalismo.

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Vagabundagem? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Esquerda política
Cquote1.png Experimente também: Ditadura gay Cquote2.png
Sugestão do Google para Esquerda política
Cquote1.png Esquerda é aquilo que esta do lado de lá da direita Cquote2.png
David Hume sobre esquerda.
Cquote1.png Meus fãs! Cquote2.png
Fidel Castro sobre esquerda política.
Cquote1.png Isso é uma vergonha! Cquote2.png
Boris Casoy sobre esquerda política.
Cquote1.png É culpa do Capitalismo Cquote2.png
Típica afirmação da esquerda política.
Cquote1.png É culpa do Imperialismo Norte-Americano Cquote2.png
Esquerdista quando a afirmação acima enjoa.
Cquote1.png Eu odeio a esquerda, tem minorias! Cquote2.png
Eric Cartman sobre esquerda política.
Cquote1.png Vai chorar? Cquote2.png
Parque aquático sobre citação acima.
Cquote1.png Dialogar com esquerdista é como conversar com uma porta, se bem que tenho conversado com a minha porta e de vez em quando ela dá umas respostas inteligentes. Cquote2.png
Olavo de Carvalho sobre esquerdista.

Esquerda política é um sistema ectoplasmático de cunho hippie pautado em ligar o foda-se para o trabalho e esforços pessoais, e tomar conta de tudo aquilo que é de outros trouxas, principalmente se forem homens brancos, héteros e judeus cristãos. A esquerda tenta justificar a malandragem de estudantes universitários folgados chegados num baseado e o pseudo-intelectualismo de professores universitários marxistas, foca na luta do proletariado contra a opressora classe burguesa e busca a estatização de qualquer coisa privatizada por esta, a menos que a Terra não permita. Geralmente usam o cálculo, a paranoia, o assassinato e a história para cumprir seus objetivos vingativos.

Ideologias e formas de governo[editar]

Comunismo[editar]

Comunista pop e comercial, segundo o Slayer.

Cquote1.png AAAAAHHHHHHHHHHH!! Cquote2.png
Augusto Lima sobre comunismo.

O comunismo é pop. Depois de inúmeros anos de luta e prolongada troca de farpas contra os vermelhinhos, o capitalismo, com toda sua ganância ideologia libertária, decidiu que era hora de difamar contra a memória de grandes revolucionários do passado, como o argentino asmático e fedorento Ernesto Guevara, e lucrar com ele ao mesmo tempo. Logo, começaram a ser vendidas camisetas e garrafas promocionais limitadas de Coca-Cola com o rosto do já citado Che Guevara, broches com a foice e o martelo, camisas apertadas vermelhas com a sigla CCCP em shopping centers, com preços que muitas vezes ultrapassam os três ou quatro dígitos.

Atualmente, ser comunista é mais um estilo de vida, como qualquer coisa fútil comerciável, e várias celebridades (repetindo: fútil) se dizem comunistas, mas não comunistas convictos, de extrema-esquerda, que simpatizam com todo e qualquer sindicato, têm uma filha chamada Olga e/ou uma mulher chamada Nadja, acham Oleg Salenko melhor que o Pelé, confundem gremlins com kremlins, sempre viram pra esquerda em bifurcações e possuem uma camiseta com a foto do camarada Lênin adquirida em alguma banca hippie.

Socialismo[editar]

Cquote1.png Socialismo é método econômico, não ideologia! Cquote2.png
Socialista sobre esta seção.

Um método de enriquecimento pessoal em detrimento de uma classe trabalhadora que passará o resto de sua vida ganhando feijão enlatado do governo. O socialismo é uma ideologia política de comunismo soviético que busca um mundo perfeito onde todos trabalham e todos tem acesso a tudo (é óbvio que isso não passa de falácia), geralmente paises concentrados no extremo norte do ocidente perto de países da china, como o japão, são socialistas, são os criadores da Reversal Russa do Extremo norte SocioNazista sem verbo.

Papai Noel distribui presentes de graça para criancinhas... Vestido de vermelho... Ele é socialista.

Para a ciência política, o socialismo é aceito como uma forma de governo que busca na unidade da sociedade ferrar um povo inteirinho só para dizer que é bom o suficiente. Com o fim da União Soviética, o socialismo caiu em desuso, e atualmente apenas China, Laos, Venezuela, Coreia do Norte e a Terra dos Smurfs (também conhecida como "Cuba") ainda utilizam o socialismo. Demais países, como o Brasil, utilizam uma forma de socialismo fake, que nada mais é que um capitalismo democrático.

Logo, socialismo é sinônimo de "capitalismo", só não vê isso quem não quer, e EUA e URSS passaram toda metade final do século XX só fazendo um teatro ideológico para se entreterem depois que acabou a Segunda Guerra Mundial.

O socialismo é dividido em comunismo, socialismo reformista, nacional-socialismo, anarquismo, budismo, satanismo, satanisto-socialista, trotskismo, marxismo, leninismo, stalinismo, marxismo-leninismo, stalinismo-marxista, stalinismo-leninismo, maoísmo, ambientalismo, revolucionismo e capitalismo cristão.

Atualmente, ativistas socialistas se resumem apenas a médicos do sistema de saúde cubano, e vendedores ambulantes de camisetas com aquela foto do Che Guevara. O socialismo no mundo moderno só é muito utilizado para ser utilizado como ideologia de vilões machões sem camisa com calça do exército e uma cicatriz no rosto, nos filmes de Hollywood. O socialismo defende uma série de teorias econômicas inovadoras, entre elas o apoio total ao mercado do narcotráfico guerrilheiro. O rápido desenvolvimento da China é um exemplo do sucesso do socialismo.

Nazismo[editar]

Versão neonazista da suástica.

Cquote1.png Como assim?! Nazismo é de direita! Cquote2.png
Esquerdista sobre esta seção.

Foi uma religião antiga criada por um emo deprimido com sua franjuxa, que chorava palavras em alemão sempre no meio de grandes aglomerações de pessoas. O nome desse individuo era Adolf Hitler, ou Adolfinho. Sua religião se tornou um governo que pregava a superioridade dos emos e, como veremos depois, dos narigudos. Nazismo vem de Nazo, que significa Nariz, e ismo é ódio, que é um sentimento, que por sua vez é uma doença. Portanto, "Nazismo" significa significa "Odiadores do Nariz". Não se sabe direito sobre o porquê dese nome, mas acredita-se que seja relacionado aos judeus.

Hoje em dia o Nazismo é fashion e existem muitas tribos de shoppings centers que o seguem. Seu principal representante e divulgador é o Zé Gotinha, que realiza o trabalho de recrutamento e seleção de crianças para a Neo-Waffen-SS, que visa reerguer o Nazismo e suas palavras de amor e ternura. Existem também os remanescentes do Exército Rosa Nazista, hoje conhecidos como Skinheads, que ainda hoje prometem defender os indefesos Yorkshires da ameaça judia e às vezes nordestina. Além disso, esses simpáticos seres promovem ações beneficientes e lutam em prol da paz mundial e da salvação do lar e da família do cidadão de bem.

A ternura nazista é tamanha que eles abrigam cachorros desamparados.

Sua ideologia é tamanha propagada que sempre encontramos nazistas por aí, espalhando suas palavras de ternura, que atingem até mesmo os mais duros corações. Entretanto, ser nazista é uma coisa deplorável e vergonhosa, e você vai querer tomar os devidos cuidados para não ser nazista. Se você se enquadrar em uma ou mais condições descritas neste artigo, faça como muitos e assuma.

Anarquismo[editar]

Em apertada síntese, é encarado como um movimento pop-artístico e religioso que prega uma filosofia de autoajuda no lugar de políticas ou ciências tradicionais que poderiam perturbar o seu karma. Suas principais correntes são o terrorismo-poético, o anarquismo neo-primitivista, o anarcocapitalismo, o anarquismo cristão e higienismo cerebral. Todo anarquista é necessariamente um adepto da esterilização compulsória de padres e clérigos em geral. Em 1992, registrou-se 46 casos de masturbação na capital de Uganda e em 34 deles a polícia confirmou "participação direta ou indireta de anarquistas".

Seu Madruga, o ícone-mor do anarquismo!

No ano de 1980, um superestimado intelectual do meio acadêmico e pop, Maicon Djequison, apareceu num programa de TV aconselhando os antigos socialistas libertários a abandonarem seus dogmas científicos e palavreado histórico por novas insurreições pessoais simulativas que poderiam acabar com qualquer discussão, com base na negação dos significados das palavras e em superstições. O mundo naquela época estava dominado pelos bombardeios de dados vazios e comunicação em massa unilateral, portanto, Michel Foucault e seus amigos da Eslovênia garantiam o maior prestígio a todos aqueles que entrassem para a Nova Igreja Anarquista e profetizasse o fim dos bloqueios econômicos e sociais que perturbam os karmas.

Existe uma filial da International Association of Fascists and Anarquists que promove anualmente encontros onde anarquistas e fascistas discutem suas propostas espirituais para agradar os meios de comunicação. No Brasil, as principais manifestações do anarquismo são os pseudointelectuais acadêmicos das PUCs, da USP e todos aqueles que quiserem ganhar prestígio sem ter de recorrer a antigos livros, documentos e palavreado histórico.

Um político verde

Com a exceção do Levante Infantil das décadas de 80 e 90, não existem registros de lutas ou movimentos armados que tenham sido partidários do anarquismo, então isso é assunto somente para estudantes de computação, jornalismo e psicologia. Também é sabido que a palavra "anarquista" é usada por 12 entre 10 políticos para denominar manifestantes que lhe atiram pedras, ovos ou tortas na cara.

Ambientalismo[editar]

Também conhecida como verdismo, a-ideologia-esquecida-da-esquerda-liberal, ou Política Verde, o ambientalismo é uma ideologia composta por maconheiros semi-socialistas que gostam das plantinhas e dos animais, usando sua política baseada neles (boatos dizem que o rinoceronte Cacareco era ambientalista, assim como seu primo Fuleco). Desrespeitados por todas as pessoas de outras ideologias, os ambientalistas pregam a superioridade dos animais sobre o ser humano, esquecendo que ele também é um, mostrando que mesmo sendo ambientalistas sabem muito pouco de biologia.

Anatomia de um esquerdista.

É difícil considerar o ambientalismo uma ideologia política, já que os seus integrantes não sabem bosta nenhuma sobre isso e são enquadrados a força entre o socialismo e o anarquismo no espectro político, mas mesmo assim eles têm algumas propostas horríveis semi-viáveis. O ambientalismo é totalmente a favor da liberação da maconha para bens sociais e medicinais, além do menor poder do líder sobre a população, a não ser que ele seja um bicho, o que o torna uma ideologia esquerdista, além do fato deles acharem que o capitalismo opressor destrói e corrói a natureza aos poucos, e preferem o jeito socio-anarco-vagabundo-ambientalista de viver. A preservação do planeta é um item essencial nas propostas governamentais de ambientalistas, mesmo que eles tenham que matar milhões para isso, e por isso o ambientalismo é a ideologia mais furada que existe (FODA-SE O PLANETA!)

Estudante universitário de esquerda[editar]

O Reggae Penitenciário estudante universitário de esquerda é um espécime fácilmente encontrado em universidades públicas federais. É membro do DCE (Diretório Central dos Estudantes), militante do PT, PSOL ou PSTU, usa boina com um botom de estrela vermelha (ou foice e martelo). Costuma ter uma grande aversão a trabalho e estudo. Estes tipos resumem suas vidas a noites de baladas, drogas e orgias. O estudante universitário de esquerda encontra-se geralmente na área de humanidades. Anda todo maltrapilho, com uma camisa vermelha com o Che Guevara estampado, calça havaianas para encarnar uma caricata atitude anticapitalista, é contra o dinheiro e considera tomar banho e lavar o cabelo com shampoo práticas pequeno-burguesas! Além de tentar ser um ativista ecológico pró-piolhos e outros parasitas, como comunistas.

A esquerda e o capitalismo[editar]

Elite branca opressora, segundo a esquerda.

A esquerda odeia o capitalismo acima de tudo e de todos, porém, por mais que odeie o capitalismo, ela não arrega mão na hora da necessidade, seja para comprar o novo modelito da camiseta do Tio Che, ou para comprar aquele quadrinho do Super Homem livro do Karl Marx e, claro, para comprar o seu "cigarrinho". Dinheiro também é essencial para comprar os CDs e ingressos dos seus músicos favoritos como o Loser manos e o Geraldo Vandré no caso dos tiozinhos, pois a esquerda adora música, desde que seja brasileira, pois música estrangeira é coisa do imperialismo Norte-Americano, mesmo se for inglesa, francesa ou até mesmo Japonesa.

Porém, o esquerdista não perde uma oportunidade de falar mal do capitalismo, diz que quer destrui-lo de qualquer forma e implantar um sistema que seja "mais igualitario", mesmo não sabendo qual é. Para o esquerdista qualquer figura famosa, seja uma celebridade, um intelectual ou um político, que tenha a coragem de falar mal do capitalismo, por mais sem noção e estúpida que seja a frase, merece ser tachado como heroi.

Resumindo, esquerda política é coisa de pobre - daquela raça que trabalha 6 meses numa empresa e depois disso faz tudo que pode pra ser demitido e ganhar seguro desemprego. Para um esquerdista, se você possui mais dinheiro do que ele, você é fascista.

Espectro político segundo a esquerda[editar]

Political-spectrum.png

E o que a esquerda tem a dizer em sua defesa?[editar]

Cquote1.png Isso é tudo mentira! Uma mentira inventada pelos porcos americanos capitalistas fascistas neonazistas sionistas misóginos machistas inquisidores racistas e homofóbicos. Não acreditem nesses reacionários fascistas, a esquerda é boa sim. Esse mito de que o comunismo matou milhôes é uma mentira inventada pelos conservadores segregacionistas que querem instalar uma ditadura mundial a fim de matar todos os pobres, negros, gays, mulheres e crianças! FASCISTAS! FASCISTAS! FASCISTAS! Cquote2.png

Cquote1.png Direitistas são pessoas abjetas, doentes mentais pervertidos, prostitutas com câncer na vagina, professores maconheiros com priapismos quando veem crianças, a escória da humanidade se reúne na direita pra evacuar sangue de leprosos na sociedade Cquote2.png

Ver também[editar]

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Esquerda política no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg