Estátua da Liberdade

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
McdonaldsAmerica.jpg God Ble$$ De$ciclopédia!!

Este artigo é gringo! Ele usa eletrônicos da Apple, tem um Chrysler poluidor, não joga futebol e acha que é privilegiado..

Este artigo é relacionado à história.

Ele conta o que aconteceu desde a pré-história até os tempos quase atuais.

Cruzada7.jpg
60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Estátua da Liberdade.
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.
Cquote1.png Você quis dizer: Cristo Redentor Americano? Cquote2.png
Google sobre Estátua da Liberdade

Cquote1.png Está eu vi! Cquote2.png
Stevie Wonder sobre Estátua da Liberdade
Cquote1.png Eu viajei para lá em 2009! Amei Copacabana! Mas acho que o Maracanã devia ter ido na eleição! Cquote2.png
Carla Perez sobre Estátua da Liberdade
Cquote1.png Winner! Winner! Cquote2.png
Americanos na Eleição
Cquote1.png EU SOU A ILUMINADORA! Cquote2.png
Estátua da Liberdade sobre o Mundo
Cquote1.png EU QUE FIZ! Cquote2.png
Paulo Maluf sobre estátua da liberdade

A Estátua da Liberdade, ou como é chamada por muitos turistas idiotas e totalmente fanáticos que a amam por: A Liberdade Iluminando o Mundo, é um dos monumentos mais conhecidos do Estados Unidos. Todo mundo conhece, até o brasileiro mais favelado que não tem nenhum acesso à escola ou livros didáticos.

Alguns até dizem que o Cristo Redentor é uma cópia barata, mas se for assim "A Liberdade Iluminando o Mundo" também é a cópia do Colosso de Rodes, já que foram construídas para a mesma intenção: exibicionismo, chamar a atenção de todo mundo. Os americanos tentaram ser originais cobrindo a vagina da Estátua, já o pênis do Colosso é todo explícito e a céu aberto.

História[editar]

Segundo a Uísquepeida e outras fontes, foi construída na entrada do porto de Nova Iorque por volta de 28 de outubro de 1886. Aqui tem uma ressalva: na verdade, a Estátua da Liberdade pertence geograficamente (e juridicamente) ao Estado do Tocantins, veja o Google Maps. A partir deste dia, todos os países passaram a odiar a estátua, pois ela era revolucionária e parecia nova, não pobre como os Castelos da África e torta que nem a Torre de Pizza. É reconhecida em todo o mundo como um símbolo dos Estados Unidos, não só por aparecer em programas, filmes, e por ter uma coroa gigante, mas também por ser um travecão de adamantium e feioso, que aparenta ter cegueira pois nem possui a íris.

Foi um presente dos franceses para os americanos quando estes venceram uma batalha contra a Inglaterra, uma das maiores do século: pessoas de um país lutando contra o mesmo pais.

Essa sim é a imagem real da estátua!

A estátua foi projetada e construída pelo escultor alsaciano Frederico Aleijadinho Bartholdi (1834-1904), que usou sua mãe como modelo, pena que ela era magra demais. Mas sabe-se que foi usada uma mulher como modelo para a estátua, porque eles precisavam de uma cabeça oca para o mirante. Para a construção da estrutura metálica interna da estátua, Bartolo contou com a assistência do engenheiro francês Gustave Eiffel, o mesmo que criou aquela bodega da Torre Eiffel. Só que, desta vez, estava tentando mostrar sua masculinidade, tentando criar assim uma estátua de uma mulher, e não de um pênis gigante.

Infelizmente, a obra foi finalizada em 1887. Era para ter sido atacada durante os ataques de 11 de setembro de 2001, porém deixaram passar. A partir daí, o ódio subiu à cabeça de todas as nações. Não se sabe até hoje se é porque todo mundo odeia os Estados Unidos, se é porque eles são uns metidos, ou se é puro ciúme daquela bostinha mesmo (cá entre nós, a estátua é um lixo).

São 167 degraus de entrada até o topo do pedestal. Tanta escada que, no livro de dietas americano George Diet, é recomendado que você suba e desça (por dentro) da estátua todo dia, 6 vezes ao dia, e 6 vezes à noite, caso não tenha acesso a algum outro monumento chinês. Isso provavelmente faz com que a estátua fique entupida de pessoas com uma grande massa corporal, o que também faz com que os turistas sempre encontrem americanos obesos subindo e descendo aquelas escadas.

Cquote1.png Viu só, quem mandou comer no Mc Donald's? Cquote2.png
Burger King

Depois, são mais 168 degraus até a cabeça. Por fim, outros 54 degraus levam à tocha.

A frase escrita no pedestal antigamente era: "Venham a mim as massas exaustas, pobres e confusas ansiando por respirar liberdade. Venham a mim os desabrigados, os que estão sob a tempestade. Eu os guio com minha tocha". Foi trocada para: "Quem diabos precisa de escada, quando se tem elevador. Que coisa de otário!"

Em 2007, a Estátua da Liberdade entrou na eleição das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, perdeu, e todos choraram de felicidade pela sua derrota.

Curiosidades[editar]

Broom icon.svg
Tua mãe desencoraja seções de curiosidades, mas nós não ligamos a mínima! Sob as políticas da Desciclopédia
Mas bem que esta seção pode ser aproveitada integrando-se piadas decentes às seções mais adequadas.
Cada curiosidade pode render uns bons parágrafos, então faça direito!

As principais curiosidades desta coisa que não interessa a ninguém:

  • A Estátua da Liberdade é tão gigantesca e colossal que tem participação especial no jogo Shadow of Colossus. Não é um chefão oficial, pois foi removida na última hora.
  • As dimensões desta merda são imensas: só de altura ela mede 46,50 metros (92,99 m contando o pedestal). Apenas seu nariz mede 1,37 metro, imagine a meleca! Pesa 158 t repartidas no esqueleto de aço (127 t) e na estátua de cobre (31 t), veio da França desmontada em 214 pacotes, é a escultura mais pesada do mundo com 225 toneladas segundo o Guinness World Records e, o que é uma coisa absurda, ninguém precisa deste monumento fajuto em seu país.
  • This státuet is one caca.
  • Meu ingrês também...

Galeria[editar]

Ver também[editar]