Estados Confederados da América

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

{{#logotipo:http://images.uncyc.org/pt/9/95/George_Batata_Washington_Picture_and_Biography.gif}}

Mico azul.JPG



O Mico Azul passou por aqui em 1944!!!



Cquote1.png Você quis dizer: Estados Degenerados da América Cquote2.png
Google sobre Estados Confederados da América

●Dixieland
●Estados Confederados da América
●ECA

Bandeira dos Estados Confederados da América.png Brasao dos Estados Confederados da America.png
Bandeira Brasão
Lema: Dixie Über Alles!!!
(Dixies acima de tudo em Alemão)
Hino: Great Southern Trendkill, Pantera (tradicional)
Sweet Home Alabama, Lynyrd Skynyrd (popular)
South of Heaven, Slayer (não-oficial)
Map of CSA 4.png
Mapa dos ECA
Capital Montgomery, Alabama
Língua Inglês com sotaque de fazenda
Tipo de Governo Democracia Nazista e Cristianismo de Mercado
Ditador Um tal de George Wallace
Moeda Escravos
População 3,521,110



Os Estados com o cu federado da América (ECA!, se preferir) é um país da América do Norte que faz parte da Federação de Repúblicas Americanas.

História[editar]

Em 1861 (Ou seria em 1761?) um grupo de jovens sul-norte-americanos sem ter mais o que fazer resolveu declarar a independência de seus estados do resto daquele país.

Muito se discute em relação de qual fato teria sido culminante para essa decisão. Alguns argumentam que os jovens sul-norte-americanos por serem criados em famílias ultra conservadoras e cristãs acabavam desenvolvendo toda a sorte de distúrbios sexuais e que, para aliviar suas sofríveis vidas, precisavam dar umas palmadinhas em algum negrão gostoso e bem dotado.

Outros acreditam que o fato decisivo foi a decisão do presidente Papai Noel de impedir o casamento entre parentes. Como os brancos sul-norte-americanos não podiam se casar com as negras e como a população branca da região era composta por cerca de 500 fazendeiros concentrados em 2 famílias - os Rednecks e os Hillbillys - que eram primas entre si, a reprodução tornava-se praticamente impossível.

Liderados pelo general Lee Harvard Oswald, os sul-norte-americanos rebelados invadiram o norte da América do norte para tomar o resto daquele país e espalhar por lá seus gloriosos ideais

Devido ao fato de a população sul-norte-americana, na época, ser composta por 99,8% de negros e 00,1% de afro-descendentes, e de que o Glorioso e Invencível Exército Sul-Norte-Americano do Sul não aceitar negros em suas fileiras, o recém criado país foi esmagado pelos seus vizinhos do norte.

Como todo mau perdedor - vide paulistas e sua Revolução de 32 - os sul-norte-americanos se ressentiram e passaram e considerar-se a última bolacha do pacote. os norte-norte-americanos, por sua vez, espalharam pelo mundo o boato de que os sul-norte-americanos são atrasados, estúpidos, retardados e que tem o péssimo hábito de transar com as suas primas.

Guerra de Sucessão[editar]

Logo após declarada a independência, os ECA! prepararam seu Glorioso e Invencível Exército Sul-Norte-Americano do Sul. Pelos fatos já mencionados acima, o GIEESNAS - sigla pela qual ele vai passar a ser chamado daqui e para todo o sempre - tomou uma piaba do exército americano que dói até hoje.

Mesmo assim os 13 soldados que chegaram a se alistar por que os outros foram obrigados a lutaram bravamente pelo direito de açoitar negros e casar com as suas primas.

A primeira KKK[editar]

Líderes confederados, Coronel Robert E. Lee e Adolfinho.
Papai Noel, presidente confederado.
Batalha Confederados.jpg

Logo após perderam a Guerra do Sucessão, os 13 veteranos resolveram que iam fundar um clube de grande honra e que através dele iam fomentar o caminho para o ressurgimento da ECA!

Enquanto esse dia não chegava o clube - batizado de KKK, uma onomatopeia derivada do som das risadas de qualquer um que via aqueles imbecis vestidos de Pluft, o fantasminha - continuou com as velhas práticas do tempo de ECA! e pré-ECA!, ou seja, bater em crioulos e foder as primas.

Com o tempo porém as atuações do grupo se diversificaram, e eles passaram a enforcar os crioulos e queimar grandes cruzes (???). Essas duas práticas se explicavam, segundo os membros da KKK por dois fatos:

  1. O sul-norte-americano era tão pobre que não tinha dinheiro para fazer espantalhos. Por isso pendurar os negros nas árvores impedia a aproximação de corvos e outros aves de rapina.
  2. Novamente. Como o sul-norte-americano era muito rico tiveram a luz elétrica instalada em 2000000 ac.

As autoridades norte-norte-americanas fizeram olhos moucos para aquele clube do bolinha do mau. Até que um dos klansmen assassinou o presidente Papai Noel enquanto este estava carinhosamente ouvindo seu pedido de Natal.

O sucessor de Papai Noel, André Joões tratou de acabar com aquela punhetagem. Ou não...

A segunda KKK[editar]

Um porrilhão de tempo depois, Samuel Redneck Hillbilly Redneck III, filho de um dos heróis da primeira KKK - conhecida também como primeira risada - foi brincar de troca-troca com um de seus priminhos quando encontrou no sotão de sua casa uma roupa gozada - no bom sentido - de fantásma.

Como ele era muito bobo resolveu por aquela fantasia imbecil e sair pela cidade pregando sustos na população. Estava refundada a KKK. Ele costumava esconder-se atrás de arbustos para aparecer de supetão e pregar o susto - além de para outras coisas. Como Samuel sempre fazia o papel de mulherzinha nessas brincadeiras, acabou recebendo o apelido de Prescott Bush, ou, em bom português, Prexeca do Arbusto.

Prexeca do Arbusto[editar]

Alguns anos depois, já mais velho, Prexeca decidiu entrar para a política. Como seus avós eram os mesmos que de sua mulher e de outros quatro quintos da população da cidade Prexeca teve problemas. Durante a campanha os cartazes declaravam a disputa entre Redneck Hillbilly Redneck e Hillbilly Redneck Hillbilly, o que causava uma baita confusão nos seus eleitores.

Foi ai que Prexeca decidiu usar seu nome-de-guerra tão conhecido na cidade. Venceu de goleada.

Como prefeito Prexeca foi um grande fanfarrão. Ele organizou orgias gays e, para relembrar seu passado promíscuo, obrigava todo mundo a usar aquelas estúpidas roupas de fantasminhas. A segunda KKK crescia.

Jorge Arbusto Pai[editar]

Mais um carrilhão de anos depois disso o neto do grande Prexeca, um tal de George Bush Pai foi eleito presidente da República Democrática da América.

O Bush Pai era um KKK assim como seus antepassados e tratou de fazer valer o sonho de seu avô. Seu primeiro ato como presidente foi re-declarar a independência do ECA!

Situação Atual[editar]

Desde que a emenda 9327 aprovou a independência da ECA! durante o governo Arbusto Pai, o ECA! faz parte de uma federação de repúblicas levemente democráticas e não muito sensatas.

O atual presidente da Federação, Jorge Arbusto Filho tratou de botar mais lenha na fogueira. Hoje o território do antigo ECA! compreende mais da metade das Repúblicas Federadas da América do Norte. Reza a lenda que o Arbusto Filho teria trocado o nome da ECA! para Jesusland, mas ninguém sabe ao certo.

Galeria de Sua Bandeira[editar]