Estudante

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Barrichello Criyng.jpg Este artigo é sobre um(a) PERDEDOR(A)

Não adianta chorar, ele(a) sempre vai se foder.

Clique aqui para ver outros azarões.
Discionario em png.PNG
O Descionário possui um verbete sobre Estudante
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Estudante.



O conceito de Estudante... em grego ΦoiththΣ... em latim Discipulus... em francês Étudiant... [...]

Cquote1.png Vocês estão anotando senhores? Cquote2.png
Capitão Nascimento[1] sobre explicação acima

Cquote1.png Continua q eu to anotando!!!.jpg Cquote2.png
André Matias sobre pergunta acima

[...] Enfim, Estudante(em pt-BR) é um termo designado a alguém que diz trabalhar e anda com menos de R$ 20,00[carece de fontes] na carteira. É uma das poucas categorias da sociedade que está disponível em todas as castas níveis de renda, sem distinção de credo, cor, raça ou religião.

História[editar]

Foto histórica do momento em que Dr. Sócrates proferia a célebre frase.

Os primeiros estudantes de que se tem registro (por volta do anos 1900 e guaraná com rolha) quando o Dr. Sócrates estava a ensinar seus sobrinhos sobre a arte do furtum e suas vertentes[2] quando um de seus sobrinhos perguntou ao mesmo como se escrevia Itaquaquecetuba em grego. O pobre do Dr. Sócrates não sabia, e aviltou-se respondendo"Não sei porra nenhuma"[3]. Então Sócrates, que estava sem nada pra fazer naquele momento, parou para aprender um pouco de grego com seus sobrinhos[4].

A história diz que o holocausto de armênios existiu de fato, assim como Dr. Sócrates foi o primeiro estudante da era moderna. Mas ela não conta se nosso Dr. Sócrates conseguiu o diploma desse curso introdutório ou se conseguiu aprender de facto a lingua grega.


Tipos Estudantil[editar]

Na imensa flora acadêmica temos alguns tipos de estudantes, divididos por categorias de idade, são eles:

Infantil[editar]

  • Baixa renda: O tipo de aluno que não tem recursos suficientes para ir/vir de carro ou condução particular. Este tipo de aluno vive a depender da merenda escolar[5]. Este tipo de aluno não tem brinquedos para mostrar no recreio, não tem presentes para dar para namoradinhas que ele pensa ter, em suma: um desfavorecido da sociedade. É raríssimo encontrar um destes estudando em uma escola particular. Quando estão, são bolsistas CDFs que levam a nota da escola nas costas em exames nacionais.
  • Classe média: O tipo de aluno que a mãe paga a van escolar para levar e buscar da escola. É um tipo de aluno que quando tem alguma coisa pra mostrar, mostra com orgulho, mas não deixa ninguém brincar com ele (com medo que quebrem).
  • Abeastado: É o tipo de aluno que normalmente estuda em escola particular e o pai vai buscar de carro na escola: mais coloquialmente falando, o filhinho de papai, é aquele riquinho que estuda em escola particular. Se por alguma hipótese este tipo de aluno precise estudar em uma escola pública (porque mora em uma vila do chaves), tem por hábito manter o menor contato com o "resto"(ver categorias acima) o possível: Nunca se sabe se a pobreza é ou não transmissível.

Colegial[editar]

Cquote1.png Precisamos de mais crack Cquote2.png
  • Baixa renda: É nesta fase, o aluno pobre comum gosta de imitar um pavão: Abre as penas do cu e sai se amostrando. Tudo que ele tem será convertido em um "chamariz de novinhas", que ficarão "gamadas"[6] no rapaz[7]. Normalmente esse tipo de estudante costuma repetir o(s) ano(s) da escola pública até a instituição decidir acabar com as turmas de repetentes, que chegam a formar metade dos alunos de uma instituição. Até lá é pagar de gostoso, fã de McGuimê e Gusttavo Lima, que vive de engravidar as novinhas que nesta idade estão no auge da putaria beleza em um show de Bonde Das Maravilhas que acontece na cidade onde mora. Já o CDF irá aparecer em algum jornal imparcial que circula/passa onde ele mora como destaque em alguma competição de nerds em alguma escola particular. Lembrando que este será sempre o bolsista.
  • Classe média: No colegial quando o aluno de classe média está na escola pública, normalmente costuma honrar a classe, mantendo-se sempre na média]]. Na particular estes costumam ir um pouco mal, já que a "média escolar da pública" na particular não chega nem perto. Na súmula, este tipo de aluno, nesta fase da vida é um medíocre. Este aluno, quando na escola particular, só dá valor as aulas de música, afinal, quando completar 18 anos ele quer ser um rockstar brasileiro.
  • Abeastado: Este tipo de aluno no colegial não falta a uma aula na escola particular. Seu maior medo é se tornar um daqueles bóia-frias que pegam onibus todos os dias. Nesta fase da vida ele começa a conhecer todos o contexto sócios-econômicos que o cerca.

Superior[editar]

Cquote1.png Tua irmã o caralho! Meu nome agora é Marta Suplicy! Relaxa e goza! Cquote2.png
  • Baixa renda: Se não estiver cursando um EJA ou uma "aceleração" de séries que o aluno reprovou até a maioridade, este aluno é um CDF, e dará a vida para concluir o ensino superior, já que disseram a ele que a educação (ou um diploma de nível superior) iria transformar a vida dele para sempre, o que não é verdade. A unica forma deste tipo de estudante chegar ao ensino superior é através de bolsas em escolas particulares ou trabalhando para a instituição onde deseja estudar[8].
  • Classe Média: Um tipo de estudante que será um futuro seguidor de BolsoMito e seus asseclas. Este é um tipo de estudante que reclama de tudo, desde o banheiro da instituiçãocom razão.. até as coisas que ele mesmo faz[9]. A vida deste tipo de estudante é reclamar, reclamar e reclamar. O local onde mais se vê esse tipo de estudante são em instituições particulare, onde ele vai a escola apenas em dias de prova, aula de professores chatos ou quando a jovem que ele diz namorar pede pra ir. Normalmente ele mesmo trabalha para pagar a faculdade, pois bolsa de estudos é coisa pra "petistaaa vagabundooo acomodadooo!!"[10]. Normalmente este tipo de estudante tem um carro próprio, pago em 72x na BV Financeira, mas não ousa chama-lo de pobre, pois ele irá ficar puto.

Outros[editar]

Outro tipo de estudante é aquele que diz para a mãe, vó, namorada e esposa[13] que está a estudar enquanto na verdade está em um site qualquer, no facebook ou até mesmo aqui, como eu, editando um artigo para a desciclopédia.

Alunos da Escola Militar se encaixam perfeitamente no contexto dos alunos mais ricos. Lá o [negócio] é diferente...

Ver também[editar]


Lazy Homer Simpson.jpg
Pinga.jpg
Estudante possui um refinadíssimo senso de vadiagem.

É procurado pelo emprego e pela dívida, mas foge por estar com calafrios.

Clique aqui pra ver mais gente com vida mansa.

Notas[editar]

  1. Não entendeu a referência? foda-se clique aqui seu mongol
  2. Ele era corinthiano, e isto é um fato veridico. Disso podemos deduzir que a unica coisa que ele poderia ensinar era a roubar.
  3. É lógico que os livros de filosofia -- que tem como função mudar as bosta de palavra em airosos termos com profusão sentimental -- não deixaria aquilo passar do jeito que foi dito.
  4. Como um bom corinthiano, Dr. Sócrates não sabia nem o Português direito, dirá a lingua grega.
  5. Principal fonte de renda de nossos prefeitos, não é mesmo?
  6. Pelo amor! É GAMADA do significado de querer dar. Não tem NADA A VER com o simbolo da suástica sua anta nazi
  7. Isso até o fim do colegial, já que depois disso o jovem irá trabalhar no McDonald's®, servindo McLanche Feliz®.
  8. Mas para isso é preciso ter o diploma do Ensino Médio, né?
  9. Este tipo de estudante é chato porque ele se acha rico pra caralho, quando na verdade é mais um fodido. Só não é considerado um pobretão porque o governo não o acha assim.
  10. Segundo eles, o que deve prevalecer é a meritocracia, com exceção em alguns casos, hehe...
  11. Normalmente, este tipo de estudante tem uma conta bancária gorda, um emprego que tem como maior esforço o bate-ponto e por isso acha que todo mundo pode ter uma ajudinha do governo -- igual a ele(a) -- para poder ter um "emprego" assim. Normalmente, são funcionários publicos ou trabalha pra uma empresa que presta serviço ao governo federal, não tem erro.
  12. Na verdade, se ele visse um pobre assim, iria correr para negociá-lo, afinal Bussiness is Bussiness!
  13. Bigamia é o que mais tem por ai...