Etanol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambug.png
Putz, que desconfusão...
Será que você não estava procurando pela função química Álcool?
ESTE ARTIGO É SOBRE QUÍMICA

Não confunda com .

Mendelevio.jpeg


Mantenha distância... ALLAHU AKBAR!!!!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
BumInutilsmo.gif


Estrutura química de Etanol
Etanol
Nome IUPAC
Etanol
Fórmula química C2 H6 O
Sinônimos álccol etílico,
água de Jeremias
Informações gerais
Efeitos em mafagafos Sim
Efeitos alucinógenos Só em grandes
quantidades
É comestível? Não. É bebível
Pode ser usado como
tempero em pizzas?
Só como
acompanhamento
Informações físico-químicas
Massa molar 87 g/mol.
Densidade 0,58 g/cm3.
Ponto de fusão -117 °C.
Ponto de ebulição 73 °C.
Solubilidade em água 666 mg/mL (20°C).
Informações de segurança
Metabolismo Hepático
Toxicidade Elevadíssimo
Inflamabilidade Altíssima
Meia-vida 3 horas
Excreção renal

Cquote1.png A partir de agora, o paif vai investir maif no álcool. Cquote2.png
Luíf Ináffio Lula da Filva sobre etanol
Cquote1.png Irei queimar seus rios! Cquote2.png
Anhanguera sobre etanol
Cquote1.png Homem branco bota fogo nossa água? Cquote2.png
Índio sobre etanol
Cquote1.png SI EU PUDESSE, EU BEBIA MAI DI MIL!!! Cquote2.png
Jeremias sobre derivados do etanol
Cquote1.png Crianças não devem mexer com isso. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre etanol
Cquote1.png U CÃO FOI QUEM BUTÔ PRA NÓIS BEBÊ Cquote2.png
Jeremias sobre etanol
Cquote1.png Um litro é pouco. Não me deixa nem atordoado Cquote2.png
Chuck Norris sobre etanol

Etanol é, provavelmente, a pior arma de destruição em massa já produzida. É apoiada pelos Estados Unidos para acabar com seus inimigos (e garantir uma ressaca). O etanol é um provável substituto para os combustíveis derivados de hidrocarbonetos, como as gasolinas, os óleos e os molhos de soja. Os álcoois, em geral, são menos poluentes, mas deixam a pessoa mais bêbada, e os carros também. É o combustível preferido da gestão Lula-lá.

Origem[editar]

O etanol tem como origem o Inferno. É a substância mais abundânte do mesmo. O etanol surgiu como medida de controle populacional, já que o inferno estava recebendo pessoas demais. Então, Satã utilizou esse poderoso combustível para dar mais lugar às almas recém chegadas. Após cremar essas pessoas pela segunda vez, um tipo de líquido surgiu, logo sendo constatado pelo Demo que o líquido era altamente inflamável.

Percebendo então que o líquido fazia bem à saúde, decidiu guardar-lo na cana-de-açúcar. Como a cana sai da Terra e cresce, o etanol sobe pelas raízes e se deposita no caule da planta. Estudos comprovaram que o etanol é a segunda substância que mais vicia quando bebida, perdendo apenas para a água.

Obtenção[editar]

Essa substância é obtida com base na destilação do caldo de cana fermentado (mistura podre mesmo... fede pra caralho). Como o caldo de cana é rico em vitaminas e sais minerais o etanol consiste em uma substância extremamente saudável que tonifica os musculos e revigoriza. O Dr. Eugênio Chipkevitch afirma que tomar 100 ml de etanol por dia prolonga a vida e aumenta o vigor sexual.

Composto[editar]

Lula e Bush em mais uma típica propaganda do Etanol.

Formados por átomos bêbados (quimicamente diz-se saturados) de carbono, o etanol é um composto orgânico que é extraído da cana-de-açúcar, do milho, do feijão, da beterraba e da lentilha. No Brasil, o etanol tornou-se bastante popular, principalmente devido à enorme propaganda feita pelo governo Lula. Nos carros total-flex, o etanol é usado para limpar o tanque, antes de colocar a gasolina.

Nos carros movidos a álcool, o etanol serve para encher o tanque do automóvel antes do motorista ter de empurrar. Segundo previsões de Nostradamus cientistas acrianos, o etanol é a energia do futuro. Em entrevista, George Bush dá a entender que está com inveja do etanol brasileiro, já que o mesmo deixa embriagado mais rápido do que as cervejas americanas sem graça.

Usos[editar]

O etanol tem diversos usos, sendo um pior que o outro importantíssima a sua utilidade para o homem.

Bebida[editar]

Exemplo de uso de Etanol, aprovado por vagabundos.

O uso mais interessante do etanol é para fabricas as bebidas alcoólicas. As bebidas feitas a partir do álcool tem um uso muito variado, podendo ser usadas desde a animação de festas até para garantir o pé de meia de esposas que pretendem pegar o dinheiro do seguro de vida do marido, após fazer o mesmo ingerir grande quantidade da bebida.

Diversão[editar]

O álcool etílico pode ser usado também para jogar na sua sogra no churrasco de domingo. Além de ela nunca mais ir a sua casa, ela irá fazer sua filha se divorciar de você (o que não é tão ruim). Mas, em contrapartida, você ira, literalmente, em cana.

Descoberta[editar]

A descoberta do etanol se deu no ano 666 quando dois cidadãos estavam passeando e viram diversos poços contendo uma substância que borbulhava. Ao se aproximarem do poço, os homens começaram a pegar fogo. Um deles era portador de Daltonismo, e portanto confundiu o vermelho fogo com o azul água, e pulou no poço pensando que eram fontes de água.

O outro, evitando também morrer, saiu logo dali, mas descobriu algo que criaria mais tarde a mais nova espécie do homem, o Homo sapiens vagabondius.

Exemplo de uso duplo de Etanol: No carro e no motorista.

Como o petróleo está quase acabando e a Terra viu a desgraça causada pela poluição, os cientistas se viram obrigados a descobrirem um combustível muito poderoso e não-poluente. Eles conseguiram - descobriram que o hidrogênio seria um ótimo combustível, mas infelizmente, esta ideia já tinha sido descoberta pelo conde Zeppelin. Nesta pesquisa sobre o hidrogênio, os pesquisadores, já embriagados, descobriram que a cachaça também poderia ser um combustível, pois eles perceberam que ficavam de fogo rapidamente. Separaram o álcool da cachaça e deram um nome bonito; Etanol. Os cientistas não ficaram tão felizes com a descoberta, mas era melhor que nada.

Pesquisas Americanas[editar]

Os EUA recentemente vem investindo em pesquisas com o etanol para poderem fabricar bombas com ele. Isso começou com o presidente George W. Bush que assistia ao Jornal Nacional e viu a reportagem sobre explosões em postos de combustível. Ele ficou maravilhado com a explosão, e quis logo tratar de fazer semelhantes no Iraque, apesar de seu país ter coisa melhor. Apesar de o Etanol ser mais voltado para as explosões nos Estados Unidos, ele também é muito apreciado como bebida e como forma de deixar o carro afogando, literalmente. A vantagem é que quando o cara esta meio sem grana pra beber é só secar o tanque do carro.

Acidentes[editar]

O etanol é responsável pelo maior número de mortes do mundo, ganhando até mesmo de Rambo ou Goku. Além de provocar Cirrose, o álcool faz as pessoas perderem grandes quantidades de neurônios (exemplo disso é o caso de Lula), faz as pessoas dirigirem mal (vide Rubens Barrichello) e outras coisas. O álcool atualmente é o maior inimigo da Dona Morte, já que é tão eficiente quanto ela na hora de levar alguém dessa para uma melhor.

Acredita-se que os acidentes com apenas algumas gotas de Etanol podem ter a mesma gravidade de levar no rosto todos os explosivos da festa de Ano Novo de Copacabana.

Lula e o Etanol[editar]

Isso é uma taça de vinho. Ou não.

Em 2007 D.C.: Negociação estava começando.

George Bush: Que acontece ?
Condoleezza Rice: Alguém negou nós petróleo.
Lula: Nóf tem etanol.
Bush: Quê!
Lula: Negofiafão ligar.
George Bush: É você!!
Hugo Chávez: Como estão cavalheiros!!
Hugo Chávez: Todos seu petróleo são pertence a eu
Hugo Chávez: Vocês estão no caminho da recessão.
George Bush: Que você diz !!
Hugo Chávez: Vocês não tem chance de comprar faça seu estoque.
Hugo Chávez: Ha Ha Ha Ha ....
Lula: Buxi!!
George Bush: Tire todo etanol!!
George Bush: Você sabe o que você fazendo.
George Bush: Mova 'etanol'.
George Bush: Para grande compensação.

Isto nunca aconteceu realmente. George Bush não comprou o suco de cana energético brasileiro. E a OPEP também não quis colaborar. Mas isto não tem nada a ver com a história.

Degustadores Ilustres[editar]

Um pra mim, outro pra eu.

Varias personalidades praticam como hobby a degustação de etanol, entre os quais destacam-se:

Ver também[editar]