Etiópia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
●Ityop'iya Federalawi Demokrasiyawi Ripeblik
●República Federal Miserável da Etiópia
●Etiópia

Bandeira da Etiopia.png Brasão da Etiópia.png
Bandeira Brasão
Lema: Cadê minha comida?
Hino: Ulê-banko Kulangadá (Me dá comida pô) - Jessé
Mapa da Etiopia.png
Capital Aids Abeba
Maior cidade Aids-Ameba
Língua Amárico
Tipo de Governo República Miserável
Presidente Culimba Bulimya
Heróis Nacionais Jessé, Zé Pequeno
Independência Não aconteceu
Moeda Pedras
Religião Reza Braba
População Faminta
Área Pobre (1% de água)
Analfabetismo Alto %
PIB per Capita 1 pedra USD/hab.
IDH 0.000
Fuso Horário Meridiano de Darkwich
Clima Quente pra caralho
Site do Governo Não tem Internet


"SATÃ NASCEU AQUI"

~ Dito popular CAMÍTICO-JUDEU

Cquote1.png Como se faz para colocar 20 etíopes dentro de um carro? Joga um pão lá dentro! E pra colocar 50? Passa manteiga! E pra colocar 100? Bota presunto! Cquote2.png
Frase etíope
Cquote1.png Por que na Etiópia eles não vêem o Globo Esporte? Porque é depois do almoço Cquote2.png
Frase etíope
Cquote1.png Na União Soviética, a Etiópia passa fome em VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Etiópia

A Etiópia é uma comunidade africana, também chamado de "país" pela ONU embora não se trate propriamente de um, próximo ao Cudumundistão, cuja capital é Aids-Ameba.

História[editar]

Pré-história[editar]

Em 9000 a.C., quatro grandes potências governaram o domínio dos assuntos humanos: Abassídia, Atlântida, Lemúria e Mu. Essas poderosas civilizações possuíam tecnologias avançadas, mas infelizmente entraram numa guerra sangrenta e se destruíram, exceto Abassídia. Atlântida foi engolida pelo avanço do oceano devido ao aquecimento global, Lemúria tornou-se a atual Madagascar e Mu se tornou a atual Moldávia ambos em completa mediocridade nos dias modernos.

O povo da Abassídia que seguindo os preceitos do Lado Sombrio da Força que instituíram uma gloriosa monarquia que viria a se tornar a Etiópia dos dias modernos.

Dʿmt[editar]

O primeiro império que se tem notícia na Etiópia eram os Dʿmt cuja inutilidade foi tamanha que faltam maiores informações sobre o que fez essa civilização. Apenas por serem muito inúteis deram origem a um dos países mais inúteis do mundo, a Eritréia.

As hordas de selvagem D’mt conseguiram com sucesso capturar alguns Pikachus do leste, e depois produzir um cruzamento entre o pokémon e patos, fazendo surgir o Psyduck.

Império Aksum[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Aksum
Etíopes venerando o Deus do Pênis em Aksum.

Durante a fundação do Reino Axumite o Santíssimo Imperador Axumita Zoskales recebeu uma visão sagrada da mais bela mulher loira de olhos azuis que apareceu diante dele e disse-lhe uma profecia onde o seu reino nativo enfretava um momento de grande necessidade, época em que ela precisaria abrir uma conta privada em algum banco de Adis Abeba onde ela poderia temporariamente transferir todos os fundos de ativos de seu ex-marido morto.

Zoskales maravilhado com a visão, iniciou um vasto programa público para atingir a transcendência. Grandes torres foram construídas ao redor da cidade de Aksum para focalizar a energia psíquica e espiritual da Abissínia. Logo, o povo da Abissínia havia desenvolvido uma invejável capacidade mental e espiritual, ganhando uma vantagem de vários séculos sobre outras culturas na corrida para alcançar a ascensão em seres de pura energia.

Durante o governo de Aksum, os abissínios desenvolveu poderes de profecia e clarividência reconhecíveis, tanto que nos primeiros séculos da era conhecida, os profetas e sábios da Eurásia, Lestásia e Oceania se reuniram em Aksum para estocar numa capela a sabedoria antiga preservada de produzir raios com os dedos. Aksum tornou-se um grande centro espiritual atraindo visitantes de todos os credos incluído Jesus, Maomé, Jeová e Buda.

Menelik I[editar]

Ninguém sabe como, mas Aksum faliu e os descendentes da antiga terra doa abissínia entraram em um estado de desordem, as potências européias, como Inglaterra e Itália fizeram várias incursões na Abissínia, no século XIX para tentar encontrar a arca da aliança, o cálice sagrado, e o santo sudário (esse conseguiram encontrar). No entanto, essas incursões foram repelidos por Menelik I o santíssimo novo imperador descendente direto de Dhalsim que chegou ao poder da Etiópia e iniciou um programa de modernização e de transcendência maior que o de Aksum. Foi sob o governo de Menelik que a Abissínia se tornou a mais santa e transcendente República da Etiópia. Em 1900, os etíopes já tinham alcançado os poderes de telecinese, projeção astral e teletransporte.

Hailé Salassié[editar]

Hailé Salassié visita o rei Simba em conferência.

Sucedeu menelik o Santíssimo Haile Selassie que se tornou o mais santo e transcendente Imperador Etíope, no conturbado período das grandes guerras mundiais. Selassie, com sua infinita transcendência e benevolência, exibiu poderes divinos, incluindo a habilidade de mover grandes objetos com a força da sua mente. Selassie era adorado como um Deus por milhões.

Foi Hailé Salassié o responsável direto pela derrota dos italianos na Segunda Guerra Mundial e na Segunda Guerra Ítalo-Etíope (ato também atribuído a Mussolini, que por pura incompetência perdeu a guerra para pigmeus famintos armados com mosquetes e pedaços de pau).

Comunismo[editar]

A Etiópia novamente se encontra em caos após a morte de Hailé Salassié e vira terra de ninguém. Tanto que foi anexada pela União Soviética, cujo governo foi responsável em 1984 de matar 1 milhão de pessoas de fome e transformar o outrora Glorioso Magnífico Transcendental Elevado Espiritualmente Império da Etiópia a se tornar num dos países mais fodidos da atualidade.

Fatos recentes[editar]

Hoje, para provocar uma guerra civil na Etiópia, basta soltar um frango no mercado central.

A Etiópia até seria escolhida a sede da copa do mundo de 2010, mas desistiu por falta de recursos.

Geografia[editar]

Apesar do PIB (Peso Interno Bruto) per capita oscilar na faixa dos 9 kg, o país sofre de graves problemas de superpopulação. Várias tentativas de solucionar a questão foram empreendidas. Em 1998, foi aprovada por unanimidade uma lei que proibia expressamente práticas como levantar os braços, abrir as pernas ou deitar-se, tendo em vista o aproveitamento máximo do espaço geográfico.

A região mais habitada da Etiópia varia conforme a direção do vento.

O animal mais rápido do mundo é uma galinha atravessando a Etiópia.

Subdivisões[editar]


Economia[editar]

Carcaças de animais que morreram de fome, um dos principais produtos etíopes.

Se o Acre existisse, seria mais rico do que a Etiópia. A economía etíope baseia-se essencialmente na exportação de modelos raquíticas para as passarelas de Paris, Milão, Buenos Aires e Pindamonhangaba.

A última pessoa com um pacote de bolacha no país abriu uma rede de supermercados.

A última farmácia popular da Etiópia faliu pois a maior parte dos remédios eram para serem ingeridos após as refeições.

A Etiópia é o país mais ecologicamente correto do mundo, pois a quantidade total de energia consumida por todos os habitantes durante um ano equivale à quantidade de energia consumida por um americano típico em duas horas.

1 kg de carne equivale a 500000 pedras (3 dólares)

Não existem vacas lá, e cabras são tão magras que não dão leite, então o leite é retirado do Boi.

Quem andar com uma bala 7 belo na rua, corre o risco de ser assaltado

Cultura[editar]

Na Etiópia não tem videntes, porque lá não tem futuro.

No big brother etiopia, o prêmio é 1 kg de arroz, 1 saco de feijão e um copo de água. Os participantes do big brother etiopia eram eliminados por outros participantes, que comiam eles mesmos de tanta fome.

O programa "a fazenda etiopia" durou apenas 1 dia,pois os animais foram comidos pelos participantes.

Caminhões de alimento nunca passam por lá, porque sempre são assaltados por 20 etíopes esfomeados e que quase sempre comem o motorista.

Culinária[editar]

Sua culinaria consistem em: Carcaça de Boi, bode e cabra, ossos de urso, intestino de girafa, e testiculos de camelo, sanduíche de pedra com leite de bode, lasanha de feijão com puré de intestinos de camelo, terra, água, ossos de hiena assados ao sol com molho de jiló, espinha de cavalo acompanhado com uma taça de sulco estomacal, testículos de boi com mingau de azeitona, feijão do nordeste, salada de pentelhos temperada com suor, crouttons mofados, comida de Super-Herói!

E os pratos para as pessoas de maior prestigio, mais ricas e famosas, mais bonitas e charmosas: Arroz com feijão

Flag map Etiopia.png
Etiópia
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo


Salve mãe África, mano!
África
v d e h

Países: África do Sul | Angola | Argélia | Benim | Botswana | Burkina Faso | Burundi | Cabo Verde | Camarões | Chade | Comores | Congo | Costa do Marfim | Djibouti | Egito | Eritreia | Eswatini | Etiópia | Gabão | Gâmbia | Gana | Guiné | Guiné-Bissau | Guiné Equatorial | Lesoto | Libéria | Líbia | Madagascar | Malawi | Mali | Marrocos | Maurício | Mauritânia | Moçambique | Namíbia | Níger | Nigéria | Quênia | República Centro-Africana | República Democrática do Congo | Ruanda | São Tomé e Príncipe | Senegal | Serra Leoa | Seychelles | Somália | Sudão | Sudão do Sul | Tanzânia | Togo | Tunísia | Uganda | Zâmbia | Zimbabwe

Territórios: Canárias | Ceuta | Galmudug | Mayotte | Melilla | Reunião | Saara Ocidental | Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha | Somalilândia