Eva Green

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
ESTE ARTIGO É SOBRE UMA GOSTOSA!!

Ela provavelmente não sabe atuar, dançar, cantar, desfilar, praticar esportes, fazer cálculos matemáticos ou qualquer coisa de útil para a humanidade. Mas quem liga? Todo mundo a conhece apenas porque ela é uma baita duma

GOSTOSA

Morena a toa.jpg


Eva Green
Evagreenpeitoes.jpg
Exibindo os peitões no tapete vermelho
Nascimento 5 de Julho de 1980
Bandeira da França França
Ocupação Modelatriz

Eva Verde Green é uma peituda modelatriz francesa, afamada por aparecer nua em todos os filmes e seriados em que entra, que alcançou a fama mundial em 2006, após ter sido o biscate de James Bond em 007 - Cassino Royale.

Infância[editar]

Eva Green e sua irmã gêmea.

Nascida em Paris, filha de Marlène Jobert, uma puta atriz famosa lá da França por sua nudez constante, e de um dentista sueco, foi criada na Inglaterra, juntamente com sua irmã gêmea, Johanna.

Aos 14 anos de idade, ao assistir Brasileirinhas, que achou na colecção privada de DVDs do pai, e ao ver a putaria que sua mãe fazia em seus filmes, Eva Green decide que quer ser atriz e ir mostrar os peitões ao mundo.

Contudo, a guria ainda era muito nova para atuar de sua forma característica, pelo que teve de esperar pela maioridade para se lançar no cinema, pelo que teve de ir trabalhar num qualquer Teatro britânico, há quem diga que como empregada doméstica, mas que conseguiu alguns papéis irrelevantes, quase a servir de decoração de cena, após ter transado com os diretores.

À medida que ia se aproximando dos 18 anos, sua mãe foi apresentando-a para cafetões produtores e diretores norte-americanos, para que a começassem a escalar para papéis em Hollywood, de preferência pornochanchadas do gênero Emanuelle, para mostrar os peitões e deixar a mamã orgulhosa.

Eva Green lendo esse artigo.

Carreira[editar]

Já houve muita gente que comeu (e Você não foi um deles).
Eva Green em sua atuação típica.

Em 2003, Eva Green inicia sua carreira no cinema, com o auxílio do seu padrinho italiano, Bernardo Bertolucci, que a escala para fazer papel da lolita Isabelle, que transava com o irmão (Louis Garrel) sem haver penetração, enquanto perseguia sexualmente o norte-americano recém-chegado a Paris (Michael Pitt), em Os Sonhadores. Na sua grande estreia no mundo da putaria do cinema, Eva mostrou quase tudo o que havia para mostrar, ainda assim, foi duramente fodida criticada pela crítica porno por não ter mostrado o interior da sua cavidade vaginal.

Em 2005, foi figurante em Cruzada, um filme de baixo orçamento e entediante, que conta a estória da vida maçante dos templários em Jerusalém: nesse filme cheio de barbudo sujo e fedendo, Eva Green faz o papel de "enfeite", a esposa gostosa do rei, que é comida por Orlando Bloom.

Mas o papel que lhe trouxe a fama mundial (e na comunidade punheteira) foi em 2006, quando interpretou a Bond girl Vesper Lynd: a Puta gostosa que James Bond comeu e não pagou, no milésimo filme da franquia, 007 - Cassino Royale. Fez o maior sucesso por usar decotes cavados exibindo seus peitões, então começaram achando que ela era uma "boa atriz" porno.

Em 2007, faz uma participação discreta no filme discreto, Bússola de Ouro: quer isso dizer, que não mostrou os peitos nem se pavoneou nua pelo grande ecrã, o que foi um caso de excepção na sua carreira cinematográfica, mas esse era tido como um "filme infantil", apesar de ter dado a maior bronca entre os alienados religiosos que acusaram o filme de promover o Ateísmo. Após esse filme, fez mais alguns papéis secundários em filmes que você não vê, mas estão na lista dos favoritos dos hipsters e indieotas. Além do mais, Eva Green é só mais uma morena gostosa dó gênero daquelas que você encontra no seu site favorito.

Em 2012, após passar no teste do sofá, tanto com Tim Burton como com Johnny Depp, é escalada para o filme Sombras da Noite, para o papel de Angelique Bouchard, a vilã do filme, uma bruxa loira que transforma o galã Depp num vampiro emo e em gay enrustido, pois ela lhe mostra os peitões e ele recusa a oferta. Em 2014, volta a exibir seus seios em 300: A Ascensão do Império, enquanto é comida à força toda por Rodrigo Santoro, e, nesse mesmo ano, consegue o papel de Ava Lord, a "Dama Fatal" de Sin City: A Dama Fatal: essa personagem estava destinada para Angelina Jolie, mas Eva Green consegue convencer os diretores e produtores a fazerem o teste do sofá e acabou sendo escalada para o papel.

Eva Green na sua aclamada atuação como Vanessa Ives no seriado Penny Dreadful.

Em 2014, é escalada para a personagem de "Vanessa Ives" no seriado anglo-americano gótico de terror e fantasia, Penny Dreadful, onde se juntam várias personagens de estórias clássicas de terror, como lobisomems, bruxa, o Drácula, Dorian Gray, Jack, o Estripador, Van Helsing, Frankenstein, tudo passado na Londres da Era Vitoriana. Vanessa é a protagonista do seriado, e é possuída pelo Capeta a cada vez que tem sexo, pelo que evita isso a todo o custo, ainda que seja uma ninfomaníaca da pior espécie, transando com o noivo e o pai de sua melhor amiga. Sua prestação foi elogiada pela crítica e foi nomeada a vários prêmios, e Eva Green começou achando que é uma atriz séria, só porque recita poesia e fala de crises existenciais no seriado.

Filmografia[editar]

Eva Green oferece conselhos às novas atrizes de Hollywood.

Seriados[editar]

Atuação épica dessa talentosa atriz.
Evocando o Capeta no tapete vermelho.

Prêmios[editar]

  • 2003: Vencedora do Prêmio Melhores Peitões do Ano por Os Sonhadores;
  • 2003: Vencedora do Prêmio Perereca Peluda do Ano por Os Sonhadores;
  • 2006: Vencedora do 4º Lugar no Prêmio de Melhor Bond girl do James Bond;
  • 2006: Vencedora do Prêmio Melhores Peitões do Ano por 007 - Cassino Royale;
  • 2014: Vencedora do Prêmio Melhores Peitões do Ano por Sin City 2: A Dama Fatal;
  • 2014: Vencedora da Melhor Cena de Sexo Demoníaca por Penny Dreadful;
  • 2015: Vencedora da Melhor Cena de Sexo com o Capeta da Associação de Satânicos por Penny Dreadful;
  • 2015: Nomeação ao "Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série Dramática" por Penny Dreadful

Vida Pessoal[editar]

Entre 2000 e 2001 foi Puta paga do ator francês, Yann Claassen, que só é conhecido lá na França mesmo. Entre 2005 e 2009, pegou Marton Csokas, um ator da Nova Zelândia.

Em 2015, rouba Tim Burton a Helena Bonham Carter, terminando com o casamento do "casal maravilha" dos hipsters, pelo que de agora em diante, e enquanto esse relacionamento durar, Eva Green vai substituir Helena nos filmezecos de Burton, que a vai promover a todo o custo.

Afiliados[editar]