Exílio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mittelamerika-Pos.jpg ESTE ARTIGO TRATA DE REPRESSÃO E DITADURA

Você deve aceitar calado(a) o que está escrito aqui sem duvidar de nada,
ou correrá o risco de sumir misteriosamente.

Desciclopédia: ame-a ou deixe-a!
Ditaduratumulo.jpg
Cquote1.png Você quis dizer: Banimento? Cquote2.png
Google sobre Exílio
Se você for um comunista, suma daqui, se não o Jair Bolsonaro Médici te manda para o pau-de-arara, o Dr. Roberto Geisel para o carandiru e o Figueiredo para Cuba.

Exílio é uma tática muito usada pelos presidentes ditadores para expulsar anarquistas, baderneiros e qualquer pessoa civil que pertença a uma oposição de um país, que esteja causando problemas ou que pode tirá-los do poder. Consiste em despachar essas pessoas para qualquer lugar que seja bem longe de seu país, para assim não causarem problemas ou revoluções. O exílio pode ser feito de forma amigável ou à força. Também existe o auto-exílio que é quando os indivíduos, com medo de serem apagados pela poderosa Máfia resolvem fugir para se restabelecerem em outros países.

Quem pode ser exilado ou se auto-exilar[editar]

A evolução de Chico Buarque.

Praticamente qualquer um que esteja sendo perseguido por um governo ou ditadura. Não apenas os oprimidos, mas até mesmo líderes poderosos, que na maioria das vezes, se auto-exilam após sofrerem um golpe de estado ou com medo de sofrerem um atentado.

O exílio pode ocorrer com:

Tem gente na vida que não tem preço e nem, vergonha!

Em alguns casos, os manda-chuvas depostos são permitidos a entrar no exílio após um golpe de Estado ou outra mudança de governo, permitindo uma transição mais pacífica para se mudar para um lugar ou o caso mais comum que é escapar da justiça.

  • Evitar questões fiscais ou legais

Quando um cidadão da classe alta se desloca para uma jurisdição com impostos mais baixos, este é chamado de exílio fiscal. Pessoas famosas, como atores ou músicos que conseguem uma riqueza súbita, às vezes escolhem essa solução. Ou seja, muitos Tio Patinhas fazem isso de forma descarada simplesmente para sonegarem não pagarem tantos impostos para o governo.

Raul Seixas sendo mandando para o Acre, após divulgar a Sociedade Alternativa.

Gealmente, iraquianos que fugiram do Iraque; judeus perseguidos por Adolfinho da Alemanha Nazi; cubanos tentando escapar da ditadura comunista de Fidel Castro; brasileiros expulsos durante o Regime Militar ou Saiyajins que tiveram seu planeta destruído por algum tirano afeminado.

Exilados famosos[editar]

HOUHOUHOU Ódio e violência, bixxxxo
Napoleão em sua pose clássica, com a mão sobre a barriga, já que estava com uma caganeira terrível!
Filtro do face de Dom Pedro II usado após o golpe de Deodoro da Fonseca.
Freud costumava praticar orgias consultas com suas pacientes.
  • Caetano Veloso - Desde o início da carreira, Veloso sempre demonstrou uma posição ativa, politicamente falando - de outros modos, tanto faz - e esquerdista, ganhando por isso a inimizade da Ditadura militar instituída no Brasil.
  • Chico Buarque - Exaltado por pseudorevolucionários por ter escrito letras de protesto durante a ditadura militar do Brasil.
  • Geraldo Vandré - um músico e compositor (ou não), que conquistou fama na década de 60 quando escreveu músicas de protesto contra a Ditadura, até ser exilado.
  • Gilberto Gil - através de mensagens subliminares indecifráveis, lutou contra a Ditadura Militar e foi exilado na Jamaica onde se aliou a Bob Marley na defesa do uso inocente de ervas psico-ativas, sendo preso e torturado, obrigado a passar até dez dias sem fumar.
  • José Serra - Em 1964, apoiou e ao mesmo tempo, atrapalhou o mandato do presidente comunista João Goulart, sendo aplaudido pelos chefes do DOPS, que deram o golpe no mesmo. Serra, no entanto, fez uma convocação para a resistência à tentativa de golpe e depois tentou fugir, sendo pego por Costa e Silva que o considerava perigoso e assim, viveu no Chile até 1973, quando voltou ao Brasil e se aliou aos tucanos.
  • Juan Perón - um ex-ditadorpresidente argentino, que governou o país em trocentas oportunidades, mas acabou sendo derrubado, após sofrer um golpe. Conhecido por ter sido casado com a Madonna Evita Perón, linda senhorita e pulsante ativista sexual social.
  • Leon Trotsky - um socialista mexicano, considerado por outros socialistinhas como a personificação do Demo. Após a morte do camarada Lênin, cagando de medo de Stalin, fugiu para o México, mas Stalin era um sacana e mesmo assim mandou matar Trotsky.
  • Ovídio - um poeteiro romano, pensador, escritor de contos eróticos, mas acima de tudo um playboy erudito muito famoso pelas fanfics hentai que publicava em comunidades do Orkut. O poeta foi banido de Roma pelo imperador Augustus.
  • Sigmund Freud - um malandro médico neurologista, tarado, beberrão, cocainômano, e PSICANALHA, fundador da psicodelia e psicanálise. Autoexilado da Áustria no Reino Unido.

Ver também[editar]

Pinochet.jpg
História do Brasil: Ditadura (1964 - 1984)

Eventos, políticas e tendências que ninguém falava nada, senão ia pro pau de arara. Cadê o cabo Arara???

Golpe de Estado no Brasil em 1964Cabo AnselmoDOI-CODIDOPSCensuraTorturaIbadExílioPau de AraraOperação CondorAI-5Guerrilha do AraguaiaMilagre econômicoDelfim NettoAtentado do RiocentroDiretas Já


Ditadores (e quem reclamar vai pro pau)
Castelo BrancoCosta e SilvaMédiciGeiselFigueiredo