Ex-gay

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
{{{imagem}}}
Not gay.jpg
Este artigo podia levar-te para o Lado rosa da força!

Mas deixou de ser gay (ou não)


Cuidado! Se você ainda está em dúvidas acerca de sua sexualidade, é aconselhável que leia até o fim, pois nada te acontecerá, á menos que você seja gay porque Ex-gay odeia gays

Quevedo25on.gif Este artigo se trata de coisas que nón eczisten!!

Este artigo se trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada e provavelmente contém informações sobre animais grotescos que capturam sua alma.

 

Cquote1.png Você quis dizer: Você Cquote2.png
Google sobre Ex-gay
Cquote1.png Você quis dizer: Teu pai Cquote2.png
Google sobre Ex-gay
Cquote1.png Você traiu o movimento GLS, véio Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Ex-gay
Cquote1.png Isso non ecziste. Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Ex-gay
Cquote1.png Ulalá. Cquote2.png
Lady Gaga sobre Ex-gay
Cquote1.png Na União Soviética, a homossexualidade larga VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal russa sobre Ex-gay
Cquote1.png É aquele desenho dos mutantes? Cquote2.png
Carla Perez sobre Ex-gay

Exemplo de um Ex-gay

Cquote1.png Não adianta tentar. A sexualidade já está determinada desde o nascimento. Um viadão sempre será um viadão. Cquote2.png
Hyūga Neji sobre Naruto Uzumaki
Cquote1.png Cala a boca! Cquote2.png
Naruto Uzumaki sobre o comentário do Neji
Cquote1.png Pede pra sair! Pede pra sair agora! Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre você ter entrado pro movimento gay
Cquote1.png Vagabundo! Vagabundo! Deixou de gastar dinheiro na Parada Gay! Cquote2.png
Gilberto Kassab sobre Ex-gay


Ex-gay é o termo designado à pessoa que por algum motivo abandonou o Movimento Gay para virar macho (ou fêmea, caso seja mulher), seja por motivos internos (religiosidade, dor no fiofó, etc.) ou externos (como pressão e ameaça de corte de mesada dos pais, dos amigos, ou até mesmo falta de dinheiro para ir a Parada Gay). Segundo Padre Quevedo, é impossível que hajam Ex-gays, já que a homossexualidade no ecziste.

O termo Ex-gay foi criado por Carlos Alberto da Nóbrega, humorista e pseudo-apresentador do decadente programa A Praça é Nossa com o intuito de se mostrar uma pessoa politicamente correta e atrair mais audiência para seu programa.

Garanta já a sua

Contexto histórico[editar]

Isso tudo aconteceu por volta de 1900 e guaraná com rolha, quando a Doutrina Biba começou a ganhar cada vez mais prestígio e conseguiu fazer com que a APA (Associação Americana de Psiquiatria) removesse a boiolisse do ról de parafilias. Tal época, também chamada de a Era de Ouro das Purpurinas, foi marcada por inúmeros protestos de religiosos, pais de família,alguns pastores evangélicos gananciosos, apresentadoras e humoristas sem graça, sendo que esses dois últimos estavam indignados por perder cada vez mais espaço para programas de autoajuda que eram apresentados por homens afeminados.

Exemplo de um Típico sujeito antes de virar um ex-gay

Surgiram então a primeira Parada gay, o primeiro beijo gay nas novelas, bases de operações foram formadas(sendo Campinas e Pelotas as principais delas), alguns conseguiram até furar a fila do SUSTO para fazer cirurgia de mudança de sexo. Alegar que uma pessoa podia largar esse mundo se tornou uma blasfêmia(pior do que criticar filmes como Brokeback Mountain).

E aí surgem os primeiros boatos de pessoas, que com medo dos religiosos, pais de família e humoristas sem graça, deixaram essa vida pra lá, ao ver que o termo deixava os gays escandalizados ofendidos eles passaram a se intitularem Ex-gays. Uma atitude um pouco política, diga-se de passagem, uma vez que os gays exageraram em declarar que é impossível deixar de ser gay, eles também exageram por se declararem ex-gays, afinal quando alguem faz uma mudança ela não diz ser ex-algo (por exemplo, um são paulino que vira corintiano, não se identifica como ex-são paulino, mas como bandido corintiano).

Um ex-gay contribuindo com a causa, ao distribuir folhetos sobre como deixar de ser gay(ou não)

Atualmente[editar]

O criador do termo observando os pontos de audiência que conseguiu

Hoje em dia essa disputa entre guerra cultural entre gays(sãopaulinos) e ex-gays não tem tanto destaque quanto já teve. Porém ele continua existindo, de um lado temos os ex-gays, que insistem se denominarem dessa forma para, do outro temos os gays, que para contra-atacar criaram novos termos como ex-ex-gay e homofobia interiorizada, além de alegarem que é impossível deixar de ser gay, pois isso não é questão de gosto mas de genética(em outras palavras: é tudo culpa do destino) e que o mais importante seria as pessoas respeitarem as opiniões, assim como as orientações.

Após diversas pesquisas Coelhinho da Páscoa, Papai Noel, os Duendes Verdes, o ET de Vargínia e o grande pesquisador e alquimista Gargamel confirmaram a existência de ex-gays que só transam com pessoas do sexo oposto

Motivos que levam alguem a se tornar ex-gay[editar]

Cquote1.png Ai colega. Eu tenho que sair logo daqui, senão posso ter uma recaída e vou ter que ir pra terapia! Cquote2.png
Cristian Pior quando se aproxima de uma mulher
  • Desejo de casar e constituir uma família desde que isso não envolva transar com a pessoa do sexo oposto;
  • Medo de ser deserdado;
  • Falta de recursos para permanecer no mundo gay;
  • Uma boa conversa com Tsunade, a ninja médica de Konoha;
  • Quando alguém conhece a mulher de um amigo (como diz o ditado: "Mulher de amigo meu é homem");
  • Quando Capitão Nascimento manda você sair do armário e você entende errado;
  • Medo de ir pro inferno e queimar (ui!) por toda a eternidade;
  • Quando o parceiro muda de sexo;
  • Quando o passivo da relação quer ser o ativo, e o atual ativo não permite;

Ex-gays famosos[editar]

Notas[editar]

  1. Para mais informações, clique aqui)
  2. Também chamado de Urso, foi o responsável por fazer o casamento do Jim e da Michelle
  3. Em um futuro alternativo, ele cria uma vacina que o torna heterossexual e vende para o seu pai<s></span> </li> </ol>


Ver também[editar]