Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: ENEM para adultos? Cquote2.png
Google sobre Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes
Cquote1.png O ENADE é um sistema de avaliação do governo FHC que não avalia nada! Só serve para gerar disputas entre as faculdades públicas que ficarão com mais dinheiro... Que continuará com o mesmo reitor, etc... Cquote2.png
Blá blá blá dos alunos vinculados à UNE.
Cquote1.png Boicote! Boicote! Boicote! Cquote2.png
Alunos das universidades públicas com medinho do ENADE.
Cquote1.png Temos medo! Cquote2.png
Regina Duarte Alunos das universidades privadas sobre ENADE.
Cquote1.png É já que ele nos substitui... Cquote2.png
Provas de mestrado sobre ENADE.

Gabarito das questões do ENADE.

O ENADE nada mais é do que um nominho light que o Governo Federal deu ao antigo Provão, que trata-se de um sistema de avaliação do Ministério da Educação sobre a qualidade do ensino superior no Brasil, ou pelo menos era essa a intenção. O nome deste provão foi mudado recentemente por conta dasua expressão ameaçadora, mas ainda causa medo nos alunos das universidades públicas e privadas.

O exame de fezes como tal, rechaça a incompetência do MEC como instituição pública no Brasil (como todas as outras instituições públicas do país), pois esta avaliação visa a verificar a qualidade do ensino superior, já que o MEC como tal não possui vagabundo algum competência para avaliar a qualidade das instituições de ensino antes de liberar o seu funcionamento, permitindo que qualquer Zé Ruela abra um "Mercadinho de Diploma" para tirar grana de trouxas como você, além de comprovar a imcompetência do Governo para manter as instituições públicas, que na maioria das vezes são sucateadas sem qualquer estrutura até mesmo para a formação de técnicos em gambiarra, além da ausência de profissionais e recursos, que tornam muitas instituições públicas no mesmo nível de formação de muitos Uniboteco, ou seja, resultando na formação de quadrúpede.

A prova é uma avaliação infame, na qual os cursos de graduação tem seus alunos intimados para fazer este provão obrigatóriamente, em que são convocados os alunos do primeiro ano e do último ano para fazerem a mesma prova, que possui questões de conhecimentos gerais (10 questões) e de conhecimento técnico (30 questões), para serem respondidas em um período de cinco horas, em que será realizado uma média com a nota dos calouros e veteranos para formulação de uma nota para o curso e a instituição. Alimentando o marketing das instituições privadas.

ENADE nas instituições públicas[editar]

Aluno proveniente de instituição pública fazendo o ENADE.

As instituições mantidas pelos governos, seja federal ou os estaduais e municipais, apresentam adesões distintas sobre a prova do Enade. Normalmente a decisão sobre a adesão dessas provas são realizadas em extensas reuniões promovidas pelos desocupados da UNE, que veem no provão mais uma oportunidade para disseminação dos seus discursos reacionários contra tudo e contra todos. Na qual protestam dizendo que os alunos não são ouvidos na formulação dessas provas e que o exame não leva em consideação às caracterísicas regionais, sendo que sabem que isso é coisa que nunca acontece, e quando acontece eles são os primeiros a fugirem dos debates, pois estudantes da UNE que se preze não debate, tampouco propõem soluções, apenas protestam.

As instituições com maiores status entre às universidades públicas, como a USP, os alnos e recusam à fazer o exame, partindo-se da presunção de que são Deus não precisam ser avaliados, pois são bons o bastante para fazer qualquer tipo de provinha, mesmo que metade dos seus alunos tenham aulas unicamente nos botecos. O fato é que trata-se de medo de perderem para uma PUC qualquer.

Em outras instituições, quando o curso tem qualidade reconhecida em outras avaliações, como OAB, seus alunos fazem a prova, e quando conseguem as melhores classificações, seus alunos gabam-se deque o exame nada mais faz do que atestar a qualidade das suas respectivas formações, mas quando possuem péssimas avaliações, perdendo para muitas Uniesquinas, o discursos desses estudantes é informar que "boicotaram" a prova, mesmo que tenham feito aprova integralmente e apresentado seu pífio desempenho nesta avaliação ridícula.

Outros alunos boicotam de vez o exame, tanto por medo da avaliação quanto por preguiça de perder um final de semana inteiro fazendo uma prova pedante. De qualquer forma, a ordem é boicotar e protestar, como bem fazem os alunos das universidades públicas, tornando o dia das avaliações em mais um dia de festa, incentivando os alunos das particulares a fazerem o mesmo, já que não correm o risco de terem seus cursos fechados e diplomas invalidados pelo MEC, já que este não daria um tiro no próprio pé ao fechar um curso ou faculdade pública ruim em um claro reconhecimento da sua incompetência, já que este é o mantenedor da maioria dessas instituições.

ENADE nas instituições privadas[editar]

Nas instituições privadas, o exame possui características ainda mais lamentáveis. Normalmente todos os alunos das instituições de ensino que visam lucro têm medo desta avaliação, porque um péssimo desempenho resulta no fechamento do curso e da instituição pelo MEC, além da execração pública dos alunos formados nessas Uniesquinas pelo mercado de trabalho, já que essas instituições com péssimo desempenho não servem para formar sequer uma servente qualificada. Além do marketing dessas instituições quando possuem uma classificação razoável no ranking do MEC, favorecendo intensamente os publicitários e marketeiros que ganham fortunas com as propagandas desses "Mercadinhos de Diplomas" para a divulgação do desempenho dessas instituições no MEC.

Muitas dessas instituições privadas promovem até cursinho preparatório Pré-Enade, em uma clara demonstração institucional de reconhecimento da mediocridade da sua formação, visando a melhorar o desempenho pífio que seus clientes obviamente terão na realização desta prova, já que basta manter às mensalidades me dia para serem agraciados com um diploma.

De qualquer forma, a nota final do Enade, serve para sustentar o marketing dessas instituições de ensino, ao divulgarem o seu "desempenho" nessas avaliações oficiais, por conta de um ranking que assemelha-se a um elogio de mãe, tendo em vista que uma faculdade com um ou dois cursos e graduação tem a possibilidade de obter nota maior que uma universidade com mais de sessenta cursos de graduação, e com isso essas pífias instituições quando obtém uma boa avaliação no Enade, se classificam no seu marketing institucional entre as melhores instituições de ensino do país, mesmo que nunca invistam em pesquisas científicas, projetos comunitários ou sequer possuam bibliotecas, por conta da sua formação à distância...