Expocrato

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
BandeiradoCeará.jpg EITA PAU!

Pense num artigo mó limpeza, que vêi de jegue diretin do Ceará, bixin. Se tu frescá cum ele, maxo véi, o Beco da poeira tôdin vai arrombá o teu boga, seu fí de quenga!

Imagem.asp.jpg

A Expocrato (abreviação de Exposição do Crato, ou ainda "Carnaval Cratense") é um mega-big-super-grande evento, que ocorre todo ano (em meados de julho) há mais de sessenta mil anos na cidade do Crato. Gastos públicos à parte, o evento tem uma programação bastante variada, já que de noite a putaria rola solta e, de dia, o parque é aberto para o público poder cheirar com mais facilidade a bosta do boi, e visitar o divertido prédio de trocentos andares do Luiz Gonzaga.

Público[editar]

Logo cool da Expocrato.

É bastante variado, já que os metalistas dividem espaço com patricinhas metidas a piriguetes. Durante a Exposição do Crato, dá pra comprar camisas de pseudo-fã (dentre outras coisas), enquanto se aprecia um delicioso caldo de cana. É bastante contraditório, mas fazer o quê. Não há nada melhor do que andar no meio de uma multidão, ao som de um grupo cultural cantando "manero-pau, manero-pau".

Atividades[editar]

Como já foi dito, a noite é uma criança pra quem é festeiro. Porém, para a parcela mais careta do público há outras opções, como por exemplo: tirar fotos em cima de animais; comer carne cozida a céu aberto; comprar ervas, bagaceiras e outras bugingangas, e por aí vai. É muita diversão, realmente não falta o que fazer.

Programação noturna[editar]

Todo ano a programação muda: forró (agora com sertanojo junto), e algumas bandas clássicas. Sempre um dia antes do previsto, o ingresso dobra de preço.

Exemplo de programação semanal:

Dicas e outros aspectos[editar]

  • Quando estiver em uma aglomeração, ande de lado.
  • Se você gosta de apalpar bundas sem ser visto, esse é o seu lugar.
  • "Carro parado com vidro embaçado, cuidado cuidado é motel disfarçado".
  • A cultura do "dinheiro na mão, calcinha no chão" é tão popular, que não há como ter um ano sem Expocrato.

Galeria[editar]