Fábio Júnior (cantor)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Fábio Jr)
Ir para: navegação, pesquisa
Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Se você se refere ao carequinha batedor de bola, clique aqui

Emblem-sound.svg.png Fábio Júnior (cantor)
Cleo-pires-BOA.jpg
PAAAAAAAAAAAAI, VOCÊ FOI MEU HERÓOOOOOI, MEU BANDIDO
Nome BUENO Galvão Ayrosa Assunção FÁBIO JÚNIOR
Origem BRASIL SIL SIL
Sexo Macho, MUITO MACHO
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Viagra
Gênero Mulher Fêmea
Influências Wando, Reginaldo Rossi
Nível de Habilidade Sedutor
Aparência Maracujá de Gaveta
Plásticas Botox
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
S-e-x-o
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
{{{cafetao}}}

Fábio Júnior é um jogador de futebol cantor que assim como o Roberto Carlos (o cantor, não o jogador que ajeita o meião em um lance decisivo no futebol), fez carreira na Globo, e ganha a vida regravando às mesmas músicas por décadas.

Biografia[editar]

Primeiramente se você é um Emo Bixa Collorido, Fabio Júnior é pai do gay Fiuk.

O Fábio Júnior realizou diversos trabalhos na televisão, como o Balão Mágico, entre outras novelas das 19:00 horas na Tv Globo em que atuou como ator, mas que nem a sua mãe se lembra, por conta da apresentação desta programação enquanto ela prepara o jantar. Sempre fazendo papéis de pseudo-galã, homem misterioso (seja lá que porra é esta) e de almofadinha, com aquele topete patético e indefectível no seu cabelo lisinho com chapinha.

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...a cada dois casamentos realizados no estado de São Paulo, um é do Fábio Júnior. E que ele é dono de uma indústria de alianças, onde são destinado 40% da produção de ouro no Brasil como matéria prima da sua produção de alianças...
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...o Fábio Júnior não sabe que para obter sexo com uma garota não precisa casar. O coitado ainda se prende aos dogmas da educação antiga e dos preceitos religiosos ultrapassados, porque ninguém avisou ele disso...
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...se na tua casa tiver mais de um cd do Fábio Júnior, você pode processar o cantor e a gravadora e exigir o dobro do valor pago em cada cd? Isto porque o Procon, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, proibe a prática de venda casada, ou seja, o repasse de múltiplos produtos para a mesma serventia...

Fábio Júnior é um cantor paulista que cresceu ouvindo os piores melhores sucessos sertanjos da sua época lançados em 1900 e guaraná com rolha, e com este vasto repertório de músicas pedantes que acompanhou a sua infância enquanto vendia salgados na rodoviária aos imigrantes nordestinos que desembarcavam em São Paulo. Ele resolveu sair da pobreza ganhando a vida como cantor de músicas sertaneja, mas como ele não teve a sorte (ou não) de nascer como um típico goiano descendente de candagos, com cara de sofredor, teve sua carreira mantida por pouco tempo, uma vez que os frequentadores de botecos e bares de beira de estrada deixavam de apreciar às músicas de um cidadão com cara de mauricinho e voz da Angélica, na execução de arrastapé.

Passado alguns anos, vivendo como assistente de estilista em loja de locação de trajes para casamentos e formaturas, em que trabalhava como modelo vivo, foi descoberto pelo Gugu, que desejava um assistente de palco loirinho com cara de boneca para segurar seu microfone.

De tanto aparecer no palco, no exercício das suas funções operacionais, atualmente executadas pelo Liminha, ele foi convidado por uma grande gravadora, que tudo que precisava era de um rostinho que as mulheres considerassem bonito par estampar diversas capas de discos com músicas ruins e arranjo pobre, para estampar as musiquinhas de elevador brega que tanto fez sucesso nos anos 80, como ocorreu com os lixos cantados por; Biafra, José Augusto, Roupa Nova, Ivan Lins, entre outros bregas românticos que ganharam muito dinheiro com lixo cultural da época. Como ocorre atualmente como o funk, axé, pagode, etc...

Carreira[editar]

Adotou o pseudônimo de Fábio Júnior para não ser confundido com o ator Flávio Galvão e começou a apresentar, ao lado do cantor Sílvio Brito, o programa Hallelluyah!, na extinta TV Tupi. A televisão foi um meio fundamental para a carreira de Fábio. Gravou seu primeiro compacto como Fábio Júnior em 1975. No ano seguinte, participou de sua primeira telenovela, Despedida de Casado, que foi censurada. Sua estréia na tela se deu na novela Nina, mas uniu seus dois talentos em um Caso Especial chamado "Ciranda Cirandinha", na Rede Globo, que se tornou série. No episódio "Toma que o Filho é Teu" lançou a música "Pai", que inspirou a novela Pai Herói, em 1979. Até hoje, esta é sua canção mais emblemática.

Passado alguns anos, largou sua carreira de ator fracassado para se dedicar exclusivamente a carreira de cantor, que por sinal é muito bem sucedida, pois apesar da mediocridade das suas músicas, ainda consegue se manter rico ao cantar o mesmo repertório de dez, doze músicas por mais de vinte anos, lançando a cada ano um cd com as mesmas canções em quase todos os discos.

Outro talento nato deste artista famoso é o casamento. Segundo estatísticas do IBGE, de cada 100 mulheres brasileiras, Fábio Júnior se casou com 15. A grande maioria delas conseguem um papel na rede Globo. Com excessão de meia dúzia que conquistou fama, como a Glória Pires, que teve sua carreira imitada pela filha Cléo Pires (gostosa), as demais esposas do Júnior atuam como coadjuvantes do Zorra Total.

Discografia[editar]

Discografia do Fábio Júnior. Dos mais de 50 discos que gravou, 45 são regravações das próprias músicas...
  • Fábio Jr.
  • Fábio Jr. Perfil.
  • Fábio Jr. Perfil II.
  • Fábio Jr. Perfil III.
  • Fábio Jr. Perfil IV.
  • Fábio Jr. Perfil V.
  • Fábio Jr. Perfil VI.
  • O Melhor de Fábio Jr.
  • O Melhor de Fábio Jr - Instrumental.
  • O Melhor de Fábio Jr - Funk.
  • O Melhor de Fábio Jr - Sertanejo.
  • O Melhor de Fábio Jr - Romântico.
  • O Melhor de Fábio Jr - Língua Brasileira de Sinais / Libras.
  • As Preferidas de Fábio Jr.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr - Acústico.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Ao Vivo.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Ao Vivo II.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Especial de Natal.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Especial de Ano Novo.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Especial de Páscoa.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Especial de Finados.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Especial de Carnaval.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Especial das Mães.
  • Grandes Sucessos de Fábio Jr. - Especial dos Pais.
  • Fabio Jr. - Minhas Canções

Prêmios[editar]

Grandes Sucessos[editar]

  • Alma Gêmea. - Música pedante e clichê, que reúne várias frases de para-choque, lona e para-brisas de caminhão sobre o amor, como casal que se completa como metades de uma laranja, alma gêmeas, carne & unha, enfim, aquelas porcariadas que o Paulo Coelho escreve, só que na versão musicada.
  • Caça e Caçador. - Música cunhada para propagandas de desodorantes de R$ 1,99 da Avon, entre outras porcarias de catálogos.
  • Em cada amanhecer. - Música totalmente de corno, só que ao invés de ser sertanejo é romântica. Descreve um palhaço em casa que sofre pela mulher que lhe abandonou, e certamente deve tá aindo com uns 800 caras diferentes no baixo meretrício, enquanto o mané continua chorando e lamentando saudades da sua ex...
  • Quando gira o mundo. - Música que reúne frases daqueles slides chatos que entopem seu email (caixa de spam), com imagens de casal, santos, urinhos, enfim, toda aquela babaquice e mentiras que você diz para a garota que conheceu recentemente para levá-la para a cama. Música executada com frequência pelos serviços de tele-homenagens. Isso mesmo, aquela coisa brega e piegas de um carro multicolorido com frases de amor, muito utilizado pelos palhaços que gostam de fazer a sua namorada de idiota, quando este troço ridículo estaciona na casa dela, soltando fogos e aquelas frases clichê com esta música ridícula, incomodando os vizinhos que querem assistir o Fantástico nesse horário.
  • Pai. - Música melodramática que foi escrita para comercial de margarina, mas vetado por conta da tonalidade deprimente, contrastando com a família artificial dos comerciais televisivos. Faz muito sucesso em propagandas dos dias dos pais de shopping, slides de PowerPoint dramáticos com frases escrotas e notas fúnebres. Anualmente tocada na semana do dia dos pais nos programas do Faustão, Gugu, entre outras porcarias televisivas quando fazem homenagens, ou qundo promovem reencontro de parentes desaparecidos enquanto se abraçam.
  • Pareço um menino. - Retrata um bocózão, certamente nerds, que viveu até os 40 anos com a mamãe (recebendo mesada, comida e roupa lavada), e aí procura uma mulher que assuma o papel da sua matriarca para cuidar das suas cuecas.
  • Só você. - É a mesma descrição da música "Quando gira o mundo", só que tem frases diferentes. Neste caso, assemelha-se a poesia de namorado chicletão, que vive pegando no pé da primeira namorada, também preferida dos amantes com ciúmes + TOC, aqueles maníacos que esquartejam a mulher com a menor suspeita de que esta esteja pulando a cerca.
  • Vinte e poucos anos. - Uma merda romântica que expõe a intimidade de um boiolinha que assume a homossexualidade após a recente conquista da maioridade. Podendo queimar o brioco sem impedimento dos pais que insistem em oferecer a prima para tentar livrar o filho da boiolagem irrecuperável. Além da rosca, essa música queimou também o filme dos Raimundos.

Links relacionados[editar]

  • Roberto Carlos, outro cantor cujo nome inspirou outro jogador de futebol (que não quero dizer quem é, mas está arrumando as meias agora)

CounterZero.gifCounterZero.gifCounterZero.gifCounter5.gifCounter7.gifCounter3.gifCounter2.gif

Este é o número de número de mulheres que Fábio Júnior comeu (incluindo todo o elenco feminino da sua família)