Ferração Interroubacional do Futeboiola Armador

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de FIFA)
Ir para: navegação, pesquisa

Ferração Interroubacional do Futeboiola Armador


Nota: Esta página é sobre é um órgão máximo do frescobol futebol. Se procura o jogo de mesmo nome produzida pela EA Games, consulte FIFA (série).
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
AVISO IMPORTANTE:

Clubismo aqui não, cazzo!

A Desciclopédia é um site de humor, portanto NINGUÉM aqui se importa com que time você torce, seja o Palmeiras, o Santos ou o São Paulo. Seja engraçado e não apenas idiota.
LULA CV.jpg
Logo da FIFA.
Fãs da FIFA expressando seu carinho com a entidade.

Cquote1.png IT'S IN THE GAME Cquote2.png
Ea Sports sobre Fifa

Cquote1.png Prefiro PES. Cquote2.png
Um favelado qualquer sobre FIFA

Cquote1.png Onde será que eu deixei meu Winning Eleven? Cquote2.png
Ciro Bottini sobre FIFA

Cquote1.png Na União Soviética, o FIFA joga VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre FIFA

Cquote1.png Jogar FIFA? nunca, prefiro Winning Eleven Cquote2.png
Viciados em Games sobre FIFA

Cquote1.png Summer Cup Brazil 2000 não é Mundial FIFA!!! Cquote2.png
Palmeirenses sobre FIFA

Cquote1.png Copa Rio também não é! Cquote2.png
Corinthianos, rebatendo o comentário anterior

Cquote1.png Aumentar o tamanho do campo para 2km, fazer uma bola quadrada, colocar 3 goleiros e botar 77 jogadores em campo é a evolução do futebol Cquote2.png
Joseph Blatter sobre FIFA

Cquote1.png It's in the game Cquote2.png
EA Sports sobre FIFA

Maquete de um estádio superfaturado que a FIFA pretende construir em algum país subdesenvolvido.

FIFA é a abreveatura de Ferração Interroubacional do Futebol Armador. É a Sé do Futebolismo Apostólico Romano, é comandada por grandes velhos cartolas ricos que zelam pela manutenção dos dogmas do futebol. Ganhou relevância após ter o logotipo publicado nas embalagens de jogos da EA Sports elevando abusivamente o preço dos mesmos.

Entre as funções deles está a de zelar que o futebol continue sendo motivado pelos instintos mais carnais, estúpidos e selvagens dos homens e que continue sendo um bom motivo de discussão nos botecos. Também está a de organizar as transações monetárias secretas entre os clubes, juízes e jogadores ajustando os resultados dos jogos de acordo com quem pagar melhor.

Organiza também os campeonatos de pelada em campos de terra superfaturados, a péssima qualidade das bolas baratas que dão de brinde no postos de gasolina e não duram nem a primeira bica sem esquecer das propagandas de cerveja que sustentam todo o negócio.

História[editar]

Exemplo da abrangência da FIFA em relação à ONU: o Campeonato Acreano é reconhecido pela FIFA, enquanto a ONU não reconhece o estado soberano.

A FIFA foi criada em 3245 A.C. por Nabucodonosor, mas como ele não registrou patente, ela foi roubada pelos japoneses em 1777 D.C. Abrindo as ações da entidade na mesma época, ocorreu o primeiro campeonato entre o time do Pintupekeno e Kawabunga que teve a vitória do Kawabunga por W.O., já que no dia do jogo uma terrível tuberculose atacou todos os jogadores de Pintupekeno (Os de kawabunga tomaram vacina uma semana antes do jogo). Alguns séculos depois, cansada de coisas pequenas, a entidade presidida na época por Capitão Tsubasa organizou a primeira copa do mundo de futebol, que foi vencida pela seleção da Velha Zelândia (não a nova Zelândia, mas a antiga Zelândia) que foi recebida com grande festa na sua terra pelo rei Zé Lândia.

A FIFA, depois de homologar a pirataria de Ronaldinho Gaúcho pelo PSG e colocar um árbitro da Guatemala para apitar Inter x Barcelona, desmoralizou-se, sendo também conhecida como a mulher do FIFO.

Polêmicas[editar]

Ana Paula de Oliveira, árbitra da FIFA

Bundas nas propagandas de cerveja[editar]

Causou grande polêmica ao limitar a quantidade de bundas e loiras que podiam aparecer nas propagandas de cerveja durante as missas dos campeonatos regionais. Até hoje é motivo de grande questionamento a troca delas por um caranguejo idiota que mostra uma bunda de homem antes de pular no mar.

Brasil não ganha a Copa[editar]

Existem várias teorias da conspiração que possuem a FIFA como pano de fundo. Entre elas está a de que o Brasil não pode mais ganhar uma Copa do Mundo pois os cartolas acharam que ia ficar muito sem graça se o Brasil ganhasse todas as vezes.

Na verdade todos os brasileiros sabem que isso não se trata de uma teoria ou boato, mas sim da mais pura verdade. É um serviço que a FIFA terceirizou para a Nike pois os cartolas colocaram escorpiões em seus bolsos.

Taça Jules Rimet[editar]

Taça que o time tricampeão trouxe para o Brasil e sumiu misteriosamente. Na verdade foi um acordo fechado secretamente entre a CBF e a FIFA para custear a nova taça da Copa do Mundo.

Bola quadrada[editar]

Quico e sua bola redonda. A quadrada nunca foi vista.

Em um raríssimo momento de evolução no futebol, os cartolas da FIFA propuseram o uso de uma bola com o formato de um cubo e não de uma esfera. A ideia foi rapidamente abandonada depois que um jogador morreu de traumatismo craniano ao tentar dar uma cabeçada bem na quina do cubo.

Cquote1.png Mas assim que eu tiver a minha bola quadrada, isso não vai acontecer! Cquote2.png
Quico sobre bola quadrada

Jihad futebolística[editar]

Apesar de negar que sabia de alguma coisa como fez o presidente Lula na campanha presidencial, sabe-se que a Fifa faz contribuições significativas para manter a jihad futebolística. Para isso investe pesado na compra de arsenal (bombas, fuzis, revólveres, não o time inglês!) para os grupos extremistas como os hooligans ingleses e as torcidas organizadas no Brasil.

Sabe-se que é um dogma aceito e defendido por todas as seitas que este é um jogo movido pelos instintos carnais mais estúpidos e selvagens dos homens, o que justifica essa ação nos bastidores da organização.

Ver também[editar]

Confederações de Futebol da FIFA