Faculdade de Filosofia de Campos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Cquote1.png A FAFIC é o centro do mundo.... passa o baseado. Cquote2.png
Maconheiro da FAFIC sobre FAFIC
Cquote1.png Ai que preguiça!!!. Cquote2.png
Professor de jornalismo sobre FAFIC
Cquote1.png Coração é Coeli, em Latim, poriço (sic!) eu sou toda coração, poriço (sic! sic!) essa faculdade é toda um coração de mãe e eu, e eu, sou apenas a mãe-mor. Cquote2.png
A diretora, numa "circular" sobre FAFIC
Cquote1.png Ai Frinéia!!! Ai Frinéia!!! Cquote2.png
Professor de jornalismo sobre FAFIC
Cquote1.png Agora vocês têm que entrar de cabeça Cquote2.png
Professor de História e boioloa sobre FAFIC
Cquote1.png A prática pedagógica é uma coisa assim, sabe, serve pra vocês, tão me entendendo?, pra todos nós aprendermos a prática da pedagogia, tão entedendo? Cquote2.png
Professor(a) de prática pedagógica sobre FAFIC

A FAFIC (vulgarmente conhecida como FUC-FUC, fuck-fuck, faz-fuck, e "aquela merda de curso que você faz só pra dizer que estuda e depois vai trabalhar em algo que realmente dá dinheiro, etc), é a sigla para Faculdade de Filosofia de Campos dos Goytacazes.

Aluno da FAFIC

[editar] Os Cursos

Comunicação Social: É o curso que vão os "sem-rumo", lá eles têm até 3 opções: jornalismo, relações públicas e publicidade e propaganda. E saem não sabendo se fez mesmo a escolha certa: da faculdade e do curso. Metade do curso é passado fora da sala de aula, não porque os alunos não queiram estudar, mas porque o sistema organizacional da faculdade não os dão satisfação de qualquer falta de professor, ar-condicionado quebrado... antes dos mesmos chegarem ao local. Há rumores que existe um professor que sorteia notas de 9,0 a 9,8 para os alunos.

História: é aquilo que quem não tem o que fazer vai fazer, ou não, se é que você entende. Além disso, só quem faz é que entende, tá entendendo? No caso da Fafic, o curso serve para formar proto-marxistazinho que acreditam que o mundo foi totalmente explicado por Marx e, por isso, não é preciso mais ler nada, estudar nada, frequentar curso nenhum. Basta ouvir o que os professores dizem sobre o cabra Marx e, pronto, se forma. Bem, se forma não. Antes é preciso pagar umas cervejas para a classe docente e rolar um baseado entre uma aula eu outra, naquela saletinha vazia que antes era uma varandinha.

Letras: é o curso pra onde vão as mulheres bonitas que querem mostrar muito mais que a vulva e, não contentes em ter um homem por perto, dizem "eu também tenho cabeça, viu?". Lá se aprende de tudo, menos literatura e gramática. É por isso que os campistas são tão analfabetos que falam "chicrete", "bicicreta", "frávia" e "fra x fru".

Pedagogia:é o curso do momento, onde você entra sem saber nada e sai imaginando que sabe alguma coisa, só não sabe exatamente o quê. A frase principal dos pedagogos é "só sei que nada sei", o que não deixa de ser uma verdade. Depois, eles vão para as escolas destilar toda essa sapiência em cima de quem realmente trabalha com educação, dos verdadeiros educadores, o professor de história e de letras e de matemática.

Matemática: se tem um curso que presta na FAFIC, é este. Lá, pelo menos, não ficam enrolado, vão direto aos finalmente. É a única coisa que presta naquele prédio em migalhas.


Arquitetura: Se você tem uma certa sensibilidade, brincava de bonecas quando era criança, via ursinhos carinhos e é homem, esse é o seu Curso. Devido ao alto grau de maquetes e coisas "frufruzadas", esse curso tem um incrível índice de homossexuais masculinos. Mas além de uma formação altamente profissional, os alunos desse curso também estão habilitados a pintar os murais que estão expostos na obra ao lado da faculdade, que será seu único trabalho, além de serem aptos a ser cabeleireiros, manicures e operadores de secador de cabelo.

Os alunos formados na FAFIC também estão habilitados a trabalhar nas seguintes áreas:

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas