Fazenda Nova

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...nenhum fazenda-novense lerá esse artigo, porque a inclusão digital está longe de chegar numa cidade dessas...

Fazenda Nova é o incrível totalmente excelente 89° melhor município de Goiás. Pobreza de espírito, violência, desigualdade social gritante e ausência completa de opções de lazer são partes integrantes enraizadas na cultura da pacata cidadezinha.

História[editar]

Todo o tédio panorama pacato de paz e tranquilidade dessa cidade onde não há nada para se fazer você pode cochilar 4 da tarde se quiser.

Fundada em 1945 pelos dois "cumpadis" Tião Chifrudo e seu empregado Ricardão, a medida que outros perdidos foram se juntando naquele cu de mundo, decidiram abrir um concurso para batizar a cidade com o nome mais idiota possível. Dessa forma decidiram chamar a cidade inicialmente por Campão.

Ainda não satisfeitos com esse nome infeliz, mudaram o nome da bagaça para Paulópolis, como uma homenagem ao pau do Ricardão que comeu a mulher do fundador da cidade e fez o favor de livrar Tião Chifrudo daquela mulher lazarenta. Visivelmente Fazenda Nova tornava-se uma cidade tradicionalmente goiana, onde a cornidão é algo a se orgulhar.

Em 1953, na falta de opção, o governo eleva aqueles infelizes à condição de município, passando a se chamar Fazenda Nova, que na época talvez até fosse nova, mas hoje é um lixão velho.

População[editar]

De acordo com o IBGE (Instituto de Burrices Geográficas e Estatísticas), Fazenda Nova é formada por: 117.800 cabeças de gado, 48.500 aves, 7.700 suínos, 24.400 vacas leiteiras, 7.000 gente e 2.000 orcs.

Economia[editar]

Fazenda Nova abriga uma das maiores minas de ouro do mundo, o problema é que estranhamente essa fortuna preciosa pertence a uma empresa canadense chamada Minha Mão no teu Gold Inc. que está cagando e andando para o bem estar da população de Fazenda Nova que ganha no máximo 5 reais e 1 ticket-refeição por mês para se foder nas minas locais, e olhe lá, e nem veem a cor da sombra daquele ouro todo. A tal empresa extrai pelo menos R$39.000.000 em ouro todo o ano do solo de Fazenda Nova o que daria 6500 reais para cada habitante, renda esta que é a vida de um fazenda-novense. Para cada tonelada de ouro extraída, a empresa canadense doa para Nova Fazenda 9,5 Kg de cimento.

Infra-estrutura[editar]

Educação[editar]

No geral, as pouquíssimas crianças que vão à escola por não precisarem estar trabalhando, vão pela merenda. A cidade inteira tem 99 professores (conhecidos também como "pobres coitados diabos que não tem onde cair mortos") que tentam lecionar algo para 1000 mal-educados.

A taxa de analfabetismo é de 1 trilhão% da população (estatística que já inclui as próximas 50 gerações que virão a nascer).

Saúde[editar]

Fazenda Nova conta com um único e medíocre hospital que atende apenas casos urgentes de epilepsia e hemorroidas. Para qualquer outra ocorrência só viajando para Goiânia.