Felício dos Santos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Felício dos Santos é um município do sertão pobre que foi importado para o sertão mineiro para deixá-lo mais pobre ainda. Felício dos Santos é mais uma das cidades do Atlas que ninguém procurará pois sequer o Atlas sabia que essa cidade existia.

História[editar]

Fazer 5 sets de "Vôlei de rua" em plena hora do rush e não precisar tirar a rede no jogo inteiro? Só em Felício dos Santos.

A mesa história de todo o município pobre mineiro. Tudo começou quando o prefeito de São Paulo percebeu que estava havendo uma concentração de gente feia em determinada parte da cidade, o prefeito adotou uma política de juntar todos os feios e por em algum lugar para que não estragasse a futura avaliação do IBGE para as olimpíadas.

De fato, a cidade nunca ganhou mesmo como sede de uma olimpíada, mesmo tirando todos os feios e transformando são paulo em uma cidade poluída e menos feia. Enfim, esses feios se reuniram em um povoado e começaram a criação de agricultura de subsistência, logo juraram vingança contra o prefeito.

Acontece que por serem muito preguiçosos (principal característica do Feliciano) nunca executaram esse plano.

Emanciparam a cidade e colocaram a pessoa mais jovem do município no poder, o que alguns achavam um absurdo pois ele só tinha 50 anos. Atualmente, o filho dele está no poder faz 20 anos e vive mudando a bandeira do município pois é a única coisa que ele sabe fazer.

Cidade[editar]

Felício dos Santos é o tipo de município onde todo mundo tem dívida com o padeiro, onde todos gastam tempo no Orkut e naquela praça que todos consideram o centro da cidade, é o lugar onde você não pode namorar nenhuma garota pois se romper com ela (pode ser ele, há armadilhas em Felício dos Santos) você geralmente vai encontrá-la na padaria com outro felizardo ou na farmácia.

Justamente por isso, o lema de Felício dos Santos é:

Cquote1.png É foda morar em cidade pequena... Cquote2.png
Lema de Felício dos Santos

Por outro lado, pelo menos tudo poderia ser mais calmo se não houvessem o grupo de playboys da cidade que ficam se achando com a merda de um Palio e põe o som no máximo. Se bem que os playboys colocam o som em altura baixa pois se colocassem alto os idosos do município iam reclamar todos eles, mesmo quando o volume do carro está no 10.

O restante da cidade: mato, poeira, estrada de terra, música sertaneja/caipira, funk vindo do Palio dos playboys e pão de queijo, pois estamos em Minas Gerais, isso não se deve esquecer.

Ver também[editar]