Ferrari Enzo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
U telec2k.jpg Este artigo discute coisas intrínsecas aos anos 00's!

Se você nasceu nessa época, não teve que temer a Skynet ou o Bug do Milênio

Cquote1.png Ficou do caralho! Cquote2.png
Outro nerd sobre citação ao lado.

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Carro de mãe solteira? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Ferrari Enzo
Cquote1.png Bela máquina! Cquote2.png
Rico sobre Ferrari Enzo.
Cquote1.png Um Ferrari Enzo no valor de 1 milhão, 274 mil e 299 reaaaaais! Oeeeee!! Cquote2.png
Sílvio Santos sobre Ferrari Enzo.
Cquote1.png Velho, imagina esse carro no Need For Speed! Cquote2.png
Nerd sobre Ferrari Enzo.

Ferrari Enzo é um super desportivo da Ferrari que recebe o nome do criador da companhia. Como falado pelo Senhor Abravanel, custa 1.274.299 reais, tanto em barras de ouro, quanto em dinheiro, se pá, até mesmo em garrafas de uísque 24 anos...

Produção[editar]

Um Enzo indo comprar pão com linguiça em Milão.

O carro foi anunciado inicialmente em 2002 no Paris Motor Show custando a humilde fortuna de 693.330 pila, o equivalente ao salário de um juiz por 6 meses ou 50 anos pra quem trabalha. Haviam 349 unidades disponíveis, escondidas em lugares aleatórios pela Itália, e todas foram vendidas antes mesmo da produção começar, pois a Ferrari aproveitou a tecnologia de viagem no tempo que toda fabricante de automóveis usa pra vender carros do ano seguinte para contactar os clientes no futuro, especialmente os que tinham adquirido as Ferrari F40 e F50, e fazer as reservas dos veículos.

O carro, no entanto, foi construído com tecnologias do presente mesmo, porém usadas na Fórmula 1, contando com um sistema de aerodinâmica que levanta um pequeno spoiler, que normalmente era destruído a pedradas quando levantava perto de quem assistia Game of Thrones, e flaps quando em alta velocidade, criando sustentação para não deixá-lo descolar e fugindo da fanbase furiosa que queria terminar de destruir o carro. Também possui um motor 6.0 V12 com 48 válvulas (2 de admissão, 2 de exaustão por cilindro e outras 44 com versos do Cão Arrependido).

Críticas[editar]

Não foi a toa que ganhou tantos elogios...

Em 2004, a revista americana Sports Car Internacional nomeou o Ferrari Enzo o terceiro carro mais top da sua lista de Top Carros Esportes da década de 2000. Outra revista americana, que não convém dizer o nome, tacou o Enzo na quarta posição da sua lista "10 melhores Ferraris de todos os tempos e só minha opinião importa". O Ferrari Valentina, um protótipo rejeitado da pré-produção do Enzo, disse que o carro era lindo, tesão, bonito e gostosão, e que o ronco do motor deixava seu capô molhadinho. Em uma rápida passagem pelo Brasil, o Enzo foi descrito como sendo grande e gostoso por Jailson Mendes. Em resposta, o carro imitou um de seus gritos de macho virgem como agradecimento.

No entanto, a Bloomberg Businessweek teve a audácia de dizer que o Enzo é um dos "50 carros mais feios dos últimos 50 anos", dizendo que suas curvas (ou a falta delas) e ângulos supérfluos eram muito chamativos, especialmente o capô em forma de V e os retrovisores que pareciam as orelhas do Shrek. O resultado foi marcante... literalmente: 32 donos de Enzo foram na redação da revista e deram um tapão na cara do crítico que fez a lista.

Motor[editar]

Ferrari Enzo que fugiu da fábrica antes de ser pintado.

Além de ser 6.0 e deixar Valentinas úmidas, o motor é do Ferrari F140 65 °C V12 com 4 válvulas por cilindro, duplo comando no cabeçote e comando de válvulas variável, o que permite que a válvula que narra a parte do osso roído possa trocar livremente de função com uma válvula de orelhas fartas ou do rabo entre as patas. Ainda conta com um 43.9 na frente e um 56.1 por trás, o que garante distribuição de peso equilibrada pra conter o ego do motorista sem afundar os pneus. Também produz 660 CV de potência, podendo chegar a 666 se o motorista tocar Highway to Hell no celular.

Desempenho[editar]

O Enzo pode acelerar a 97 km/h em 3,14 segundos e chegar a 160 km/h em 6,6 segundos, uma queda de quase 24 m/s2, o que foi considerado um indício de que o Enzo dá ré no quibe, segundo uma pesquisa do seu tio engraçadão financiada pela A Praça É Nossa. O quarto de milha tempo é de 11 em 136 mph, que traduzido pra uma língua falada por humanos dá 219 km/h, e a velocidade de topo "foi gravada a ser tão elevada como" 355 km/h, de acordo com um relatório de um boiola escroto que acha bonito falar feito sommelier de água gourmet. É classificado em 12 mi/gl (milhas por galão) na cidade e 18 na rodovia nos EUA e em Myanmar, enquanto o resto do planeta classifica como 5 km/L na cidade e 7,69 na rodovia por não terem essa frescura de usar unidades inglesas que nem os ingleses usam.

Mesmo com tamanho desempenho e preço filho da puta, existe coisa mais acessível na Ferrari: o 430 Scuderia, uma versão melhorada do F430, que é carro padrão de produção, capaz de dobrar a pista de testes da Ferrari tão rápido quanto o Enzo e vem com grelha e canhão a laser pra atirar em pombos e fazer churrasco com doença.