Feyenoord Rotterdam

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Feyenoord Rotterdam
Escudo do Feyenoord.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Fuck Rotterdam
Origem Bandeira dos Países Baixos Países Baixos - Rotterdam
Apelidos Kakkies
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Dá o Kuip
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Neerlandês
Divisão Eredivisie
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Feyenoord Rotterdam é mais um time dos Países Baixos, e 99% dos jogadores fumam maconha e toda sua torcida é formada por vândalos. É um eterno terceiro colocado nos Países Baixos, obtendo o recorde mundial de terceiras colocações consecutivas num mesmo torneio.

História[editar]

Fundação[editar]

O Feyenoord foi fundado em 1908, nessa época ele até que era campeão uma vez ou outra, tanto que a totalidade de seus títulos holandeses são todos da primeira metade do século XX. Com o tempo Ajax e PSV se modernizaram e assumiram o domínio do futebol holandês, relegando ao Feyenoord o posto de eterno terceiro time neerlandês.

Com as guerras mundiais o futebol neerlandês foi cancelado e o Feyenoord perdeu a chance de faturar títulos nessa época remota para poder se iludir que algum dia foi bom, quando na verdade simplesmente não existia rivais, afinal a Holanda é do tamanho do meu pau, e não surgem assim tantos times bons por ano.

Liga dos Campeões de 1969-70[editar]

Após uma decadente década de 50 e mediana década de 60, o Feyenoord seria o primeiro time neerlandês a conquistar alguma coisa internacional. Por 1 ano o time seria feliz convencido o melhor e o maior de seu país, até nos três anos seguintes o Ajax tornar-se tri-campeão da Champions League, uma marca que jamais o Feyenoord terá capacidade de igualar-se, afinal trata-se de um time focado mais na porradaria e não no futebol.

O Feyenoord foi campeão da Champions de 1969-70 ao derrotar na final o KR por 16-2, time islandês que nesse ano remoto era considerado favorito mas que foi surpreendido pelo revolucionário futebol exibido pelo Feyenoord conhecido por ausência total e absoluta de táticas e apenas uma plena capacidade de improvisação, e claro de intimidação da torcida que parece ser feita de um bando de marginais.

O seu maior triunfo ocorreu no final do ano de 1970, quando foi se consagrar campeão mundial, ao vencer um jogo amistoso na época reconhecido como Copa Intercontinental, vencida contra o Estudiantes de Verón.

Copa da UEFA 1973-1974[editar]

Inapto a ganhar qualquer outra Champions League que já havia sido dominada pelo Ajax, o Feyenoord passou a se dedicar à Série B da Champions, onde enfrentaria apenas times medianos. É até hoje o time que mais participou da Copa UEFA, afinal ficar em terceiro lugar na Holanda é a especialidade desta equipe.

Em especial na Copa da UEFA 1973-1974 deu a sorte de enfrentar apenas times de terceira divisão da Suécia, Alemanha, Polônia e Bélgica, tendo como único rival mais ou menos apenas o Tottenham na final, então na base da cagada e da ameça de morte, o time neerlandês foi campeão.

Anos 80 com Cruyff em final de carreira[editar]

Após as glórias daquele início de década de 70, o Feyenoord retornou à sua rotina de só ficar na terceira colocação nos campeonatos holandeses. Vale ressaltar porém a passagem de Cruyff, jogador mercenário que traiu o Ajax e veio jogar no Feyenoord tentado pelo salário de duas putas neerlandesas por dia. Mesmo velho, acabado, rodado e com 50 anos, o jogador ainda ajudou o Feyenoord a ganhar seus últimos títulos da liga, da copa, da recopa e até da segunda divisão holandesa.

Anos 2000[editar]

Hoje em dia esse time não consegue nem uma vaga pra Liga dos Campeões mais, agora os jogadores só querem saber de fumar maconha e esqueceram de jogar bola. Ganhou sua segunda Copa da UEFA em 2001-02 só porque joga este torneio curto praticamente todo ano, e cedo ou tarde acaba ganhando mesmo, ainda mais quando a final é realizada contra o time mais vice do mundo, o Borussia Dortmund da Alemanha.

Atualmente vivem perdendo para o seu arquirrival, conhecido pelos torcedores de Roterdã como AFC Ajax Amsterdam, chegou a atingir um jejum de 10 jogos sem derrotar o rival.

Campeonato Neerlandês de 2010-11[editar]

Que o Feyenoord é um time ruim, superestimado e que vive dos títulos de 50 anos atrás todos já sabem, mas em 2010 não fez restar dúvidas ao perder para o PSV pela décima vez, e pelo placar de 10x0, com direito a levar 8 gols só no segundo tempo. Cada jogador do Ajax (que estava com um a menos em campo) marcou um gol, inclusive no final da partida o goleiro do Ajax saiu da área com a bola nos pés, driblou o time do Feyenoord todo e marcou um gol típico de PES.

Tal derrota vexaminosa acabou tornando-se a maior derrota de um time campeão da Champions da história, marca que antes era do próprio Feyenoord, que perdera de 8x2 para o Ajax, em 1983.

Liga dos Campeões Liga Europa da UEFA de 2014-15[editar]

Passagem da torcida do Feyenoord é tratado pelas autoridades com o mesmo alerta que se trata furacões, terremotos e vulcões. A prefeitura de Roma em 2015, despreparada, não soube prever isto adequadamente.

Quando finalmente consegue uma classificação para a Champions League, perde dois jogos para o inexpressivo Beşiktaş da Turquia, e vai na sua sexagésima participação em uma Liga Europa da UEFA.

A participação do Feyenoord na Copa da UEFA de 2014-15 foi notável devido à confusão que ocorreu em Roma, quando o time foi eliminado pela AS Roma. Até aí tudo bem, foi apenas a quinquagésima-nona eliminação do time, nada que os torcedores já não estivessem acostumados, porém a torcida do Feyenoord, revoltada com o fato de não haver prostituta, drogas e bebida para todos (porque só assim eles se distraem e esquecem do time um pouco) sem conseguir esquecer do time, começaram a depredar monumentos milenares do Império Romano.

Torcida[editar]

O mais famoso torcedor conhecido do Feyenoord, depois de ver seu time perder pela milionésima vez.

O Feyenoord é conhecido por deter a torcida mais odiada de toda Europa. Como o time é um eterno derrotado, a torcida não tem motivos para ser feliz, tornando-se todos um bando de revoltados violentos que na falta de argumentos preferem xingar todos outros de gay e xingar sem parar nos estádios. É cultural entre os torcedores do Feyenoord beber Heineken desde os 10 anos de idade e pagar prostitutas desde o nascimento do primeiro pentelho no saco.

Títulos[editar]

  • Perder de 8x2 para o Ajax: 1 vez (1983)
  • Perder de 10x0 para o PSV: 1 vez (2010)