Filósofo Píton

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Whatsapplogo.png

ZAP ZAP ZAP ZAP

Esse artigo tem a ver com Whatsapp

Bambu.png Filósofo Píton é boca suja!

Sem vergonhamm! SEM VERGONHAMM!!

Bambusilvio.JPG
Pensador trabalhando.jpg Filósofo Píton é um filósofo
Portanto também é um deficiente mental...

Este é mais um desocupado que não tinha porra nenhuma pra fazer além de contemplar a empolgante vida sexual dos caramujos-de-jardim. Se você é uma pessoa provida de um pouco de sanidade mental, vá procurar algo melhor para ler, como uma bula de remédio!

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Eu fiz esse artigo pra comer alguém?

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Jacklane Manda Brasa Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Filósofo Píton
Cquote1.png DISGRAÇA! Cquote2.png
Filósofo Píton sobre qualquer coisa
Cquote1.png Meu mestre! Cquote2.png
Karl Marx sobre Filósofo Píton
Cquote1.png Nobre é o guerreiro que suja sua espada de sangue! Cquote2.png
Filósofo Píton sobre menstruação
Cquote1.png O negócio é comer cu e buceta! Cquote2.png
Alexandre Frota sobre Filósofo Píton

Reconstrução do que seria o suposto corpo do filósofo

Píton, o filósofo, mais conhecido como Filósofo Píton, é um pensador, filósofo, sociólogo e crítico social considerado uma das mentes mais brilhantes da Idade Contemporânea. Ele é grandemente reverenciado por descrever a sociedade atual em que vivemos com apenas uma frase: Cquote1.png Tudo na vida depende do quanto você quer comer alguém Cquote2.png

História[editar]

Seu discípulo

Figura enigmática, Píton é objeto de muitos estudos e pesquisa, devido ao fato de muitas coisas sobre ele ainda serem desconhecidas. Mas apesar disso sabe-se que ele teve como discípulo nada mais nada menos que Karl Marx, e por isso estima-se que ele tenha vivido na Prússia entre as primeiras décadas do século XIX, quando Marx ainda era um garotinho criado a leite com pera e ovomaltino, idade perfeita para ser tutelado por um mentor espiritual, que neste caso foi o nosso querido Píton. Desde aquela época vários arqueólogos e pesquisadores tentaram obter informações sobre seu paradeiro e/ou sua obra, mas nenhuma teve sucesso.

Até que duzentos anos depois, eis que um arqueólogo brasileiro conhecido como "Jacklane" (provavelmente é o nick dele no LOL ou Grand Chase) encontrou, em uma de suas expedições, vários manuscritos de obras do benedito mestre. Eufórico com a descoberta, ele pegou seu "esmalte-fone", abriu o Zap-zap e gravou uma série de áudios no grupo "USP Paleontologia 20º período", todos contendo citações e palavras do filósofo. Porém como foi tudo muito rápido, não deu tempo de Jacklane explicar aos amigos o verdadeiro significado de suas mensagens, e eles acabaram repassando a mensagem para todos os outros grupos que tinham (menos o da família que é silenciado, claro) achando que se tratava de nada menos que uma zuera. Graças a isso Píton ficou famoso no Brasil inteiro e se tornou uma grande referência e símbolo, da geração atual, com suas ideias vanguardistas e que estavam a frente de seu tempo

Obras[editar]

Em suas obras, Píton ensina como aproveitar bem a sexta-feira, não importa a ocasião, mesmo sendo ela santa ou sexta-feira 13. Píton ensina também como agir e combater o famoso "cu doce", tão corriqueiro e cotidiano nas mulheres dos dias atuais. Apesar de ter algumas passagens um pouco mais pesadas como apologia a necrofilia e vampirismo, em geral ele é muito reverenciado por sua habilidade em tratar as putas e diaristas em geral. Vale apontar para alguns livros que falam sobre um tal de Railan, um suposto lateral do Esporte Clube Bahia, e sobre o time do Vitória Futebol Clube, que segundo ele só disputam Série A e Campeonato Baiano e são formados por prostitutas, ladrões, sapatões, cornos, sacizeiros (?), fumadores de crack e usadores de droga que deveriam pegar a primeira enfiar em seus cus, pois aqui é Bahia disgraça!

Aprendendo a ser um homem[editar]

Alguém que eu trabalharia pra comer
  • Você trabalha pra comer alguém
  • Você estuda pra comer alguém
  • Você usa droga pra comer alguém
  • Você malha, toma veneno, faz a DESGRAÇA toda pra comer alguém
  • Você vai no show com a intenção de sair de lá pra comer alguém
  • Você faz doação, você faz caridade, posta foto da caridade que você fez no Instagram, no face, pras mina olhar: ó... ele é caridoso, ele tem pensamento social, ah vou dar pra ele, PRA COMER ALGUÉM DISGRAÇA
  • Tudo na vida tem a intenção de comer alguém, a quantidade de vontade que você quer ESFOLAR UMA BUCETA DISGRAÇA
  • Você quer fuder pra comer alguém
  • Pica não tem ombro
Alguém que eu estudaria pra comer
  • Puta só fala que vai fuder
  • Nobre é o guerreiro que suja sua espada de sangue
  • A puta foi feita pra fuder e cair no pau, fuder de novo e cair no pau, fuder e cair no pau, e fuder de novo rapaiz
  • Vagabunda foi feita pra apanhar, DISGRAÇA
  • E como dizia o velho Cazuza, a minha pica está cheio de rato, doida pra entar numa ratoeira de um cu dessas putas da DISGRAÇA, rapaiz
  • O cu foi a melhor parte que Deus já fez
  • Sobre a sexta-feira santa: Hoje é dia de comer bacalhau de puta, disgraça. Hoje é dia de chupar buceta da puta, disgraça
  • Deus é tão bom que a sexta é santa
  • A sexta é o dia da puta, disgraça
  • Sobre o torcedor do Vitória que está lendo esse artigo: Ou você é viado, ou você é corno, ou você é puta, ou você é tudo junto disgraça!

Controvérsias[editar]

Após sua fama meteórica, os ensinamentos de Piton começaram a receber muitíssimas críticas, principalmente de feministas, que passaram a sair dos grupos e bloquear as pessoas que tentavam repassar os ensinamentos deste grande pensador contemporâneo. Outra polêmica foi de que estes textos teriam sido autoria de outro filósofo também chamado Píton, mas essa teoria é refutada pois este tal Píton usurpador viveu na Grécia Antiga e portanto nunca poderia ter tido Karl Marx como discípulo (ou não)

Vídeos[editar]

CounterZero.gifCounterZero.gifCounterZero.gifCounter5.gifCounter7.gifCounter3.gifCounter2.gif

Este é o número de vezes que o Filósofo Píton já falou "disgraça" na vida