Filipinas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira das Filipinas.png Maka-Diyos, Maka-Tao,

Makakalikasan at Makabansa from Pilipinas!

Filipinas at sa Pilipinas, tulad ng crickets at bigas sa kumain ng Scorpions sarado. Alisin ang mga naka-bold sapat.

Phillipines Hero.jpg



●Pequenos Felipes
●Republic of Phillipinas
●Filipinhos

Bandeira das Filipinas.png Brasao das Filipinas.png
Bandeira Brasão
Lema: Pelo Amor de Deus! Ajudem!
Hino: Maka Maka
LocationPhilippines-Japan.png
Capital Manila
Maior Cidade Flocos
Língua Tagalog, inglês
Tipo de Governo Barya Lang Po sa Umaga Bayad Muna Bago Baba
Patriarca Ewok
Heróis Nacionais José Protacio Mercado Rizal Alonso y Realonda
Independência Colônia americana atualmente
Moeda Gulugulugoo
Religião Wowoweeismo
População 0 filipinos naturais
Área umas ilhas ao sul da China (87% de água)
Analfabetismo 100% não sabem ler Filipino 80% não sabem ler esperanto e 20% não sabem ler inglês%
PIB per Capita 2.000 para os americanos 1.000 para as mulheres filipinas (putaria) 0 para os filipinos USD/hab.
IDH 0.3
Fuso Horário +10
Clima Paradisíaco e com muitas putas
Site do Governo procurar links no site do governo americano
Cquote1.png FILIPINO! FILIPINO! FILIPINO! Cquote2.png
Black Eyed Peas sobre Filipinas

Cquote1.png Meu namorado na Segunda Guerra Mundial. Cquote2.png
Estados Unidos sobre Filipinas

Filipinas é um arquipélago possessão dos Estados Unidos. É apenas mais um país do oriente medio asiático que não é nem Japão, nem China, nem Coreia, logo apenas mais um rumor na região.

Tabela de conteúdo

[editar] História

[editar] Filipinas pré-colonial

Um grupo de filipinos nativos.

Antes da chegada dos colonizadores europeus já havia no arquipélago das Filipinas uns asutralopitecos melanésios que faziam o sabem fazer de melhor: Coçar o saco e não construir nenhuma pirâmide opulente sequer, por isso a importância histórica desse povo beira ao irrisório.

As Filipinas foram um território que durante toda a história gente de tudo quanto é país passou por ali, meteu o bedelho e foi embora. A região possui asiáticos, europeus e americanos que convivem pacificamente em um rodízio pela autonomia do país. A língua oficial do país é o espanhol.

[editar] Colonização chinesa

Os chineses foram os primeiros estrangeiros a habitarem efetivamente as ilhas, isso entre os séculos XI e XII, época em que a Dinastia Ping Pong decidiu espalhar pelo mundo pequenos quiosques de venda de pastel frito na hora, e as Filipinas foi um dos primeiros territórios durante esta expansão.

[editar] Colonização espanhola

No século XVI a Espanha chegou nestas ilhas, e ao perceberem que elas literalmente não tinham donos, simplesmente pegaram para eles o arquipélago e forçou todo mundo a se tornar católico fanático, do contrário seriam todos pregados de verdade em cruzes. Claro que a segunda opção pareceu bem mais emocionante e nada tediosa como a primeira opção de frequentar uma missa, e até hoje os filipinos se pregam em cruzes durante datas festivas cristãs.

O estúpido nome "Filipinas" só poderia ter sido ideia espanhola mesmo, uma homenagem à Felipe Dylon, herói espanhol.

[editar] Domínio dos Estados Unidos

As Filipinas mudaram de visão quando o gênio da filosofia José Protacio Mercado Rizal Alonso y Realonda nasceu no país e o reformou, expulsando todo mundo do país e instaurando o nacionalismo e orgulho filipino e trazendo riquezas e desenvolvimento para o país que chegou a superar a economia do Japão. Isso porém durou apenas 20 segundos, pois José Protacio foi fuzilado por habitantes das Ilhas Marshal sob mando dos Estados Unidos que viriam a roubar as ilhotas dos espanhóis que em 1896 estavam ocupados demais tentando decifrar porque chamam de espanhola o ato de usar seios para deleite sexual.

[editar] Segunda Guerra Mundial

As Filipinas entraram na Segunda Guerra Mundial e declararam guerra a quem perdesse (as Filipinas e os Aliados ganharam triunfalmente).

[editar] Independência

Os Estados Unidos dão às Filipinas uma espécie de independência-fake em 1946, pois mantiveram na ilha todo seu aparato militar e durante os próximos anos exploraria o jogo ilegal e a prostituição semi-infantil, colocando no governo um pau-mandado capitalista chamado Manuel Roxas.

[editar] Separatismo

Embora as Filipinas sejam de maioria esmagadora cristã, existem por lá uns sobrinhos do Osama bin Laden que se dizem de uma outra religião aí onde eles tem que ficar de turbante, e essa minoria vivia na ilha de Mindanao. Sorte que o governo conseguiu apaziguar os ânimos ao dar para eles um território meia-boca onde poderia brincar de ser país independente.

[editar] Fatos recentes

Atualmente, as Filipinas são conhecidas como Pearl Harbor II e base de operações nas invasões americanas malucas, além de excelente apoio para a Ilha Capitalista da China.

[editar] Geografia

Filipinas é composta por praias paradisíacas, clima paradisíaco, com mulheres paradisíacas (depende da necessidade sexual) e com marinheiros americanos necessitados sexualmente.

[editar] Subdivisões


[editar] Economia

As Filipinas tem sua base de economia, a exportação do que a China e Japão exportavam a 200 anos atrás.

Outra rica fonte de dinheiro para o país são as vendas de filmes catastróficos para a CNN.

[editar] Cultura

Hoje em dia, os filipinos não possuem mais cultura própria e todos seus habitantes são mestiços orientais e americanos. As crianças de Filipinas tem país ex-marinheiros americanos mortos por terroristas iraqueanos e mães gordas e ricas que treparam por dinheiro durante a juventude.

[editar] Alimentação

A alimentação dos filipinos é a base dos Pkislopodos, seres estranhos que ninguém sabe explicar o que são.

Flag map Filipinas.png Filipinas
HistóriaPolíticaSubdivisões
GeografiaEconomia
CulturaTurismo
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas