Filosofia de Botequim

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Filosofia de botequim)
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo deveria ser um esboço.
Mas, como ninguém dá atenção para ele, ele tentará o suicídio.
Você pode ajudar o artigo tirando-o da depressão.
Cquote1.png Quando eu tinha a sua idade, me doutorei nessa área!! Cquote2.png
Seu tio engraçadão sobre Filosofia de Botequim

Cquote1.png Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa completamente diferente Cquote2.png
Filósifo de botequim sobre uma coisa (e outra coisa também)
Cquote1.png Meu amor, tudo que eu tenho seria seu... Se eu tivesse algo!! Cquote2.png
Estudante de Filosofia de Botequim mentiroso sobre ter dinheiro pra sair
Cquote1.png Blam!! Blam, blam, blam... BLAM Cquote2.png
Sócrates se contorcendo no caixão de tamanha inveja de Filosofia de Botequim

Filosofia de Botequim é consagrada como uma das maiores fontes de conhecimento da humanidade.

Trazida por aqueles que cruzam a inóspita fronteira do décimo oitavo chope, serve de iluminação espiritual para almas carentes de um guia. Seus maiores representantes na atualidade são Lula, Gilberto Gil e Luiz Gasparetto.

Diversos caminhos conduzem a esta iluminação: vodka, cachaça, cerveja e chope, mas nunca, NUNCA, Skol. Pois ao único caminho que ela conduz é a privada.

Um dos maiores filósofos de botequim.

Pré-Socráticos[editar]

Zenão[editar]

O maior dos filósofos de botequim da antiguidade é conhecido por Zenão. Seu verdadeiro nome era Marquinhos, mas ele era fanho e quando bebia ficava quieto, só abria a boca para interromper as pessoas e dizer "zenão, não vai crescer...", "zenão não vai cair...".

Zenão acreditava que o movimento não existia e que nossos sentidos não nos informavam a verdade, filosofia de caráter universal que até hoje é adotada por cornos de todo o mundo.

Heráclito[editar]

Heráclito fora o homem que fundou a milenar técnica de se esconder no banheiro molhar o cabelo e os braços e sair dele afirmando "Já tomei banho", empregada por crianças do mundo inteiro.

Atribui-se a Heráclito a frase: "Nenhum homem se banha duas vezes no mesmo rio." Na realidade, esta frase foi deturpada pelo lobby da indústria de perfumes, assumindo uma outra interpretação. Na realidade, Heráclito dizia: "Nenhum homem se banha duas vezes".

Ver também[editar]