Fimose

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Asclepius.png A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um para fazer seu check-up.
Um cão com fimose

A fimose é uma doença que faz com que o homem fique com o pênis parecendo uma mangueira, com aquele tanto de pele como se fosse uma espécie de gorro e deixa a glande lá embaixo parecendo uma marmota. Ou melhor, um Diglett. Ter fimose pode ter consequências sérias físicas, emocionais, psicológicas e sexuais, por isso é bastante indicado ter um diagnóstico cedo pra fazer a cirurgia o mais rápido possível e evitar qualquer dissabor.

Estima-se que surgem no Brasil por ano, 200 mil novos casos de fimose. Claro que esse é número é bem maior, mas é que muita gente não tem coragem de admitir.

História[editar]

Os problemas parecem não ter fim...

Todos os indivíduos do sexo masculino (e aqueles que não são, mas que possuem o órgão característico do gênero por qualquer razão) possuem uma pequena pele chamada prepúcio que recobre e protege o pênis nos primeiros anos de vida. Na realidade o prepúcio é o jeito que a natureza inventou pra resguardar a cabeça do pênis, pois sendo este desprovido de folículos capilares desde o primeiro momento de vida, tem vergonha de expôr sua calvície durante a mocidade e só quando fica maduro é que fica desinibido e para de se preocupar com essas besteiras. Até faz um bronzeamento de pele pra ficar mais descolado.

O prepúcio é uma peça de roupa indispensável a meninos e garotos de pouca idade. Embora tenha gente que não goste e por isso tira logo antes do tempo enquanto outros se adaptam tanto que levam para a vida adulta. São esses casos que nós chamamos de fimose.

Quem sofre dessa enfermidade muitas vezes acabando ficando com vergonha de expor o pinto, por isso nada de praia, piscina, vestiários ou quaisquer lugar onde o individuo pode ter seu pintassilgo visto. Afinal, nada é mais traumatizante do que após a aula de natação ouvir o coleguinha de classe comentando com a mãe como o pipi do amiguinho parece um suricato.

Os problemas continuam e vão se acumulando com o tempo, e muitas vezes a fimose acaba sendo um fator decisivo no fim de um relacionamento. Afinal, ninguém gosta de ter que colocar aquela pela enrugada e toda cheia de nervos na boca. Esse pode ser, portanto, um fator crucial para o aumento do número de solteiros e casos de depressão de homens na sociedade. Em certos casos a pessoa passa tanta vergonha que acaba tirando a própria vida ou vivendo infeliz e amargurado pro resto de suas vidas. Tudo por causa de uma fimose.

Métodos de remoção da fimose[editar]

Cirúrgico[editar]

O mais famoso de todos o métodos é a cirurgia, conhecido popularmente entre os judeus como circuncisão.

Naturais[editar]

Caso você esteja sem dinheiro ou tem pavor de hospitais, não se preocupe. Você mesmo pode acabar com sua fimose sozinho e sem ter que pagar a ninguém pra passar a faca na sua rola. O método mais fácil seria cortar a ponta fora com uma faquinha de melão ou um estilete escolar, mas esse método pode ser muito doloroso, e uma vez não bem executado pode acarretar infecções. Você pode usar uma variação do "dente na porta", sendo que nesse caso você fecha a porta em cima do caçulinha e tenta o mais longe possível esticando a pelezinha até ela estourar.

Há também o método de "descascar banana", ou "despir a criança", no qual você todo dia arreia as "calças penianas" até o fim todos os dias e espera que seu "bichinho" se acostume com o hábito e passe a "andar desnudo" por aí. (Que diabos eu tô dizendo?).

Vantagens de se ter fimose[editar]

Embora existam muitos contras, existem sim, os prós de se ter fimose, benefícios que os meros normais circuncisos não são capazes de usufruir:

Quem tem fimose não precisa usar um desses
  • Proteção contra incontinência/desarga desarranjada: Para aqueles que tem problemas em esperar para fazer o número 1, especialmente aqueles de mais idade que não possuem mais nenhum controle sobre a bexiga, e também para pessoas mais jovens, em ocasiões como depois de tomar muito refrigerante no cinema, a fimose pode servir como um "tampão", evitando que o cidadão se mije todo nas calças e perca um bocado de tempo tentando se limpar pra não ouvir gracejos na rua.
  • Remédio para ejaculação precoce: O fato do comercial do Boston Medical Group passar direto na Rede Globo é um grande sinal de que muita gente sofria de ejaculação precoce, e certamente essa gente não possui fimose, pois ela age como se fosse uma espécie de preservativo natural: na hora do vamo-ver, quando sente que engatou a última marcha antes da hora, o rapaz dá um jeito de conseguir tempo e dá uma levantada na fimose para cobrir a ferramenta e ter mais tempo de serviço.
  • Anti-gravidez: Além da ejaculação precoce, a fimose pode ajudar na hora do sexo evitando que a sementinha caia na terra e dê aqueles frutos que ninguém gosta de colher. Mas nesse caso é preciso ter mais cuidado porque qualquer abertura, por mínima que seja, pode ocasionar um desastre. Por isso tem que se fechar a fimose pra não passar porra nenhuma (literalmente). Geralmente o pessoal utiliza grampos ou até fita durex e vedada, por ser menos dolorosa. Dá pra usar pegador de roupas também, mas aí acho que fica bem mais difícil de penetrar.
  • Agasalho no frio: O inverno é uma das épocas mais ingratas para o nosso "amiguinho", pois as baixas temperaturas obrigam o mesmo a se retrair para não pegar hipotermia. Mas eis que exige uma forma de prevenir esse encolhimento: a fimose. Ela é um agasalho tão poderoso que nem a Gap é capaz de produzir um agasalho que mais proteja do frio do que esse. Nos dias de neve, geada e afins, os homens com fimose são os reis, pois podem fazer o que quiser sem se preocupar em ser vistos com as partes íntimas do tamanho de uma ervilha

Ver também[editar]