Fiscal do Sarney

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Chuck Norris.jpg Este artigo é um(a) super-herói(na).

O texto a seguir é sobre alguém que voa, tem poderes, salva donzelas e prende bandidos. Se vandalizar este artigo, eles te levarão à Justiça.

Para conhecer mais desses seres incríveis, clique aqui.


Placa80.svg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 80's!
Provavelmente ele se refere a coisas daquela época, tais como Atari 2600, Balão Mágico e Plano Cruzado.

Cquote1.png Eu sou fiscal do Sarney! Cquote2.png
Fiscal do Sarney sobre ele mesmo.

Fiscal do Sarney é um título popular que as donas de casa, como a sua mãe que hoje em dia tá mais pra sua avó participavam ao controle de preços no comércio pelo cidadão consumidor. Este título foi instituído nacionalmente, com menção na mídia, por ocasião do lançamento do Plano Cruzado, em 1986, pelo então ditador do Brasil, José Sarney.

História[editar]

Bottom que os fiscais, inclusive a sua mãe usavam.

O governo Sarney apostou numa medida drástica para conter a inflação descontrolada que castigava a população brasileira durante a década de 1980: o Plano Cruzado, que dentre outras medidas, deu um cruzado na cara de todo mundo e "congelou" o preço das mercadorias. Dessa forma, surgiram os chamados fiscais do Sarney com uma cartela de preços do governo em mãos - muitos usando um broche verde-amarelo nas camisas com os dizeres: "Eu sou fiscal do Sarney" - denunciavam ao governo os pontos de venda que aumentassem os preços de seus produtos. Em muitos casos chamavam a polícia, que decretava ordem de prisão aos responsáveis pela remarcação dos preços e a interdição do estabelecimento comercial.

Entretanto, o plano foi um fiasco: após um curto período de euforia de consumo e de aquecimento econômico, muitos produtos começaram a sumir das prateleiras e os fornecedores passaram a cobrar ágio; e assim, a inflação voltou a disparar e a castigar a população com chicote e roupas sadomasoquistas.