Flamengo Esporte Clube de Arcoverde

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Flamengo Esporte Clube de Arcoverde
Escudo do Flamengo de Arcoverde.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Menguinho Esporte Clube do Pau Verde
Origem link={{{3}}} Pernambuco - Arcoverde
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote gatinho
Torcedor Ilustre
Estádio Xablauzão
Capacidade 3.000 testemunhas
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Pernambucano
Divisão Série A enquanto não rebaixa de novo
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Flamengo Esporte Clube de Arcoverde é só mais um odiável Flamengo genérico do futebol brasileiro, este localizado em algum bueiro de Pérnambuco, mais precisamente no vilarejo de Bucetaverde no interior do estado. É odiado por todos, pelos times da capital que são obrigados a viajar para esse fim de mundo em todo estadual, pelos rivais interioranos que odeiam Flamengo e coisas relacionadas e pelos habitantes da cidade que não gostam de ter o nome da cidad emanchada e envergonhada por um time tão derrotado.

História[editar]

Fundação[editar]

Dizem historiadores que esse clubeco foi fundado em 1959, mas ninguém sabe nos dizer o que esse Flamengo ficou fazendo esses anos todos até aparecer em 1997. Pela lógica acredita-se que estes 37 anos de hiato entre a fundação do time e o primeiro jogo conhecido do Flamengo se devem ao fato desse ser o tempo de viagem de uma delegação de 11 peladeiros montados a burricos cruzarem a BR-232 até o Estádio Ademir Cunha em Paulista para desafiar o famoso Íbis e tentar roubar o posto de pior time do mundo deste. O Flamengo eventualmente venceria esse desafio contra o Íbis, não conseguindo o posto de pior time do mundo e por isso subindo para a série A1 de Pernambuco de 1997. O que se nota é que desde sempre criatividade nunca esteve a favor desse Flamengo, a começar pelo nome que é um bairro do Rio de Janeiro que absolutamente em nada se preocupa com Arcoverde. Para piorar ainda por muitos anos usava as cores do Fluminense no escudo do Corinthians, numa enorme crise de personalidade.

Em determinado até modificou o escudo para tentar parecer original, mas sabemos que aquilo é uma cópia descarada do escudo do São Paulo de Rio Grande com as cores modificadas e o Tigres do Brasil desenhado no meio. Só os mais desinformados acreditam que os novos símbolos tem alguma originalidade.

Estreia na Série A1 pernambucana e Série C de 1997[editar]

Após vencer o desafio contra o Íbis em 1996 e não conseguir tornar-se o pior time do mundo, fez sua estreia na Série A1 de Pernambuco em 1997. Os dirigentes da Federação Pernambucana de Futebol, ao perceberem que um Flamengo com escudo de Corinthians e cores do Fluminense iria participar da competição, acharam com razão que naquele ano se tratava de algum torneio amador, e fizeram o regulamento mais esdrúxulo que se possa imaginar. O fato é que o Flamengo disputou o campeonato só pra não rebaixar, sendo o lanterna no segundo turno.

A Série C do Brasileirão era na época a última divisão, equivalente à Série Z de hoje em dia, e o Flamengo foi chamado a participar. Tomou goleadas, se ganhou algum joguinho ninguém se importa, e terminou o torneio numa horrorosa honrosa 55º posição.

Série A2 de Pernambuco[editar]

Em 1999 estava rebaixado no campeonatinho estadual, época em que o profissionalismo foi retomado e os times merdas como esse Flamengo enviados de volta para a enfrentar o Íbis na A2. Resistiu os anos de 2000 a 2003 na divisão mais desgracenta do futebol mundial até que resolveu terminar as atividades em 2004 porque ninguém merecia tanto sofrimento.

Masoquistas, porém reabriram o time que jogou a A2 nos anos de 2008 e 2009, ficando atrás do Íbis em ambas oportunidades. Havia um certo orgulho em estarem sendo mais bem sucedidos em sua empreitada de pior time do mundo, mas como não havia tanto jogador masoquista em Arcoverde para compactuar com esse ousado objetivo de ser o pior time do mundo, o Flamengo logo fecharia as atividades novamente.

Em 2013 tentou voltar mais uma vez, mas só não foi rebaixado para a terceira divisão pernambucana porque isso nem existe, tão ridícula foi a campanha Em 2015 terminou em nono. Mas como é impossível superar o pobre Íbis em ruindade, em 2016 o Flamengo Genérico de Arcoverde finalmente desencantou e foi campeão da A2.

Pernambucano A1 de 2017 e Série D[editar]

Dizem que o Flamengo disputou a primeira divisão de Pernambuco em 2017, mas pesquisando nos acervos mais sérios, incluindo na Biblioteca de Alexandria, não há registros de qualquer jogo realizado contra Sport, Náutico ou Santa Cruz. Há apenas um registro de um empate bem morno contra o Central de Caruaru. O que o Flamengo jogou na verdade foi uma espécie de campeonato pernambucano Série A1-2. Na qual ainda foi rebaixado para algo chamado hexagonal do rebaixamento, esse sim o time fez de tudo para sagrar-se campeão, e nãos e sabe como, talvez por dó, conquistar uma vaga na Série D.

Títulos[editar]